Booking.com

 
 
 

Sobre a Zâmbia

Zâmbia

O que deve saber sobre a Zâmbia antes de viajar para melhor preparar a sua viagem de férias.

A Zâmbia tem vindo a testemunhar um agravamento na incidência do HIV-SIDA, que afeta uma considerável percentagem da população, estimando-se em cerca de 13,5% da população adulta.

Assiste-se a um aumento dos números de crianças de rua e de indigentes, que vêm nos turistas potenciais fontes de subsistência e alvos de atividades criminosas. A grande maioria da população reside nos centros urbanos (45% da população), havendo uma elevada densidade demográfica nos bairros periféricos das cidades.

 

O Clima na Zâmbia

A elevada altitude do país faz com que a temperatura seja moderada.

Há três estações distintas: a estação seca (de meados de Abril a Agosto); a estação quente (de Setembro a meados de Novembro); e a estação das chuvas (meados de Novembro a meados de Abril). As temperaturas noturnas são habitualmente baixas, sendo a pluviosidade mais elevada no norte do país.

 

Língua

Dos cerca de 70 idiomas falados, sete são reconhecidos com línguas oficiais ( sendo as principais bemba, tonga, nyanja, lozi e chichewa). O ingês é, no entanto, a língua franca.

 

 

Moeda local / Sistema Bancário

A moeda local da Zâmbia é o Kwacha zambiano

Os bancos internacionais são eficientes. Há liberdade de câmbio. Os cartões de crédito são aceites nos hotéis, lojas e restaurantes de grande dimensão. Os cheques tem circulação limitada. É possível pagar em alguns hotéis e estabelecimentos comerciais em dólares americanos. Será aconselhável trazer dinheiro, sobretudo dólares americanos.

 

 

Regime de entrada e estada

É exigido visto em todas as circunstâncias, com um custo de US$50, podendo ser obtido à entrada do país, excetuando se entrar por via marítima ou ferroviária pela Tanzânia. Os vistos de entrada são concedidos nas Embaixadas zambianas. É exigido o pagamento de um imposto, no valor de US$30 à saída do país, que normalmente é incluído no preço de avião.

 

 

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias na Zâmbia

Hotéis com desconto e promoções de Férias na Zâmbia

Excursões e Actividades na Zâmbia

Condições de segurança

As condições de segurança da Zâmbia são precárias, registando um aumento da delinquência, com particular preferência pela comunidade estrangeira.

No centro de Lusaka (Cairo Road, Lumumba Road e mercados) deve evitar ostentar objetos de valor. Roubos de esticão e com navalha são frequentes. Deverá evitar-se a circulação noturna, e em caso de estrita necessidade deverá recorrer ao transporte de táxi.

No caso de viajar em veículo próprio deverá manter as portas e vidros fechados. Nas zonas residenciais são comuns os assaltos a moradias e carros. Nas zonas rurais, têm-se registado ataques a fazendas isoladas.

O campismo e outras atividades ao ar livre devem ser praticadas apenas nas zonas para tal designadas e na observância estrita das regras de segurança.

As estradas asfaltadas são seguras, com exceção das da fronteira Norte, com a República Democrática do Congo e a Oeste com Angola.

Há indicações da existência de minas antipessoais nas margens do lago Kariba na zona de Sinazongwe, bem como nas fronteiras com Moçambique, Angola e República Democrática do Congo.

A posse e tráfico de droga são severamente penalizados e todo o tipo de fármacos sem receita médica é considerado como estupefaciente. A homossexualidade e a posse de material pornográfico são ilegais e severamente penalizados.

Zonas de Risco: Zonas periféricas, e fronteira com Angola, República Democrática do Congo e Namíbia.

 

 

Os Transportes na Zâmbia

Aeroportos Internacionais: Lusaka, Livingstone e Ndola.

Infraestruturas rodoviárias: A Zâmbia partilha fronteiras com oito países, encontrando-se os postos fronteiriços abertos das 06.00 às 18.00, com exceção da fronteira em Victoria Falls que encerra às 20.00.

A circulação rodoviária na rede de transportes públicos é desaconselhada, encontrando-se as vias de comunicação em mau estado.

O aluguer de veículo é dispendioso, aconselhando-se viajar em grupo e em várias viaturas, especialmente quando circula durante a noite ou em estradas de terra.

Se circular de táxi, é aconselhável negociar previamente as tarifas. É preferível o aluguer de viaturas, com um condutor.

Infraestruturas ferroviárias: O caminho-de-ferro, tal como a rede de autocarros, deixam a desejar.

