Booking.com

 
 
 

Sobre o Japão

O Japão é um país insular situado no Norte do Oceano Pacífico, no extremo continente asiático. Compõe-se de quatro ilhas principais rodeadas de mais de 4.000 pequenas ilhas, com uma superfície total de 377.873 km2.

A superfície das principais regiões é a seguinte: Hokkaido (ilha situada no Norte), 83.000 km2; Honshu (ilha principal), 231.000 km2; Shikoku (ilha menor), 19.000 km2; Kyushu (ilha situada no Sul), 42.000 km2.

Geograficamente o Japão caracteriza-se por várias costas, montanhas vulcânicas e vales profundamente recortados.

A sua população ultrapassa os 126 milhões de habitantes, a maioria dos quais vive nas zonas urbanas. A capital é Tóquio, com uma população de 12.059.000 habitantes. A população dos restantes principais aglomerados urbanos é a seguinte: Yokohama, 3.426.000 habitantes; Osaka, 2.598.000 habitantes; Nagoya, 2.171.000 habitantes; Sapporo, 1.822.000 habitantes; Kobe 1.493.000, habitantes; Fukuoka 1.290.000 habitantes; Saitama, 1.023.000 habitantes; e Sendai, 1.008.000 habitantes.

 

Clima

O Japão tem geralmente um clima ameno. As estações do ano são bem distintas. Junho é o mês da chuva no Japão, com calor e muita humidade. É recomendável que leve na bagagem um impermeável. Entre Julho e Setembro, o Centro e Sul do Japão são, por vezes, assolados por tufões, que ocasionalmente provocam danos graves.

 

Língua

O único idioma oficial é o japonês. O estudo de inglês é obrigatório no sistema de ensino. No entanto, nem sempre é possível, sobretudo fora de locais eminentemente turísticos, mesmo nos centro urbanos, comunicar facilmente noutra língua que não a nipónica, pelo que é aconselhável familiarizar-se com algum vocabulário básico de japonês.

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é o yene – JPY.

Além dos bancos existem caixas automáticas nas agências do correio ou nas lojas de conveniência - "Convenience Store".

Com cartão (de débito ou crédito) estrangeiro apenas poderá levantar dinheiro nas seguintes caixas automáticas: Seven & Holdings - Seven Eleven Convenience Store; Citibank; Japan Post (postos dos Correios).

 

Regime de entrada e estada

Regime de Vistos

Para turismo, os cidadãos nacionais estão isentos de visto pelo período de 90 dias. A entrada com a finalidade de turismo não permite o pedido de prorrogação nem autorização de residência neste país.

Existem vários tipos de visto concedidos pelo Japão, devendo os interessados requerer o visto adequado na Embaixada do Japão da sua residência. O prazo de validade e o tipo de visto emitido devem ser rigorosamente respeitados. Não abandonar o país após o seu vencimento pode resultar em multa e deportação, tendo como consequência a proibição de entrada no Japão por um período de dois anos. Eventuais deportações efectuar-se-ão a expensas do viajante.

O visto não garante a entrada por si só, já que esta decisão continua a ser competência das autoridades de imigração do país em causa, nomeadamente dos oficiais de segurança da fronteira.

Os portugueses que se encontrem no estrangeiro estão sujeitos à legislação em vigor do país de acolhimento. A legislação de imigração da maioria dos países não prevê a possibilidade de recurso em caso de indeferimento do pedido de visto. As autoridades portuguesas não podem intervir em casos em que se tenha recusado visto ou negado entrada a um cidadão nacional.

Muitos países exigem que os passaportes de quem entra no país sejam válidos, pelo menos, por um período de seis meses. Neste sentido, as autoridades de imigração poderão colocar problemas a quem pretenda entrar no país com a validade de passaporte menor do que o tempo que irá permanecer no país. Recomenda-se, por isso, a renovação de passaporte antes de se viajar, ou verificar com a missão diplomática relevante do país em causa se esta regra é aplicável.

Para mais informação poderá consultar os portais do Ministério da Justiça do Japão - www.moj.go.jp – e do Departamento de Controlo de Imigração -www.immi-moj.go.jp/index.html.

