Booking.com

 
 
 

Ilha de Santiago

Ilha de Santiago

A maior e considerada a mais africana de todas as ilhas de Cabo Verde, Santiago pertence ao grupo de Ilhas do Sotavento e estende-se por cerca de 75 km de comprimento, no sentido norte-sul e cerca de 35 km de largura, no sentido leste-oeste, uma ilha espetacular onde os contrastes são nítidos.

 

Cidade da Praia

A cidade da Praia é a capital e cidade mais populosa de Cabo Verde.

 

Aeroporto da Praia

O Aeroporto Internacional da Praia é o principal ponto de entrada internacional da Ilha de Santiago e situa-se a cerca de 3 quilómetros do centro da cidade. O aeroporto recebe voos internacionais procedentes de Lisboa, Paris, Amesterdão, Munique, assim como da América do Sul (Fortaleza, Brasil), da América do Norte (Boston) e do continente africano, além dos voos domésticos.

 

Ribeira de São Domingos

Ribeira Grande de Santiago, antes Cidade Velha, a 15 km a oeste da Praia, na costa, foi a primeira capital de Cabo Verde.

Cerca de 50 km a norte da Praia localiza-se a cidade de Assomada com o seu concorrido mercado e o Museu da Tabanka.

Tarrafal

A norte da ilha, a cerca de 75 km da Praia, está a vila do Tarrafal, praia de areias claras e palmeiras, com alguma estrutura turística.

 

 

O que fazer na Ilha de Santiago

Em Santiago encontra uma infinidade de montanhas e vales, percursos e trilhos, muito para descobrir naquela que é a maior ilha do arquipélago e que acomoda metade da população do país.

Considerada o berço da cultura cabo-verdiana, a ilha de Santiago oferece uma riqueza cultural, gastronómica e paisagística, únicas, para além de belas praias que são uma das principais razões da escolha da maioria dos visitantes que fazem desta ilha destino das suas férias ano após ano.

É aqui também que encontrará as memórias de outros tempos, no silêncio e nas ruínas da Cidade Velha, antiga Ribeira Grande, primeira cidade portuguesa.

Possui igualmente bonitas baias e enseadas como São Martinho, Praia-Baixo, São Francisco, Tarrafal e de Ribeira de Prata, merecem uma visita e…um mergulho obrigatório!

O mercado do sucupira (mercado popular) e o de verduras na cidade da Praia constituem, também, passagens obrigatórias.

Venha daí e deixe-se envolver pela magia contagiante da ilha mais africana do arquipélago.

 

 

Como se Deslocar na Ilha de Santiago

Transportes públicos garantem durante todo o dia ligações à Praia ao Tarrafal.

Mais vagarosa é a ligação que percorre a costa Leste da ilha. Partem do mercado Sucupira, situado a Oeste do Plateau da Praia.

Para a Cidade Velha, os transportes partem de Terra Branca, bairro a Sudoeste do Plateau.

Alugar um táxi durante um dia pode custar 7.000$, mas existe uma oferta diversificada de veículos para alugar e várias possibilidades de excursões para toda a a ilha.

Se as excursões não forem efetuadas pelos hotéis ou Agências de Viagens, os preços são sempre negociáveis.

 

 

Excurses

 

Um Pouco de História

Na ilha de Santiago, o contraste entre os ingredientes culturais negros e brancos do passado do arquipélago revela-se com nitidez.

Na costa Sul, a 10 km da cidade da Praia, a primeira capital de Cabo Verde – Ribeira Grande – revela ainda hoje a sua ascendência europeia, enquanto que as populações que habitam nas montanhas – cujos antepassados foram escravos que fugiram à repressão – denotam comportamentos culturais tipicamente africanos.

Os navegadores António Noli e Diogo Gomes chegaram a Santiago em 1460 e estabeleceram a primeira colónia portuguesa na Ribeira Grande (atual Cidade Velha). A cidade prosperou como entreposto comercial, reabastecendo navios e no tráfico negreiro. A vulnerabilidade da sua orla costeira, exposta a constantes ataques de piratas e corsários, determinou o seu declínio e transferência, em 1770, da capital e sede do governo do arquipélago para a cidade da Praia.

Entre os corsários famosos que atacaram a Cidade Velha, destacam-se Francis Drake que, em 1585, a saqueou e, em 1712, o pirata francês Jacques Cassard repetiu a façanha.

