Booking.com

 
 
 

Colónia do Sacramento / Férias em Colónia do Sacramento

Colónia de Sacramento

Procurar hotel com desconto e promoções de Férias em Colónia do Sacramento

Com origem na antiga cidade de Colónia do Santíssimo Sacramento, fundada em 1680 por Manuel Lobo, Governador da Capitania Real do Rio de Janeiro, a mando do Império Português no século XVII, Colónia do Sacramento, capital do departamento de Colônia é um dos populares e belos destinos de férias no Uruguai.

Localizada a 177 quilómetros da Capital Montevideu, esta bela cidade, cujo Centro Histórico é reconhecido como Património da Humanidade pela UNESCO é um dos destinos turísticos mais importantes do Uruguai, recebendo milhares de visitantes por ano.

A localização da cidade é privilegiada para receber turistas, uma vez que se encontra a uma hora de barco desde Buenos Aires e a duas horas em carro desde Montevidéu.

Para além do belo centro histórico de Colónia de Sacramento, os museus da cidade e as praias do Rio de Prata são outros motivos de interesse turístico que atraem imensos visitantes ao longo do ano.

Aqui encontra a melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Colónia de Sacramento no Uruguai

banner 320x50 pt

Entre as atrações históricas de Colónia de Sacramento destacam-se:

As Fortificações de Colônia, as Ruínas do Convento de S. Francisco Xavier, a Basílica do Santíssimo Sacramento, a Praça 25 de Maio também chamada Praça Maior e os vários edifícios e, seu redor como a Casa de Nacarello, o Farol, o Arquivo Regional, o Museu Municipal, a Casa de Lavalleja e o Museu Português.

A Rua dos Suspiros ou Calle de los Suspiros é uma rua emblemática do centro histórico que corre paralela à muralha, da Praça Maior em direção ao Rio da Prata onde ser destaca a calçada em pedra e várias casas antigas portuguesas, além de algumas espanholas.

A Praça Manuel Lobo situada ao lado da Basílica, corresponde em parte ao pátio interno (a Praça de Armas) da cidadela portuguesa, demolida ainda no século XVIII. Na praça se encontram as ruínas da Casa dos Governadores portugueses de Colônia, escavadas na década de 1970.

A Pracinha do Gentil-Homem cujo nome homenageia Hipólito da Costa (1774-1823), fundador do primeiro jornal brasileiro - o Correio Braziliense - que nasceu numa casa da praça e viveu em Colônia até os 3 anos de idade é outro dos locais que merece ser visitado e explorado ao pormenor em Colónia de Sacramento.

Alem dos belo conjunto arquitetónico da cidade antiga, existem numerosos museus situados em edifícios históricos como a Casa de Nacarello, uma Moradia do século XVIII pertencente ao período português, com paredes de pedra e teto de madeira. No interior há mobiliário português que mostra como vivia uma família de Colónia de Sacramento por volta de 1750.

O Museu Municipal instalado num sobrado de dois pavimentos, pertenceu aos secretários de governo na época portuguesa, foi ocupado por governadores na época espanhola e doado em 1833, ao almirante Guillermo Brown, foi em museu, exibindo peças indígenas, mobiliário e armamento antigo, objetos relacionados à Praça de Touros de Colônia, animais embalsamados e uma coleção de fósseis encontrados na região.

O Museu Português é outra das atrações de Colónia de Sacramento, instalado numa importante casa portuguesa, construída no período entre 1717 e 1722, conserva ainda paredes, tetos e os pisos originais. A decoração, doada pelo governo de Portugal, inclui faianças, azulejos, mesas, cadeiras, armas, tapetes e outros objetos, para além de uma sala com reproduções de mapas antigos e o escudo português original, que esteve no portão de armas da muralha.

O Arquivo Municipal localiza-se em mais uma casa de origem da época portuguesa, cuja construção remonta a 1750, exibe documentos da época colonial, como cartas do governador António Pedro de Vasconcelos. As molduras de madeira das portas, as grades das janelas, assim como alguns pisos são originais.

A Casa de Lavalleja, onde morou Juan Antonio Lavalleja, general do exército de Artigas, é sede de um museu naval.

As ruinas da Casa do Vice-Rei foi outrora um casarão nobre onde se hospedaram Vice-Reis do Rio da Prata. Esta construção permanece em ruinas pelo facto de não existir informação sobre a sua forma original.

O Museu do Azulejo exibe uma considerável coleção de azulejos dos séculos XIX e XX de origem francês e catalão, além de exemplares uruguaios da década de 1840, que são os mais antigos fabricados no país. Foi inaugurado em 1988 e ocupa uma casa portuguesa do século XVII.

O Museu Espanhol está instalado noutros casarão de origem portuguesa cuja construção data de 1720. Este Museu é dedicado à presença espanhola na região e exibe cerâmica, trajes típicos, mapas, desenhos, pinturas, documentos e outros objetos históricos. A casa possui muitos elementos originais, incluindo as portas, uma escadaria de madeira interna e as cavalariças nos fundos.

 

 
Promoções
 
Hotéis

 

ref-booking-large
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Excurses

 

 

Online

Temos 81 visitantes e 0 membros em linha

Voos

 

My Hotelbooking