 

Restrições aduaneiras e sanitárias à importação de produtos

Artigos proibidos:
- ópio, outras drogas narcóticas e utensílios para fumo de ópio, estimulantes (incluindo inaladores "Viks" e "Sudafed"), anfetaminas, substâncias psicotrópicas (excluindo os autorizados por Ministério da Saúde, Trabalho e Segurança Social);
- armas de fogo (pistolas, espingardas, máquinas de armas de fogo, etc.), munições (balas) e peças da pistola;
- livros, desenhos, gravuras e outros artigos de ofensa pública ou moral (materiais obscenos ou imorais, ex. pornografia);
- artigos que infringem os direitos patentes, modelo-utilidade, designer, marcas, direitos de autor, direitos de outros ou layout designer de circuitos integrados;
- artigos falsificados, alterados ou imitados de moedas, dinheiro em notas, notas bancárias, seguros e cartões de crédito.

Artigos restritos:
- Plantas e animais deverão ser apresentados ao fiscal da quarentena de plantas e animais para inspecção antes de passar na alfândega;
- Há restrições na quantidade de importação de remédios e cosméticos (ex. remédios para uso interno – montante pelo período de 2 meses; remédios para uso externo – 24 peças; cosméticos – 24 peças);
- Há restrições na entrada de alguns produtos alimentares, em particular carnes de porco, aves, frutas, etc.;
- Não é permitida a entrada, sem autorização de posse, de espingardas para caça, "air guns" e espadas, etc.

Existem restrições à entrada de medicamentos no Japão, mesmo que para uso pessoal. Se considerar trazer a sua medicação para o Japão, deverá vir sempre acompanhada de declaração médica sobre o seu estado de saúde e necessidade do seu uso. Para mais informações entrar em contacto com a Embaixada do Japão em Lisboa.

 

Condições de segurança

O Japão é um país seguro e de baixa criminalidade.

A violação da lei criminal pode levar à detenção durante 27 dias, enquanto a polícia procede a averiguações, seguindo-se processo judicial.

Tem aumentado recentemente o número de portugueses presos no Japão, condenados por tentativa de introdução de estupefacientes. As penas chegam frequentemente a 10 ou 15 anos de prisão, acrescidas de multas, cujos montantes podem atingir dezenas de milhares de euros. Dadas as diferenças no ordenamento jurídico, os processos seguem no Japão uma tramitação diferente da que é seguida em Portugal.

O Japão tem uma cultura muito antiga e diferente da ocidental que, embora marcada por grande tolerância, deverá ser respeitada por quem visita o país.

É cada vez mais rigorosa a vigilância exercida sobre os fumadores. Em muitos locais apenas se pode fumar nos locais reservados para o efeito e em várias zonas de Tóquio é inclusivamente proibido fumar na rua, em movimento, existindo áreas de fumadores devidamente sinalizadas. O não cumprimento desta lei pode dar origem à aplicação de multa.

Outras informações importantes

Números de emergência:
- Polícia: 110;
- Bombeiros: 119;
- Emergência Médica: 119;
- Registo de mensagens em caso de catástrofe natural: 171.

 

 

Transportes

O sistema de transportes do Japão é bastante eficaz embora muito caro. Tendo em conta a extensão da área urbana de Tóquio, a movimentação dentro da cidade implica, geralmente, a utilização conjunta de linhas de comboio públicas e privadas e de metropolitano - apesar dos diferentes operadores, existem modelos de cartões pré-pagos (SUICA e PASSMO) que são aceites por todos e facilitam a circulação.

Transporte aéreo

Existem aeroportos internacionais em Tóquio, Osaka, Sapporo. Várias linhas aéreas japonesas oferecem, em horário regular, ligações entre as principais cidades.

Transporte rodoviário

Quase todo o país é servido por uma rede de autocarros expresso. Os serviços de autocarros que ligam Tóquio a outras grandes cidades funcionam geralmente à noite.

O Japão inteiro é ligado por rodovias de excelente qualidade, com grande densidade de tráfego e inerente lentidão nas principais cidades e áreas suburbanas.

Transporte ferroviário

As ferrovias são conhecidas mundialmente pelo rigor de horários e alta segurança. O grupo de companhia ferroviária "JR" é o mais importante do Japão, possuindo uma rede que cobre a totalidade do país. O "Shinkansen", comboio super-expresso da JR, possibilita a ligação entre Tóquio e outras principais cidades, com intervalo de dez minutos aproximadamente.

Transporte marítimo

Também poderá usufruir dos serviços marítimos, que oferecem saídas regulares de navios de grande porte (cargas e passageiros), ligando os portos das grandes cidades.