Santiago tem atualmente 260 mil habitantes, dos quais cerca de 120 mil residem na cidade da Praia.

 

 

Onde Ficar

A oferta é muito variada, tanto em preço como em qualidade, embora a cidade da Praia ofereça uma gama mais diversificada de hotéis, pousadas e pensões.

Também encontrará alojamento no Tarrafal, Santa Catarina, Cidade Velha, Calheta de São Miguel, Rui Vaz e Santa Cruz.

Aqui encontra a melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias na Ilha de Santiago, Cabo Verde.

banner 320x50 pt

 

 

Onde Comer

A oferta é variada em toda a ilha, embora a capital ofereça uma maior gama de opções, quer ao nível de pratos tradicionais – churrasco de frango e pintchos (espetada de carne de porco) – como de cozinha mais sofisticada. A cachupa e as refeições de marisco são muito procuradas.

Existem restaurantes que servem receitas de comida internacional.

Aventure-se no interior insólito da ilha...

 

Para além do fulgor da capital, Santiago é uma ilha de montanhas escarpadas, rochas vulcânicas e vales verdejantes.

Nesta viagem pelo interior místico, não deixe de visitar o colorido mercado da Assomada, um importante ponto comercial, com um ambiente singular, numa mistura entre campo e cidade.

Não perca também o vale de S. Domingos, o Pico d’ Antónia (o ponto mais elevado da ilha).

A Jardim Botânico de S. Jorge, “Rui Vaz”, o Parque Natural de Serra Malagueta, Calheta de São Miguel e Santa Cruz, São Lourenço dos Órgãos e São Salvador do Mundo são igualmente pontos de visita obrigatórios.

 

Jardim Botânico Nacional - Fresco, verdejante e alegre. Fica em São Jorge dos Órgãos, anichado na Serra do Pico d’Antónia.

Parque Natural da Serra da Malagueta - A área do parque da Serra Malagueta compreende o atual perímetro florestal estatal e algumas escarpas onde a presença de endemismos seja significativo. A área contém o maior número das plantas endémicas da ilha de Santiago (26) 14 dos quais estão classificados como ameaçadas na lista vermelha de Cabo Verde.

 

Museu Etnográfico da Praia - Rua 5 de Julho, Porta Nº. 45. Plateau. Praia. Tel: 261 84 21

E-mail: nmuseolóEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O Museu foi inaugurado em 1997 para albergar um acervo de objeitos que representam os usos e costumes tradicionais do povo cabo-verdiano.

O Museu Etnográfico da Praia, através de coleções relacionadas com a atividade agropecuária; a pesca; a tecelagem (cestaria, panaria); a latoaria; a olaria; utensílios de moagem e acessórios, procura dar a conhecer e perpetuar a memória coletiva do povo cabo-verdiano.

Horário de Visita: Segunda à Sexta-Feira das 09H00 – 12H00 e das 14H00 às 18H00

Pagamento de Ingresso: 100$00 pela entrada, com a exceção de crianças; terceira idade; estudantes; Delegações (quando pedem, à priori, a devida autorização).

 

Museu de Arqueologia

Rua Cabo Verde Telecom (Atrás do Estado Maior das Forças Armadas), Chã-de-Areia, Praia

Tel: (238) 261 88 70.

E-mail: nmuseolóEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O atual Museu foi inaugurado em 24 de Outubro de 2008, depois de se ter feito obras de requalificação do edifício. O acervo do Museu é constituído por coleções resultantes das escavações arqueológicas subaquáticas levadas a cabo nos mares do Arquipélago de Cabo Verde, pelas empresas Sul Africana, Afrimar e Portuguesa, Arqueonautas S.A. (na sua maioria) e ainda das escavações arqueológicas terrestre levadas a cabo na Cidade Velha (Ribeira Grande de Santiago).

Horário de Visita: Segunda à Sexta-Feira das 09H00 – 12H00 e das 14H00 às 18H00

Pagamento de Ingresso: 100$00 pela entrada, com a exceção de crianças (dos 9 aos 14 anos); pessoas da terceira idade; estudantes (provisoriamente); Delegações (quando pedem, à priori, a devida autorização).

