Booking.com

 
 
 

Chiang Rai

Outra das verdadeiras joias do norte da Tailândia, a Cidade de Chiang Rai é ainda um destino algo provinciano, bastante tranquilo e com uma atmosfera bastante agradável que facilmente conquista qualquer visitante.

Chiang Rai localiza-se a nordeste de Chiang Mai, a 197 quilómetros de distância e, comparativamente à sua cidade vizinha é bem mais tranquila e algo mais genuina mas igualmente bastante rica em atrações históricas e culturais, pelo que, caso Chiang Mai esteja no seu itinerário de visita, vale bem a pena incluir uns dias em Chiang Rai.

Como Chegar a Chiang Rai:

Aeroportos em Destaque:

Aeroporto Internacional de Chiang Rai (CEI) 7,4 km

 

Onde Ficar em Chiang Rai

Chiang Rai / Férias em Chiang Rai

Chiang Rai

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Chiang Rai, Tailândia

banner 320x50 pt

 

Fundada em 1262 como a capital da dinastia de Mengrai, depois de Chiang Saen, Chiang Rai mantêm até aos dias de hoje uma forte identidade de Lanna, principalmente através de sua impressionante coleção de templos, arte, linguagem, gastronomia e música.

 

 

Flying Reimagined

 

O que fazer em Chiang Rai

 

Excursões e Actividades em Chiang Rai

Ao contrário de Chiang Mai, a Chiang Rai oferece pouca diversidade quando se trata de vida noturna, entretenimento e compras, e a maioria está concentrada na área ao redor da Torre do Relógio.

 

O setor turístico tem conhecido alguma evolução em Chiang Rai, começando com o seu próprio Night Bazaar, Saturday Walking Street e Jazz Festival. A zona da cidade à beira do rio continua a ser pouco desenvolvida, apesar da existência de alguns hotéis de luxo nesta zona da cidade. O rio Mae Kok é um dos locais que vale bem a pena explorar toda a beleza pelo que não se fique apenas pelas margens do mesmo, contrate um barco de cauda longa e aproveite para explorar o Mae Kok ao pormenor.

 

 

 

 

As atrações de Chiang Rai

Chiang Rai é ​​considerado um dos assentamentos mais antigos da Tailândia.

Menos conhecida do que Chiang Mai como destino turístico, Chiang Rai é uma cidade fascinante em todos os aspetos, no entanto é a sua forte associação com a cultura étnica do Tai - as origens do povo Lanna - que ainda pode ser vista no templo e na arquitetura do museu em torno da área da cidade que faz desta cidade um destino realmente especial.

Apesar da forte identidade Lanna, Chiang Rai também foi abençoada por um novo movimento artístico, que tenta modernizar a essência cultural Lanna para que ela ofereça uma nova perspetiva sobre o que constitui "Lanna-ness" no mundo moderno. O famoso Templo Branco, o principal e mais conhecido cartão de visita de Chiang Rai, é o melhor exemplo deste movimento.

Excursões e Actividades em Chiang Rai

 

 

 

 

Wat Rong Khun

Este templo branco de aparência bizarra, localizado a cerca de cinco km a sul da cidade de Chiang Rai, é a obra prima de Chalermchai Kositpipat, um artista plástico e escultor natural de Chiang Rai. Chalermchai Kositpipat fez uma abordagem não convencional à arquitetura do templo, fundindo elementos de sua própria imaginação (branco, não ouro, como uma cor pura para encarnar o sacralismo dos templos) com ensinamentos budistas ortodoxos sobre o céu, o inferno, o carma e os pecados terrenos.

O templo está cheio de simbolismos budistas, desde seu layout, arquitetura, até os ornamentados relevos e decorações de espelho. O acesso ao templo é feito pela capela principal (ubosot), através de uma ponte estreita que passa sobre um conjunto de mãos erguidas e supostas que representam as almas que sofrem no inferno. A partir daí, não há volta, pois o único meio é subir de "para o céu" através do percurso guardado pelos demônios para o ubosot. No interior, duas imagens de Buda parecem estar flutuando num pedestal de lótus, colocadas contra murais elaboradamente pintados em vários tons de ouro e outras cores. Em vez de personagens tradicionais, Chalermchai usa ícones da cultura moderna, como naves espaciais, o super-homem e até Neo do filme Matrix para contar as histórias da vida do Buda e seus ensinamentos sobre esses murais, criando uma impressão bastante impressionante e duradoura sobre visitantes.

Do ubosot, continue até ao museu onde são exibidas as obras de arte de Chalermchai, passe pela loja de lembranças e visite o estúdio onde os artefactos são montados e decorados com espelhos antes de serem içados e fixados na estrutura de concreto dos edifícios. De certa forma, Wat Rong Khun é semelhante à Sagrada Família de Antoni Gaudi em Barcolona.

Quando Chalermchai idealizou a construção deste templo estabeleceu um grande plano para seu projeto e construção, mas, tal como o grandioso trabalho de trabalho de Gaudi, nunca será completado.