 

 

Cuidados de saúde

A rede sanitária é de muito boa qualidade. Não existem patologias específicas ao país nem registo de contaminação de humanos por vírus com potencial pandémico.

Dependendo do tipo de visto japonês que se possua, poder-se-ão obter determinados cuidados médicos de emergência com custos cobertos pelo Estado japonês. Note-se que os serviços e cuidados de saúde no Japão podem ser extremamente dispendiosos.

Por outro lado, nem todos os estrangeiros com autorização de residência podem subscrever o Seguro Nacional de Saúde do Japão. Os interessados deverão entrar em contacto com a respectiva Câmara Municipal para obter mais informações.

Os interessados deverão igualmente informar-se acerca das entidades privadas japonesas que disponibilizam diversos seguros de saúde e suas respectivas condições.

O Serviço Nacional de Saúde e a maioria das entidades privadas de saúde portuguesas não efectuam reembolsos correspondentes a despesas médicas realizadas fora de Portugal, mas, em todo o caso, devem verificar-se quais as condições aplicáveis.

Existem restrições à entrada de medicamentos no Japão, mesmo que para uso pessoal. Se considerar trazer a sua medicação para o Japão, deverá vir sempre acompanhada de declaração médica sobre o seu estado de saúde e necessidade do seu uso. Para mais informações entrar em contacto com a Embaixada do Japão em Lisboa.

Outras informações são fornecidas em inglês pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social japonês em
http://www.mhlw.go.jp/english/topics/import/.

Endereços dos principais hospitais e clínicas

Se precisar de um hospital ou clínica, poderá entrar em contacto com as seguintes entidades (equipas de apoio multilíngues estão disponíveis por telefone):

AMDA
Association of Medical Doctors for Asia – International Information Centre
Tel: (+81) 03-5285-8088
Horário: Segunda-feira – Sexta-feira, 09:00 – 17:00

Himawari
The Tokyo Metropolitan Health and Medical Information Centre
Tel: (+81) 03-5285-8181
Horário: Aberto diariamente, 9:00 – 20:00

Tokyo English Lifeline (TELL)
Tel: (+81) 03-5774-0992
Horário: Aberto diariamente, 9:00 – 20:00.

 

Telecomunicações

Apenas os telemóveis de 3ª geração (3G) podem eventualmente aceder a serviços de roaming no Japão. É possível alugar telefones móveis no aeroporto e em alguns hotéis de maior nomeada.

 

Embaixada de Portugal em Tóquio
- Morada: 3-10-3 Kojimachi, Chiyoda-ku, Tóquio 102-0083;
- Sítio Internet: www.embaixadadeportugal.jp/pt;
- Encarregado da Secção Consular da Embaixada: João Martins de Carvalho - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.;
- Responsável pela emergência consular: Luciana Tani e Haruko Unno;
- Telefones da Secção Consular: (0081) (0) 352260614 / (0081) (0) 352127322 – satélite: 881641475534;
- Fax da Secção Consular. (0081) (0) 352260616;
- Correio electrónico da Secção Consular: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Nagoya
- Área de jurisdição: Aichi e Mie;
- Cônsul Honorário: (processo de nomeação em curso);
- Responsável pela emergência consular: Kaori Kato;
- Morada : C/o Toyota Motor Corporation, 4-7-1, Meieki, Nakamura-ku, Nagoya-shi 450-8711;
- Telefone: (0081) (0) 525522111;
- Fax: (0081) (0) 525523900;
- Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Kyoto
- Área de jurisdição: Kyoto e Shiga;
- Cônsul Honorário: Yoshito Naya;
- Responsável pela emergência consular: Nobuhisa Hamanaka;
- Morada: Kuramaguchi-agaru, Horikawa-dori, Kita-Ku, Kyoto-shi 603-8691;
- Telefone: (0081) (0) 754325158;
- Fax: (0081) (0) 754325159;
- Correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Osaka
- Área de jurisdiçao: Osaka Nara e Wakayama;
- Cônsul Honorário: Katsuo Inabata;
- Responsável para emergência consular: Masami Funaki;
- Morada: Sakai-Suji, Inabata Bldg, 1-15-14, Minami-Senba, Chuo-ku, Osaka-shi 542-8558;
- Telefone: (0081) (0) 662676090;
- Fax: (0081) (0) 662676042;
- Correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Kobe
- Área de jurisdição: Hyogo, Tottori, Shimane, Okayama, Horoshima e Yamaguchi;
- Cônsul Honorário: Philip Fernando de Souza;
- Morada: 2-2-27, Nagate-cho, Nada-Ku, Kobe-shi, Hyogo-Ken 657-0027;
- Telemóvel: (0081) (0) 9039466904;
- Telefone: (0081) (0) 788518114;
- Fax: (0081) (0) 788542779;
- Correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Nagasaki
- Área de jurisdição: Kyushu (Nagasaki, Fukuoka, Saga, Kumamoto, Miyazaki Kagoshima, Oita) e Okinawa;
- Cônsul Honorário: Masatoshi Miyawaki;
- Responsável pela emergência consular: Tetsuya Washizaki;
- Morada: The 18th Bank 1-11, Doza-machi, Nagasaki-shi, 850-8618;
- Telefone: (0081) (0) 958288181;
- Fax: (0081) (0) 958210214;
- Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Consulado Honorário de Portugal em Tokushima.
- Área de jurisidição: Tokushima, Kagawa, Ehime e Kochi;
- Cônsul Honorária: Sra. Reiko Miki;
- Morada: 1-29 Nakajosanjima-cho, Tokushima-shi, Tokushima 770-0813;
- Telefone: (0081) (0) 886525978;
- Fax: (0081) (0) 886537000.

