Booking.com

 
 
 

Férias na Nicarágua

Nicarágua

Com clima tropical, uma diversidade biológica notável, belas praias e vulcões ativos, a Nicarágua é um destino turístico que ganha mais popularidade ano, após ano.

 Nicarágua Map

Localizada na América Central, a República da Nicarágua faz fronteiras com El Salvador e Honduras a norte, a Colômbia a leste, Costa Rica a sul e é limitada pelo Oceano Pacífico a oeste.

Com uma área total de 130.373 km², a Nicarágua é a maior das repúblicas da América Central em território situada entre o Caribe e o Pacífico.

A população total da Nicarágua é estimada em 6 038 652 habitantes e é, na maioria, multiétnica. A capital, Managua, é a terceira maior cidade da América Central.

A língua principal é o espanhol, embora outras línguas nativas sejam faladas por tribos da costa oriental, como o misquito, sumo e rama, além de um inglês crioulo.

Nicarágua

Região conquistada pelo Império Espanhol no século XVI, a Nicarágua alcançou a independência da Espanha em 1821 e, desde a sua independência até tempos recentes, o país viveu vários períodos de instabilidade política, nomeadamente a ditadura e crises que levaram à Revolução Sandinista de 1960 e 1970.

A Nicarágua é atualmente uma república democrática representativa que tem passado por um crescimento econômico e estabilidade política nos últimos anos.

A diversidade biológica no país também é notável, possuindo um clima tropical e vulcões ativos, fazendo da Nicarágua um destino turístico cada vez mais popular.

Das montanhas vulcânicas ativas paralelas à costa ocidental aos belos lagos Manágua e Nicarágua a sul, a Nicarágua é surpreendente em termos de natureza.

O clima é tropical, com chuvas em maio e outubro. Na agricultura, a principal atividade econômica do país, destaques para a produção do algodão, café, cana-de-açúcar e frutas.

A nível da mineração, continuam a ser extraídos ouro, prata e cobre.

Nicarágua

O turismo na Nicarágua está em contante crescimento e desenvolvimento, sendo atualmente a segunda indústria mais bem sucedida do país.

Ao longo dos últimos 9 anos o turismo cresceu 90%, registando índices de crescimento anual a rondar os 10%.

A cada ano cerca de 250.000 norte americanos visitam a Nicarágua e em 2010 o turismo da Nicarágua ultrapassou o 1.000.000 de visitantes, sobretudo gente de negócios, turistas, surfistas e parentes que visitam suas famílias.

A maioria dos turistas que visitam a Nicarágua são dos Estados Unidos, América Central, América do Sul (Brasil e Argentina) e Europa (sobretudo de países Escandinavos, como Dinamarca e Noruega).

Segundo INTUR (Ministério do Turismo da Nicaragua), a cidade colonial de Granada é o destino preferido para os turistas.

As cidades de León, Masaya, Rivas e o Río San Juan De Nicaragua, as praias de San Juan del Sur, a ilha de Ometepe, o vulcão Mombacho, as Ilhas do Milho (Corn Island e Little Corn Island), entre outras, são as principais atrações turísticas, que também recebem imensos visitantes.

O ecoturismo e a prática do surfe atraem também cada vez mais turistas à Nicarágua.

 

 

Como chegar à Nicarágua

Aeroportos em Destaque na Nicarágua

Augusto Cesar Sandino International Airport (MGA)

 

 

Onde ficar na Nicarágua:

 

 

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias na Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

Destinos de Férias em destaque na Nicarágua:

 

 

Granada / Férias em Granada

Granada

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Granada, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

San Juan del Sur / Férias em San Juan del Sur

San Juan Del Sur

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em San Juan del Sur, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

León / Férias em León

Léon

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em León, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Manágua / Férias em Manágua

Manágua

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Manágua, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Moyogalpa / Férias em Moyogalpa

Moyogalpa

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Moyogalpa, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Big Corn Island / Férias em Big Corn Island

Bir Corn Island

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Big Corn Island, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Matagalpa / Férias em Matagalpa

Matagalpa

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Matagalpa, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Estelí / Férias em Estelí

Estelí

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Estelí, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Masaya / Férias em Masaya

Masaya

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Masaya, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

Pochomil / Férias em Pochomil

Pochomil

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Pochomil, Nicarágua

Viagens e promoções de Férias na Nicarágua

 

 

 

 

 

 

O que fazer na Nicarágua

Imponentes Vulcões e os seus exuberantes parques nacionais, lagos de beleza única, praias espetaculares, cidades coloniais apaixonantes… e muito mais, são algumas das coisas para fazer neste país da América Central que realmente surpreende, e muito, pela sua beleza.