 

 

Cuidados de saúde

A rede hospitalar é diminuta e de má qualidade, mesmo no sector privado.

As principais doenças endémicas são o paludismo e a tuberculose, sendo a SIDA uma crescente ameaça.

Será de ter em conta igualmente outras doenças como tétano, tifo, hepatite, cólera, poliomielite, meningite e febre amarela.

É recomendável levar em viagem antibióticos de largo espectro, visto que a sua aquisição no local é difícil. O cuidado com a água, em estado liquido ou sólido (gelo) é crucial. As saladas e a carne devem ser evitadas. Consulte o seu médico antes de viajar.

É possível realizar uma apólice de seguro nos mesmos moldes do país de origem, mas o seu pagamento é por vezes demorado, pelo que é preferível recorrer a uma companhia estrangeira.

 

 

Comunicações

As ligações telefónicas são dispendiosas e difíceis de obter. O fax, telex e Internet funcionam razoavelmente. O telemóvel está bastante divulgado, podendo-se recorrer ao aluguer.

 

Informações úteis

Contactos úteis

Indicativo do país.................................+260

Embaixada de Portugal (Harare)............+263 4 253218

Polícia................................................ +260 991

Serviço de ambulâncias........................ +260 992

Urgências.............................................+260 273303

 

Representação Diplomática:

Não existe representação diplomática portuguesa na Zâmbia, sendo os assuntos deste país acompanhados pela Embaixada de Portugal em Harare (endereço de correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.)

 

 

Zâmbia em números

Designação oficial do país:República da Zâmbia

Capital: Lusaka

Localização:Na zona sudeste de África, fazendo fronteira a norte com a Tanzânia e o Congo, a oeste com Angola, a este com o Malawi e Moçambique, e a sul com o Zimbabwe e Botswana.

Forma de Governo: República

Superfície: 752,614km2

População:12 milhões de habitantes

Línguas: O Inglês é a língua oficial, no entanto existem inúmeros dialetos utilizados pela população.

Religião: Cristão, Muçulmanos e Hindus.

Grupos étnicos: Maioritariamente raça negra.

PIB:US $17.83 mil milhões

PIB per capita:US $1,500

Crescimento anual: 6.2%

Inflação: 11.8%

Principais sectores de atividade: Agricultura, industria têxtil e mineira.

Principais parceiros comerciais: Suíça, África do Sul e Tailândia.

Informações úteis

Documentação: Passaporte (com validade mínima de 6 meses) e visto obtido à chegada (50 USD para entrada simples).

Idioma: A língua oficial é o inglês mas também se fala o suahili.

Clima: O clima da Zâmbia é tropical, com temperaturas temperadas e com três estações distintas. Na estação seca, de Abril a Agosto, as temperaturas caem durante a noite e a vegetação é verde e luxuriante.

A estação quente, de Setembro a Novembro, é a melhor altura para avistar a vida selvagem uma vez que a erva alta escasseia. Durante a estação húmida, de Novembro a Março, a chuva cai durante umas horas, mas logo o sol volta a espreitar.

 

 

Temperatura Média em ºC

Lusaka

Jan  Fev  Mar  Abr  Mai  Jun  Jul  Ago  Set  Out  Nov  Dez

 22    22     21    22    19    18    18    19     20    22    24    23

Roupa: Recomenda-se o uso de roupa ligeira e fresca e um agasalho para proteger da chuva que pode cair.

Hora Local: + 1 horas (Abril a Outubro), + 2 horas (Novembro a Março)

Tempo de viagem: O tempo previsto para o voo Lisboa – Livingstone é de, aproximadamente, 12 horas, via Joanesburgo.

Saúde: Antes de viajar deverá fazer a profilaxia da malária. A vacina da febre-amarela deixou de ser obrigatória, sendo no entanto recomendável.

Corrente elétrica: A corrente é de 230V, 50 Hz, e as tomadas são do tipo inglês com três pinos, pelo que é necessário adaptador.

Moeda: Kwacha

Podem trocar-se euros em bancos, hotéis e agentes de câmbio autorizados.

A utilização de cartões de créditos ó é possível nos hotéis e restaurantes das principais cidades. Os ATM’s são raros, mesmo nas principais cidades.

Compras: Tal como nos restantes países africanos, é o artesanato local que desperta a curiosidade. Entre as peças que pode encontrar estão as máscaras e estátuas de madeira usadas nos ritos cerimoniais, instrumentos de música e armas tribais, bem como os objetos em pele e couro e as jóias elaboradas com pedras preciosas.

Turismo da Zâmbia: http://www.zambiatourism.com

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Online

Temos 92 visitantes e 0 membros em linha