Para informação adicional sobre o Ministérios dos Negócios Estrangeiros, incluindo representações em países estrangeiros (diplomáticas e consulares), consultar: http://www.portugal.gov.pt/pt/os-ministerios/ministerio-dos-negocios-estrangeiros/quero-saber-mais/sobre-o-ministerio.aspx

Site de turismo do governo japonês, apresentado em várias línguas, e onde se podem recolher diversas informações – desde dados turísticos, a elementos sobre órgãos de Governo, ou a meteorologia: http://www.jnto.go.jp

 

 

Aviso

Tendo em conta o acidente nuclear que se seguiu ao sismo de 11 de Março de 2011, as áreas identificadas pelas autoridades japonesas no mapa de seguida indicado não devem ser visitadas: http://www.meti.go.jp/english/earthquake/nuclear/roadmap/pdf/20130807_01.pdf

Fora das áreas delimitadas, a situação encontra-se normalizada, não registando problemas de saúde pública, transporte ou comunicações.

Relativamente a eventuais receios de contaminação dos alimentos produzidos na região afectada pelo acidente nuclear que se seguiu ao sismo, importa referir que o governo japonês exerce um controlo apertado sobre todos os produtos colocados no mercado, não havendo registo de riscos acrescidos para a saúde humana. Mais informações relativas a esta matéria podem ser encontradas na página da Delegação da União Europeia em Tóquio: http://www.euinjapan.jp/en/world/afs/faq/.

Fenómenos naturais como sismos, maremotos, erupções vulcânicas ou tufões podem ocorrer com relativa frequência no Japão, razão pela qual é importante conhecer, previamente, os procedimentos básicos de emergência a adoptar nestas situações, bem como fornecer a familiares e amigos os contactos do local onde ficará alojado.

Para períodos de permanência mais alargados, mesmo que não de residência, é aconselhável fornecer a morada e contactos à Secção Consular da Embaixada de Portugal em Tóquio.

O Governo Metropolitano de Tóquio disponibiliza em http://www.seikatubunka.metro.tokyo.jp/index3files/survivalmanual.pdf um manual detalhado em inglês, com normas a respeitar e conselhos a seguir em caso de um sismo de grandes proporções.

Informação adicional e serviços de alerta estão acessíveis na página da Japan Meteorological Agency (http://www.jma.go.jp/jma/indexe.html), pelo que se recomenda a sua consulta periódica.

Em caso de emergência, a página da Embaixada de Portugal em Tóquio (http://www.embaixadadeportugal.jp) e a página informativa no Facebook (https://www.facebook.com/pages/Embaixada-de-PortugalemT%C3%B3quio/ 202744926417132) transmitirão informações actualizadas e instruções para os cidadãos nacionais que visitem ou residam no Japão.