 

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

A não perder na Nicarágua:

 

Vulcão de Cerro Negro

Vulcão Cerro Negro

Que tal escorregar de snowboard no vulcão mais jovem da América Central?

Cerro Negro

Aventure-se no Vulcão de Cerro Negro da Nicarágua.

Pairando sobre a vila de Malpaisillo e a selva circundante, Cerro Negro corta as nuvens e jorra cinzas de sua cratera preta.

Parte do Central American Volcanic Arc, Cerro Negro é um dos vulcões mais ativos do país. Caminhar pelo vulcão é uma missão difícil, porém gratificante, de 1h30 e o leva mais perto da cratera.

Do topo, desfrute das vistas de 360 graus dos vulcões Telica e San Cristobal, e prepare-se para os passeio de retorno numa descida de quase 500 metros da montanha.

Vulcão Cerro Negro

Para descer de snowboard, você vai precisar ser acompanhado por um grupo de excursão. Seu guia irá prepará-lo com um snowboard especialmente adaptado, que lhe conduz pelo lado mais íngreme da cratera em velocidades que chegam a tingir os 60 km/h.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Vulcão Masaya

Vulcão Masaya

Localizado a cerca de 20 quilómetros de distância de Manágua, o Vulcão Masaya é um dos mais acessíveis do planeta.

Ideal para visitar numa viagem de um dia de caminhada no vulcão, ou conduzir até á cratera.

O Parque Nacional do Vulcão Masaya que o rodeia foi o primeiro parque nacional da Nicarágua.

Há um fluxo quase constante de vapor, cinza e gases provenientes do Vulcão Masaya, algo que não é impeditivo de fazer a viagem.

Junte-se a um passeio de Manágua e você vai poder vislumbrar um tipo raro de periquito que pode suportar os gases tóxicos da cratera. Você pode até ter a sorte de ver o magma incandescente que o vulcão ocasionalmente cospe.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Reserva Nacional do Vulcão Mombacho

Reserva Nacional Vulcão Mombacho

O Vulcão Mombacho situa-se ao sul da cidade de Granada.

Um vulcão ativo, mas que não tem entrado em erupção desde o século XVI, o que faz com que seja um local popular para visitantes desejam explorar as redondezas a céu aberto.

Grande parte da área ao redor do vulcão é protegida como a Reserva Nacional do Vulcão Mombacho.

Reserva Nacional Vulcão Mombacho

Caminhando através da Reserva Mombacho, você terá a companhia de belas orquídeas e animais selvagens, assim como da floresta húmida e da floresta anã do vulcão.

Existem algumas espécies em volta do vulcão que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar na Terra.

Poderá chegar a Mombacho e caminhar pelo vulcão por conta própria, mas a maioria prefere reservar viagens com um guia (o trilho difícil que dá acesso à floresta anã exige que você contrate um guia de caminhadas). A Reserva Natural Mombacho encontra-se fechada às segundas-feiras, e abre apenas sob reservas nas terças.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Vulcão Mombacho

Vulsão Mombacho

Com um nome asteca que significa "Montanha Íngreme" o vulcão Mombacho certamente faz jus ao seu nome, com a sua enorme cratera atingindo um pico de 1344 metros.

A última grande erupção do vulcão, há mais de 3 mil anos atrás, foi responsável pela criação de muitas ilhas do Lago Nicarágua e hoje em dia, o Mombacho oferece vistas espetaculares sobre o lago e as ilhas de Granada logo abaixo.

