Booking.com

 
 
 

Ilha do Fogo

De origem vulcânica, a ilha viu nascer o seu nome em torno do imponente vulcão que, ainda hoje, se encontra ativo.

Ilha do Fogo

Basta andar um pouco para trás, até 23 de Novembro de 2014, para termos uma ideia da atividade do imponente vulcão da Ilha d Fogo – entrou em erupção, destruindo casas e outras infraestruturas e terrenos agrícolas nos povoados de Portela e Bangaeira, para desespero dos seus habitantes.

Ilha do Fogo

Fogo é uma das ilhas mais férteis de todo o arquipélago e, quem por aqui passa, tão cedo não esquece os contrastes, os sabores e aromas.

De cor negra, quente e verde tenro, a ilha que produziu, em tempos, algodão e café e, que a colocou nas rotas dos escravos, é agora terra do sabor e aroma únicos do vinho e do café.

 

Vulcão da Ilha do Fogo

A colonização trouxe para esta terra os traços de uma arquitetura ainda preservada, aos quais não faltam os sobrados, ícones da história deste povo.

Fogo convida, ainda, a belas caminhadas não só para espeleologistas, mas também para todos os que quiserem conhecer os mais belos traços de uma cultura afro-europeia.

Ainda ativo, o vulcão da ilha do Fogo é uma figura imponente em toda a ilha, principalmente se estivermos na pequena aldeia da chã das caldeiras, localidade situada no sopé do cone principal do vulcão.

Ilha do Fogo

O aspeto de paisagem lunar de chã das caldeiras impressiona qualquer visitante, envolvendo este na mística da paisagem, com o vulcão, mesmo ao lado, imponente.

 

Surpreenda-se com a singularidade da cultura e a beleza do seu povo...

Entre histórias e danças, o povo da ilha do Fogo caracteriza-se por apontamentos físicos muito distintos das outras ilhas cabo-verdianas, como os cabelos louros e olhos azuis, herança genética do francês Armand Montrond.

Além da herança genética, Armand Montrond deixou uma herança cultural distinta, que se revela nas técnicas de produção de vinho e do café e na música.

Para além do artesanato local, confecionado em lava, chã das caldeiras é o sítio ideal para se deixar levar pelos sons da dança da “Talaia Baixo” ou dos bailes populares que acontecem por toda a ilha.

A “bandeirona” é uma manifestação cultural das mais populares de todo o arquipélago, a qual vale a pena assistir, por ocasião do 1º de maio

 

 Fogo

 

Locais a visitar:

 

 

São Filipe

São Filipe

O melhor ponto de partida para a descoberta da Ilha do Fogo, São Filipe está acantilada num penhasco debruçado sobre uma praia de areia preta violentamente fustigada pelo mar.

A capital do Fogo é uma cidade de edifícios coloridos, embelezados com azulejos em terracota, praças e sobrados que refletem com rigor o gosto colonial português.

Nas varandas de madeira das casas crescem buganvílias e do passeio público avista-se, em baixo, o mar quase sempre revolto.

Aqui encontra a melhor seleção de alojamento para férias em São Filipe

banner 320x50 pt

 

 

 

Chã das caldeiras

conhecida localmente por Tchã. A estrada que vai de São Filipe para o vulcão atravessa primeiro uma paisagem amena pontuada por quintas abandonadas e picos vulcânicos. Subitamente, a estrada torna-se muito íngreme, contornando maciços de lava até desembocar no silêncio arrebatador da cratera. As paredes escuras do vulcão e os blocos de lava espalhados pelo solo são intimidantes. cerca de 1.200 pessoas vivem neste cenário inóspito, recentemente classificado de reserva natural.

 

 

Alto da Aguadinha

Miradouro com uma vista espetacular de São Filipe.

 

 

Espigão (Falésia Spigon)

Miradouro situado na costa Leste da ilha, perto de cova Figueira, com uma vista panorâmica do vulcão e do oceano. Nos dias limpos vê-se ao longe a ilha de Santiago.

 

 

 

Igreja matriz

Igreja Matriz

Edifício de finais do séc.XIX, ao estilo colonial.

 

 

Casa da memória

A casa acolhe uma exposição permanente, evocando, através da mobília e dos objetos apresentados, o passado da Ilha do Fogo e de Cabo Verde. Dispõe de uma biblioteca especializada e de uma sala de leitura, com mais de 400 livros e documentos sobre a história e a cultura de cabo Verde, com realce para a Ilha do Fogo.

O grande pátio interior é convidativo para conferências, projeção de documentários e filmes de reflexão, outros eventos culturais, como lançamento de livros e convívios.

Horário: quartas, quintas e Sextas, das 10h00 às 12h00 ou por marcação.

 

 

Capela de Nossa Senhora do Socorro

Situada junto ao mar, na localidade de Nossa Senhora do Socorro. É uma capelinha particular do séc. XIX que merece e necessita ser restaurada.

 

 

Museu municipal de São Filipe

Museu Municipal de São Filipe

Museu   inaugurado em Janeiro de 2009.

Tem uma sala com fotos antigas, a sala do Arquipélago onde pode encontrar mapas de todas as ilhas de cabo Verde e onde também decorre uma reportagem fotográfica sobre a última erupção vulcânica da   ilha do Fogo.

Foi efetuada também uma amostra da história da ilha do fogo e um espaço com várias peças antigas, os mais diversos tipos de plantas existentes em cabo Verde e muito mais.

Horário: De segunda a sexta-feira, das 10h00 às 15h00, Sábados das 10h00 às 12h00.

 

 

 

 

Aventure-se numa caminhada até ao topo do vulcão...

Vulcão Ilha do Fogo

O vulcão, de quase três mil metros de altitude, é o ponto mais elevado de todo o arquipélago.

Escalá-lo, de chã das caldeiras até ao seu topo, constitui uma experiência inesquecível para todos, numa paisagem agreste, lunar e fértil.

Venha explorar os trilhos cravados nas montanhas, acompanhado pelos aromas dos cafezais e das vinhas...

As vinhas e os cafezais da ilha do Fogo proporcionam momentos aromáticos e singulares nos passeios às plantações. Aproveite estes momentos e delicie-se com o vinho e o café do Fogo, cultivados em zonas inóspitas e vulcânicas, cujos microclimas lhes atribuem sabores e aromas singulares.

 

 

ITINERÁRIOS

Deve começar a subida para o Pico do vulcão na cooperativa, localizada em chã das caldeiras. Aconselhamos o mesmo com as caminhadas na cratera do vulcão.

Portela, Pico de 1995, Portela.

Itinerário com 7 km, percorrido em 2.30 h.

Bangaeira, limite superior da cratera, Bangaeira. Itinerário com 14 km, percorrido em 6h.

 
Promoções
 
Hotéis

 

ref-booking-large
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
logo logitravel
Cruzeiros
 
 
 

Excurses

 

 

Online

Temos 82 visitantes e 0 membros em linha

Voos

 

My Hotelbooking