A secção consular da Embaixada portuguesa encontra-se também disponível para qualquer esclarecimento através do endereço de correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

 

Designação oficial do país: Japão

Capital: Tóquio

Localização: Localizado no Oceano Pacífico, a leste do Mar do Japão, da República Popular da China, da Coreia do Norte, da Coreia do Sul e da Rússia, estendendo-se do Mar de Okhotsk, no norte, ao Mar da China Oriental e Taiwan, ao sul.

Forma de Governo: Governo Parlamentar, com monarquia Constitucional

Imperador: Akihito

Superfície: 377.915 km2 (em quatro grandes ilhas – Honshu, Kyushu, Shikoku e Hokkaido – e 6.848 outras menores)

População: 127 Milhões de habitantes

Línguas: o Japonês como primeira língua, no entanto o Inglês é cada vez mais fluente.

Religião: Xintoísta (83.9%), Budista (71.4%), Cristã (2%), outras (7.8%)

Grupos étnicos: Japoneses (98.5%), Coreanos (0.5%), Chineses (0.4%), outros (6%)

PIB: US $ 4.8 Triliões

PIB per capita: US $ 24,036

Crescimento anual: 1,7%

Inflação: 1,4%

Principais sectores de actividade: engenharia automóvel, a electrónica e a informática.

Principais parceiros comerciais: China, os Estados Unidos, a Coreia do Sul, Taiwan e Hong Kong.

 

Idioma: A língua oficial é o japonês, sendo o Inglês falado nos hotéis e alguns restaurantes

Clima: afectado pelos ventos da monção do sudoeste, o Japão tem um clima bem diferente dos seus vizinhos asiáticos na mesma latitude. As temperaturas mais quentes verificam-se no sul, e á medida que se segue em direcção ao norte, vão diminuindo. Na maior parte do ano o clima é moderado, mas o inverno é normalmente frio em todo o país. As chuvas caem um pouco por todo o país e são mais abundantes durante a estação das chuvas que se inicia em Junho.

Temperatura Média em ºC

Japão (Tóquio)

Jan   Fev  Mar  Abr  Mai  Jun  Jul  Ago  Set  Out  Nov  Dez

 3       4    7     13   17    20   24   26   23    17   11     5

Osaka

Jan   Fev   Mar   Abr   Mai   Jun   Jul   Ago   Set   Out   Nov   Dez

 -4    -4      0      6       7     15    20    22    17     11      5      0

Roupa: recomenda-se roupa de algodão, e um bom agasalho se viajar nos meses mais frios.

Hora Local:

+ 8 Horas (Abril a Outubro)

+ 9 Horas (Novembro a Março)

 

Tempo de viagem: Não existem voos directos de Portugal. O tempo previsto para o voo Lisboa – Tokyo é cerca de 14 horas, com escala numa capital europeia.

Saúde: Não são necessárias vacinas.

Corrente eléctrica: A corrente é de 100V, 50 Hz, para o nordeste (Tóquio) e 60 Hz em cidades como Nagoya, Quioto ou Osaka. Os principais hotéis na capital contam com dupla tensão, 110 e 220V. As tomadas são do tipo americano, com dois pinos pelo que é necessário adaptador.

Moeda: Yen do Japão, 1€ = aprox. 169 JPY

Podem trocar-se euros em bancos, hotéis e agentes de câmbio autorizados, apesar do dólar ser mais comum. A utilização de cartões de crédito está generalizada, bem como a existência de ATM’s.

 

Compras: o Japão é um paraíso para os amantes das compras. No topo da lista estão os aparelhos electrónicos, como os computadores, as aparelhagens do som, máquinas fotográficas ou de vídeo, objectivas… Os têxteis são muito procurados no Japão, já que gozam de muita boa fama, sobretudos os belos quimonos de seda ou algodão. Os Kasa (guarda chuva japonês), as Katanas, as espadas dos samurais, e o Washi, papel feito á mão, são dos artigos tradicionais que mais despertam a atenção ao lado das mais belas bonecas e mascaras japonesas. Junto aos templos existem imensos estabelecimentos com artesanato mais típico, onde podem ser adquiridas pequenas lembranças num universo de espadas, leques, porcelanas, aguarelas, guarda-chuvas. Mas não poderá faltar as famosas pérolas cultivadas no país e uma boa garrafa de saké.

Turismo do Japão: http://www.jnto.go.jp/

 
Promoções
 
Hotéis

 

ref-booking-large
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Excurses

 

 

Online

Temos 122 visitantes e 0 membros em linha

Voos

 

My Hotelbooking