O cume do Mombacho é acessível por estrada, mas a forma mais gratificante de explorá-lo é a pé, passando pelas plantações de café, campos de orquídeas selvagens e intocadas florestas, pontilhadas com fontes termais e fumarolas.

Vários trilhos levam até o cume e através da Reserva Florestal circundante, que é o lar de impressionantes 800 espécies de plantas e 171 espécies de animais e aves, incluindo o quetzal, beija-flores, bugios e espécies indígenas únicas, como a borboleta Mombacho Salamander.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Isla de Ometepe

Com seus dois vulcões envoltos em névoa e erguendo-se das águas do Lago Nicarágua, a Ilha de Ometepe compõe uma bela paisagem através do lago.

Vulcão Concépcion

Um destino popular para viagens de um dia de Manágua ou Granada, Omepete é mais do que apenas uma ilhota de beleza única, é também uma Reserva da Biosfera da UNESCO e suas praias de areia, florestas húmidas e dois vulcões (Concepcíon, de mais de mil metros, e o Maderas, de mais de 1340 metros de altura) são repletos de plantas únicas e vida selvagem.

Olmetepe

Entusiastas ao ar livre vão encontrar várias oportunidades para caminhadas, ciclismo e passeios a cavalo, assim como natação, canoagem e pesca ao longo da costa.

Igualmente fascinantes são as pinturas rupestres pré-colombianas e artefactos da ilha datados de 2000 a.C., que oferecem uma visão intrigante sobre a sua rica história cultural. Contrate um guia local para ajudá-lo a se locomover e direcioná-lo aos melhores trechos de caminhadas.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Somoto Canyon

Somoto Canyon

Atingindo profundidades de até 160 metros e, em algumas partes, tão estreito quanto 10 metros, o grande Somoto Canyon é uma visão surpreendente, criado pelo poderoso Rio Coco, o maior rio da América Central, escavado através de um precipício de rocha sólida.

    Somoto Canyon

Hoje, a garganta é um monumento nacional e uma das mais impressionantes atrações naturais da Nicarágua, que se estende por mais de 3 km e situado junto à fronteira com Honduras.

A melhor maneira de ver o canyon é através de caminhadas ou passeios a cavalo ao longo da borda superior, onde você pode espiar dentro do grande canyon, caminhar através dos campos de orquídeas selvagens e explorar as cavernas de morcegos espalhadas ao longo dela.

Viajantes aventureiros também podem se aventurar para baixo na garganta, enfrentando o rio rochoso ou refrescando-se em uma série de áreas para natação, bem como atividades como caiaque e escalada, entre outras.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Granada

Granada

Construída em 1524, Granada de Nicarágua foi a primeira cidade europeia a ser construída no Novo Mundo.

Nomeada como a cidade natal do conquistador Francisco Córboda, na Espanha, Granada é famosa por sua arquitetura mourisca.

Ligada ao oceano através do Lago Nicarágua, o local rapidamente se tornou um centro conhecido pelo seu comércio de madeira, prata e ouro que atraiu piratas invasores de tão longe quanto a Inglaterra e França, e o americano William Walker, que falhou a conquista de Granada e acabou incendiando grande parte dela em meados de 1800.

Granada

Com cerca de 117 mil habitantes, “La Grand Sultana” é um destino popular para viajantes que vêm passear pelas ruas ladeadas de casas coloniais em tons pastel, visitar o animado mercado local e dar uma espiada nos grandiosos pátios antigos transformados em jardins de charmosos Boutique hotéis.

A cidade é também uma ótima base para aqueles que desejam fazer passeios diurnos para os famosos vulcões e lagos da Nicarágua.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Catedral de Granada

Catedral de Granada

Dominando o horizonte da cidade de casas em tons pastel, a Catedral de Granada fica no lado leste da praça principal, o Parque Colón, numa paisagem de cúpulas vermelhas e paredes amarelo-limão com o vulcão Mombacho ao fundo.

A catedral foi construída originalmente em 1583, sendo um dos prédios mais famosos de Granada.