 

Igreja de Nossa Senhora da Graça

Edifício com mais de 200 anos, instalado bem no coração da cidade, perto dos Paços do Concelho e do Palácio da Justiça.

 

Praça Alexandre de Albuquerque

Localizada no coração do primeiro bairro residencial da cidade; o Plateau.

 

Palácio da Cultura

Plateau. Tem um cyber café e uma livraria. Promove eventos culturais.

 

Mercado de Sucupira – Praia

Vende de tudo, do vestuário ao artesanato, da música à doçaria. É um retrato antropológico fiel do local.

 

Cidade Velha (Ribeira Grande de Santiago)

A vinte minutos da capital, berço histórico de Cabo Verde e Património Mundial, a Cidade Velha tem muito o que visitar, nomeadamente:

Ruínas da Sé Catedral - Cidade Velha

Um dos mais emblemáticos e imponentes edifícios do período colonial.

Fortaleza Real de São Filipe

Situado no planalto, à entrada do centro histórico da Cidade Velha, este monumento oferece uma vista magnífica da vila e da ribeira. A sua construção data do século XVI.

Pelourinho - Cidade Velha

Beneficiou de obras de restauro. Símbolo do poder municipal e local onde a justiça era aplicada.

Convento de São Francisco - Cidade Velha

Edifício do século XVII, parcialmente restaurado. Sítio de paz e tranquilidade relembrando a construção de antigas igrejas.

Sala de exposição “ NOS GUENTIS”

A sala de exposição “ Nos Guentis” insere-se no projeto de valorização das tradições culturais do mundo rural cabo-verdiano. Do ponto de vista turístico, procura ser um espaço de promoção da cultura que se produz na zona de São Jorge, bem como das atividades agrárias e do trabalho do INIDA.

Horário de funcionamento: 08h -14h, todos os dias, exceto sábados e domingos.

Centro Cultural Museu da Tabanka - Praça Gustavo Monteiro. Assomada - Santa Catarina. Tel: 265 28 00.

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Foi inaugurado em Fevereiro de 2000 e está instalado num edifício do séc. XIX restaurado que foi outrora usado como edifício governamental.

Situado bem no coração de Assomada, o seu espólio relata a história da vila e do concelho de Santa Catarina. Também possui objetos associados ao ritual musical da Tabanka.

Horário de Visita: Terça à Sexta-Feira das 09H00 – 13H00 e das 15H00 às 18H00 e no Sábado das 09H00 às 16H00 (horário contínuo)

Pagamento de Ingresso: Todos os visitantes pagam um preço simbólico de 100$00 pela entrada, com a exceção de crianças; pessoas da terceira idade; estudantes; Delegações (quando pedem, à priori, a devida autorização).

Museu da Resistência (Campo de Concentração do Tarrafal)

Campo de Concentração - Chão Bom – Tarrafal - Tel: 266 68 26.

Criado em 1936 para encarcerar presos políticos, foi encerrado na década de 70. É hoje considerado Monumento Nacional.

Horário de Visita: Segunda ao Domingo das 08H00 às 18H00 (sem interrupção)

Pagamento de Ingresso: Todos os visitantes pagam um preço simbólico de 100$00 pela entrada, com a exceção de crianças (dos 9 aos 14 anos); pessoas da terceira idade; estudantes (provisoriamente); Delegações (quando pedem, à priori, a devida autorização).

Viva aqui a história e a cultura de Cabo Verde...

Santiago é a ilha de todos os contrastes, desde as praias amenas, às paisagens únicas, aos traços da ruralidade no interior, passando pelos fragmentos de história que nos transportam a épocas longínquas.

Conheça o berço da nacionalidade cabo-verdiana – Cidade Velha – onde reina, imponente, a Fortaleza Real de São Filipe. Visitar Santiago é descobrir as raízes do país e as marcas do povoamento, enquanto se deixa envolver pela morabeza e pelos ritmos frenéticos do batuque.

Uma visita à comunidade dos “Rabelados” (comunidade que ficou muitos anos isolada do resto e que manteve modos de vida ancestrais) impõe-se ao visitante.

Após uma agradável viagem pelo interior da ilha, chegamos a uma baía rodeada de coqueiros, onde fica uma das praias mais paradisíacas de todo o Arquipélago de Cabo Verde: o Tarrafal.

