Férias no Cairo

CairoO Cairo tem sido o coração do Egipto desde há mais de 1000 anos, constituindo o melhor exemplo da dicotomia egípcia.

Férias no Cairo / Férias no Egipto

Procurar hotel com desconto e promoções de Férias no Cairo!

banner 320x50 pt

É no Cairo que o mundo medieval e o mundo ocidental contemporâneo se encontram, numa confusão de casas de adobe e modernos e imponentes edifícios de escritórios, de automóveis flamejantes e carroças de burros.

 

Ninguém sabe ao certo quantas pessoas vivem no Cairo, mas as estimativas apontam para números entre os 12 e os 16 milhões e os inúmeros bairros de lata da cidade alojam cerca de 5 milhões de pessoas. A falta de casas é tremenda e o trânsito é caótico, mas o governo iniciou uma campanha com o objetivo de melhorar esta situação, inaugurando uma rede de metro e construindo subúrbios satélites.

 

Excursões e actividades no Cairo

 

O Cairo Islâmico (não mais islâmico que o resto da cidade) é o antigo bairro medieval e deambular pelos seus quarteirões é como recuar seis ou sete séculos no tempo. Esta é a zona de maior densidade populacional do Egipto e provavelmente de todo o Médio Oriente. Bairros como Darb-al-Ahmar estão repletos de minúsculas ruelas, casas de adobe, bancadas de comida, cabras, camelos e burros.

 

Por todo o lado vêem-se mesquitas e templos e o ar está inundado dos cheiros penetrantes do açafrão e do cominho, dos animais e da miséria. Entre os pontos de referência mais importantes do Cairo Islâmico contam-se a Mesquita Ibn Tulun, que data do século IX e é uma das maiores do mundo; o Mausoléu de Imam ash-Shafi'i, o maior túmulo islâmico do Egipto, no qual está sepultado um dos principais santos muçulmanos; e a Cidadela, uma admirável fortaleza medieval que foi o centro do poder egípcio durante 700 anos e alberga três mesquitas importantes e vários museus.

 

O Cairo Copta foi inicialmente construído como uma cidade fortificada romana. É várias centenas de anos anterior à fundação do Cairo Islâmico e albergou uma das primeiras comunidades cristãs do mundo, sendo um local sagrado para Judeus e Muçulmanos, tal como o foi para os cristãos coptas que aí viveram. A parte que resta da Fortaleza da Babilónia é uma torre, construída em 98 d.C., que em tempos dominou um importante porto do Nilo, antes do curso do rio ter sido desviado. O Museu Copta encontra-se na base da torre e as obras expostas abrangem o Período Cristão do Egipto de 300 a 1000 d.C.

 

Esta surpreendente colecção inclui obras seculares e sacras, trabalhos em pedra, manuscritos, obras em madeira e em metal, pinturas e cerâmica. Gizé está situada na margem ocidental do Nilo e ocupa uma faixa de 18 km de largura, que inclui as Grandes Pirâmides. Estas pirâmides são consideradas uma das Sete Maravilhas do Mundo e apesar das multidões que as visitam todos os anos, são verdadeiramente impressionantes quando nos encontramos à sua frente. Sobreviveram ao aparecimento e à queda de grandes dinastias e de conquistadores e partilham o deserto plano com a Esfinge, com várias pirâmides de menores dimensões e com templos.

A nossa App Android

Hotelbooking QR

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Online

Temos 231 visitantes e 0 membros em linha