Em 1856, a Catedral foi incendiada juntamente com grande parte da cidade, durante o ataque do pirata William Walker.

Por ordem do padre Silvestre Alvarez, a reconstrução da catedral iniciou-se em 1880, e o projeto foi supervisionado pelo italiano André Zappata, que modelou a cúpula da Basílica do Vaticano. A falta de fundos fez com que a catedral fosse concluída apenas em 1905. Entre na catedral para ver seus belos arcos e os raios de luzes que a invadem pelas janelas de vitral.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Igreja de São Francisco

Igreja de San Francisco

Quando se fala em prédios icônicos de Granada, nada é tão notável quanto a fachada azul-bebê da Igreja de São Francisco.

A igreja é datada de 1529, tornando-se uma das mais antigas da América Central, mas a construção original foi destruída e reconstruída várias vezes.

O prédio já serviu a vários propósitos durante sua existência – incluindo um abrigo para militares e uma universidade – e hoje é um museu.

Os visitantes podem chegar ao museu da Igreja de São Francisco através de uma porta à esquerda da fachada, e a exibição inclui um modelo em grande escala de Granada e uma excelente seleção de obras de arte de povos nativos da região.

O grande destaque da Igreja de São Francisco (também chamada de Antiguo Convento San Francisco) é a coleção de estátuas da Ilha Zapatera. Estas estátuas de basalto, que datam de 800 – 1200 d.C, foram descobertas e trazidas da ilha na década de 1920.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

 

Las Isletas de Granada

Isletas de Granada

A cidade de Granada fica no Lago Nicarágua, que é um destino popular entre moradores e turistas.

Umas das coisas mais interessantes para fazer durante uma visita ao Lago é explorar as suas várias pequenas ilhas, conhecidas como “Las Isletas de Granada” ou as Ilhotas de Granada.

Isletas de Granada

Há 365 ilhotas no lago, que foram formadas há mais de 20 mil anos atrás, durante uma erupção vulcânica.

As ilhotas variam em tamanho, e muitas delas são de tamanho suficiente para serem habitadas por pessoas.

Algumas das ilhotas de Granada são de propriedade privada, com lares de famíliasou casas de férias, enquanto outras são mais dedicadas a receber turistas, oferecendo uma seleção de lojas, restaurantes e hotéis.

Isletas de Granada

Observadores de aves ficarão ansiosos para explorar “las isletas”, pois a variedade de espécies de aves nelas é incrível. A melhor maneira de ver as Ilhotas de Granada é fazendo um passeio de barco, e as excursões partem de Puerto Asese, a uma curta viagem de táxi do centro de Granada.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

León

Leon

Um dos encantos de uma visita à Nicarágua é explorar as belas cidades coloniais.

Há uma rivalidade histórica entre Granada e León, uma das razões pela qual Manágua (localizada à direita entre as duas) foi escolhida como a capital do país. Em vez de escolher uma delas, por que não visitar as duas e fazer uma comparação por si mesmo?

León fica aproximadamente a 106 km de Manágua, e é a segunda maior cidade da Nicarágua.

A arquitetura colonial de Granada é amplamente considerada como a mais bem preservada, mas León também é impressionante.

León tem servido como um centro de aprendizagem como uma cidade universitária desde o início de 1800, e além disso, esta cidade tranquila é também famosa por suas inúmeras igrejas.

Uma viagem de autocarro de Manágua leva entre uma hora e meia e duas horas, o que faz com que seja possível programar passar um dia inteiro aqui ou ficar uma ou duas noites para uma visita com mais tempo.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Catedral de León

Catedral de Leon

A maior igreja na América Central, a Catedral de León, na Nicarágua, é um Patrimônio Mundial da UNESCO e é bem conhecida por seu design eclético.

Misturando barroco com neoclássico e gótico com mudéjar, a famosa catedral foi construída entre 1747 e 1814, sendo projetada pelo arquiteto guatemalteco Diego Esquival.

Ocupando um quarteirão inteiro, esta catedral peculiar possui um conjunto de escadas estreitas que o levam até o teto em abóbodas. Aqui, você pode conferir os canhões que foram colocados a disposição durante ataques contra a cidade em 1824. Você também conseguirá ver o sino La Libertad, que anunciou a independência da América Central ao mundo.