O concelho, que se localiza no norte da ilha de Santiago, alberga também o ex-campo de concentração do Tarrafal, hoje transformado em museu. Criada pelo Governo Português em 1936, a Colónia Penal do Tarrafal, também conhecida como “Campo do Tarrafal”, foi durante anos local de atrocidades e atentados aos direitos humanos, até ser encerrado em 1954.

Descubra a variedade de momentos de lazer da capital...

A multiplicidade artística de Cabo Verde tem forte expressão na capital, a cidade da Praia. Existe uma ampla oferta a nível de restaurantes, bares, museus e atividades culturais, desportivas e de lazer. Nos muitos restaurantes existentes, a gastronomia é variada e de sabores únicos, oferendo desde pratos típicos, como a cachupa, às especialidades com peixe e marisco, acompanhadas, quase sempre, de música ao vivo aos fins-de-semana. Dê um passeio pelo Platô, centro histórico e nevrálgico da cidade da Praia, e descubra a agitação do mítico restaurante “Quintal da Música”, que proporciona noites e momentos inesquecíveis de convívio, sabores, aromas e riqueza artística.

Vida Noturna

Aos fins-de-semana a cidade da Praia enche-se de uma alegria frenética que se prolonga noite dentro nas discotecas, bares, pubs e, até, nos restaurantes, muitos dos quais têm música ao vivo.

Festas Regionais

Tarrafal - Dia do Município - 15 de Janeiro

São Domingos - Festa de Nho Febrero - 02 de Fevereiro

Em diversas localidades - Dia de Cinzas 4ª feira depois do Carnaval

São Domingos - Dia do Município - 13 de Março

Picos - São Salvador do Mundo - 15 dias depois da Páscoa

São Jorge dos Orgãos - Dia de São Jorge - 23 de Abril

Serra Malagueta - Dia de São José - 01 de Maio

Santa Cruz - Festa de Nha Bela Cruz - 03 de Maio

Ribeira de São Miguel - Festa de São Miguel Arcanjo - 08 de Maio

Assomada - Dia de Nossa Sra. de Fátima - 13 de Maio

Ribeira da Barca - Dia de Imaculada Conceição - 31 de Maio

Santa Cruz - Dia do Município - 25 de Julho

Vila de Calheta - Dia de Nossa Sra. do Socorro - 15 de Agosto

Calheta São Miguel - Dia do Município - 29 de Setembro

Santa Catarina (Assomada) - Dia do Município - 25 de Novembro

Ribeira da Prata - Nossa Sra. da Boa Esperança - 18 de Dezembro

Compras

Na cidade da Praia – mercado de Sucupira – Tarrafal, Assomada e Calheta de S. Miguel encontrará artesanato local variado, sobretudo cerâmica, tecelagem, cestaria e escultura em madeira.

Em S. Jorge e São Domingos existem postos de venda de artesanato, onde é possível assistir aos artesãos fabricando os objetos artísticos.

Na Assomada realiza-se uma feira de artesanato todas as quartas e sábados e no Tarrafal todas as segundas e quintas. Existe também artesanato oriundo do continente africano, sobretudo do Senegal.

Organize as suas viagens de férias aqui

Para além de algumas informações acerca de cada destino, partilhamos aqui algumas ferramentas que utilizamos para organizar as nossas viagens para que também o possa fazer de forma fácil e rápida, economizando algum tempo e dinheiro.
Desde a simples reserva de Pacotes de Férias, Circuitos Turísticos ou Cruzeiros para aqueles que não gostam de ter muito trabalho no planeamento, até às reservas de  voos, hotéis ou outro tipo de alojamento, aluguer de carro e contratação de seguro de viagem, especialmente para aqueles que gostam realmente de escolher tudo e planear as férias ao pormenor.
Disponibilizamos ainda a possibilidade de reservar antecipadamente alguns passeios turísticos e ingressos para atrações no destino, poupando assim tempo e evitando filas de espera nas principais atrações do destino escolhido para as próximas férias.

travel 2 icon

 

Pacotes de Férias

tracking route icon

 

Circuitos

cruise icon
 

Cruzeiros

Transport Airplane icon
 

Voos

Household Bed icon
 

Hotéis

car icon
 

Aluguer de Carro

colosseum icon
 

Passeios Turísticos

insurance icon
 

Seguro de Viagem

 

 

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Online

Temos 77 visitantes e 0 membros em linha