Catedral de Leon

Desça até o porão da catedral, onde você também poderá ter acesso à três dos túneis que ligam a catedral à outras igrejas de León, construídos como um meio de fuga de piratas invasores. Na capela principal, você verá uma estátua de um Cristo negro que ainda ostenta as feridas causadas pela espada de um pirata.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Ruínas de León Viejo

Ruinas de Leon Viejo

Veja as ruas da antiga León, um dos assentamentos espanhóis mais antigos do Novo Mundo, nas ruínas de León Viejo.

Fundada pelo conquistador Francisco Córdoba, em 1524, a vibrante cidade foi abandonada em 1610, após um enorme terremoto ter levado moradores a reavaliar a localização precária da cidade rodeada por vulcões. Foi decidido que uma nova cidade de León fosse construída a 32 quilômetros ao oeste, e León Viejo foi abandonada sob cinzas e pedras vulcânicas do Monte Momotombo.

Redescoberta em 1967 pela Universidade Nacional, León Viejo é a única cidade colonial do século XVI do Novo Mundo que nunca foi desenvolvida além do seu plano de local original. Hoje, suas ruínas são classificadas como Patrimônio Mundial da UNESCO.

Passeie pelas ruínas de um metro de altura dos restos da cidade e veja o plano de 16 das estruturas originais da cidade, incluindo a antiga praça, o convento, a catedral e o forte.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Parque Nacional Histórico de Tiscapa, Manágua

Parque Histórico Loma de Tiscapa

A margem da Lagoa Tiscapa, formada quando um vulcão entrou em erupção há mais de 10 mil anos atrás, é um ótimo local para obter uma vista panorâmica de Manágua.

Talvez o símbolo mais emblemático da cidade, a estátua do fundador Sandino, fica no topo do Parque Histórico Nacional Loma de Tiscapa, vigiando a cidade. Este é o ponto mais alto da cidade, por isso é um bom lugar para visitar no início da sua estadia em Manágua, para obter uma ideia da disposição da cidade.

A Lagoa Tiscapa foi declarada uma reserva natural em 1991, e novos esforços para limpar a sua água começaram em 2005. Mesmo que você não possa mergulhar na lagoa, poderá sobrevoá-la numa tirolesa (aberta de terça-feira a domingo). A maneira mais fácil de chegar ao parque na área da Lagoa Tiscapa é apanhar um táxi em Manágua.

No caminho ao topo, você vai passar por mais um monumento a um líder respeitado - o monumento Roosevelt, construído em 1939.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

Reserva Natural Apoyo Lagoon (Laguna de Apoyo)

Laguna de Apoyo

Acredita-se que a Laguna de Apoyo foi criada há mais de 20 mil anos atrás, após o cone do vulcão Apoyo ter implodido, tendo seu início quando rios subterrâneos e águas pluviais preencherem a cratera.

A Laguna de Apoyo fica entre dois outros vulcões da Nicarágua: Masaya, ao norte, e Mombacho, ao sul.

Parte de uma reserva natural, a lagoa é considerada o local para natação mais limpo da Nicarágua. A área circundante é parte de um ecossistema da floresta tropical seca com uma fauna diversificada.

Existem mais de 500 espécies de plantas e árvores secas tropicais, e mais de 200 espécies documentadas de aves. Répteis, como iguanas verdes, e uma enorme variedade de pássaros também são predominantes na área. As águas azuis e limpas da Laguna de Apoyo são ventiladas termicamente dentro da cratera, e mantém um temperatura agradável durante todo o ano. Há muitas atividades aquáticas, como mergulho e caiaque, para manter os visitantes ocupados, embora relaxar na margem do lago também seja uma opção.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

San Juan de Oriente

San Juan del Oriente

Está à procura de boa cerâmica enquanto visita a Nicarágua? Então siga para a pequena vila de San Juan de Oriente, onde praticamente todos os habitantes são oleiros.

Enquanto você passeia pelas ruas estreitas da aldeia, parando em diferentes atelieres ao longo do caminho, você verá todos os tipos de cerâmica, incluindo colares artesanais, vasos, pratos e animais de cerâmica com base no folclore nicaraguense.

Fundada em 1585, a bonita vila era originalmente conhecida como San Juan de los Platos (São João dos Pratos), pois artesãos da vila costumavam fabricar os pratos usados em festas religiosas locais.

Alguns dos artesãos favorecem designs pré-colombianos, enquanto outros trabalham com formas geométricas modernas reminiscentes de M.C. Escher.

Vale a pena dedicar algum tempo pra visitar cada atelier, a maioria dos quais se encontram nas próprias casas dos oleiros, já que cada família tem o seu próprio estilo, tradicionalmente passado de geração em geração.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Catarina

Catarina

De buganvílias a orquídeas, dálias a jasmins, a pequena cidade de Catarina transborda com flores e ervas que brotam de viveiros, jardins e cestas florais espalhadas pela cidade.

Nos fins de semana, você verá nativos e turistas vindo de Managua, Masaya e Granada para sentir o cheiro das flores e comprar belos arranjos para suas casas.

Mais um lar de flores do que de pessoas, Catarina também é conhecida por seus cesteiros e escultores.

Poderá adquirir artefactos feitos localmente na Villa de Artesanias, à entrada da cidade.

Catarina também é lar de vários restaurantes animados, e em novembro e dezembro, há várias feiras de rua, como o festival de Santa Catalina.

Catarina também é conhecida por suas vistas para Laguna de Apoyo e para os vulcões e ilhas mais além. Nas margens do lago, é fácil de encontrar o Mirador de Catarina, e em dias ensolarados, você consegue ver toda a paisagem que vai até os picos gêmeos de Ometepe.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Lago Nicarágua (Lago Cocibolca)

Lago Nicarágua

O maior lago da Nicarágua atende por vários nomes: Lago Nicarágua, Lago Cocibolca, Lago Granada e até “Mar Doce”. O nome oficial é Lago Nicarágua, mas já que se encontra pertinho da cidade de Granada, você pode chamá-lo de Lago Granada.

Lago Nicarágua

O lago é uma importante fonte de atividades na região, tanto para visitantes como moradores, e seu tamanho possibilita que todos tenham espaço para entrar e desfrutar de suas águas.

Aqui poderá fazer passeios de barco ou caiaque pelo Lago Nicarágua e explorar Las Isletas (arquipélago de pequenas ilhas), fazer uma viagem para Isla Zapatera ou passar uma noite na maior ilha do lago, Ometepe.

Este enorme lago é lar de algumas criaturas maiores do que você imaginaria, incluindo tubarões-touro. As condições meteorológicas podem fazer com que a superfície do lago fique um tanto agitada (e os passeios de barco sejam incômodos para quem sofre de enjôo) – aí você pode entender como o Lago Nicarágua acabou recebendo o apelido irônico de “Mar Doce”.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

 

 

 

 

 

Masaya

Masaya

Durante a sua visita a Nicarágua, caso esteja à procura de joias, cadeiras de balouço, redes ou blusas tradicionais feitas localmente à mão, faça uma visita à cidade de Masaya.

Masaya

Seu famoso Mercado Artesanías situa-se num antigo prédio gótico datado do século XIX. Ao passear pelo mercado, confira as tecelagens de cânhamo de alta qualidade e colares artesanais, assim como praticamente qualquer tipo de produto que você possa imaginar.

Em Masaya, aproveite para passear ao longo da bela avenida à beira do lago, descobrindo as praças e igrejas históricas do século XV no seu trajeto. Programe a sua estada para fazer uma visita ao enorme Mercado Central de Masaya, que fica a dois quarteirões de distância do Mercado Artesanías. Aqui, vende-se praticamente tudo o que possa imaginar, várias bancas que vão desde talhos a bancas de produtos eletrónicos.

As melhores excursões e actividades na Nicarágua

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Online

Temos 64 visitantes e 0 membros em linha