Construído em 1998, a capela principal do templo não será completamente concluída (com todas as decorações e murais) antes de 2020, e muito menos as outras estruturas que o cercam. Quando a sua construção estiver concluída, o Wat Rong Khun terá no total nove estruturas completamente decoradas com os relíquias e espelhos de swirly que o wat tornou famoso.

Horário de funcionamento: Diariamente da 06.30  às 18.00 (Templo); 08:00 – 17:30 de Segunda a Sexta (Museu)

Localização: A cerca de 13 quilómetros ao sul do centro de Chiang Rai

Como chegar:  Alugando um songtaew ou um motociclo.

Excursões e Actividades em Chiang Rai

 

 

Flying Reimagined

 

 

Chiang Rai Clock Tower - Torre do Relógio de Chiang Rai

No largo onde Phaholyothin Road e Banpaprakan Road se encontram, situa-se mais uma joia arquitetónica de Chiang Rai, uma torre de relógio dourada, construída em 2008 para homenagear Sua Majestade o Rei Bhumibhol Adulyadej.

Com estilo e assinatura de Chalermchai Kositpipat, o artista que concebeu e construiu o Templo Branco, a torre do relógio ganha vida todas as noites às 19:00h, 20:00 e 21:00, com um espetáculo de luzes e som que atrai imensos visitantes ao local.

Excursões e Actividades em Chiang Rai

 

 

300x250 Generic

 

 

 

Hill-Tribes Museum and Education Centre

Uma visita às aldeias da tripo da montanha é algo imperdível no norte da Tailândia, mas antes de o fazer, nada como familiarizar-se antes com a sua cultura de modo a tirar o máximo proveito da visita. Para tal nada como visitar antes o Museu das tribos da montanha e centro de educação.

O museu tem como objetivo conscientizar o turismo responsável ao educar os visitantes sobre as comunidades de tribos étnicas da Tailândia e etiquetas locais que devem observar ao visitar as aldeias das tribos da colina. Abrigado dentro de duas salas de exposições, o primeiro mostra a história, os costumes e as tradições das sete principais tribos que habitam as terras altas do norte da Tailândia, nomeadamente Karen, Hmong (Meo), Yao, Lisu, Lahu, Lawa e Akha.

Durante a visita ao Museu e centro de educação, poderá assistir a uma série de apresentações de vídeo (disponível em cinco línguas) para saber mais sobre as tribos da montanha, antes de prosseguir para a segunda exposição de fantasias tribais coloridas e bambu como um material natural essencial para as tribos.

Horário: 09:00 - 18:00 (Seg - Sex); 10:00 - 18:00 (fins de semana e feriados) Localização: 3º andar Edifício PDA, na Estrada Thanalai

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

Excursões e Actividades em Chiang Rai

 

 

Destinations rio  2_400 x 400

 

 

King Mengrai the Great Monument

O coração espiritual de Chiang Rai, este monumento de tamanho real é dedicado ao rei Mengrai o Grande (1262 - 1311), fundador do Reino de Lanna.

O Rei Mengrai estabeleceu a primeira capital em Chiang Saen (1262), antes de mudá-la para a margem ocidental do rio Ping em Chiang Mai (1296).

Com o apoio de três gigantes tungs dourados (bandeiras de Lanna), o monumento do rei é a primeira coisa que você vê quando se aproxima da cidade da estrada 1 (Paholyothin Road).

Os moradores locais costumam parar aqui para homenagear a memória do fundador da cidade antes de prosseguir com sua jornada. Aqui é um bom lugar para descansar ou comprar algumas lembranças do centro de artesanato nas proximidades.

Localização: Phaholyothin Road Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

Excursões e Actividades em Chiang Rai

 

 

Bangkok 500 x 600

 

 

Mae Fah Luang Art & Cultural Park

O grande problema de todas as férias é o tempo, nunca parece ser suficiente para ver e fazer tudo aquilo que está inicialmente planeado. Para aqueles que não têm muito tempo mas gostariam de ter uma introdução abrangente da história atual e do passado de Chiang Rai, assim como a sua herança cultural, nada como uma visita ao Parque Artístico e Cultural Mae Fah Luang (a cerca de 5 km a oeste do centro da cidade). Situado num encantador jardim com um belo lago, o Parque Cultural consiste num conjunto de estruturas em teca, construído segundo o estilo arquitetónico das tribos Lanna e Tai. Aqui poderá ficar a conhecer um pouco sobre os 400 anos de história do reino, ao navegar na fascinante coleção de arte e artefactos seculares e religiosos do museu. Visite o pavilhão Haw Kham e aprenda sobre rituais animistas e budistas, que ainda coexistem na cultura moderna de Lanna. Haw Kaew abriga uma exposição permanente de artefactos de teca. A taxa de admissão do museu, juntamente com as receitas das vendas na loja de artesanato do museu, é usada para apoiar as tribos étnicas da colina e suas artesanato.

Horário: 08:30 - 17:30 (terça-feira)

Localização: Cerca de 5 km a oeste da cidade

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

 

 

Oub Kham Museum

Para aqueles que pretendem aprofundar o conhecimento da história Lanna, o patrimônio cultural e artístico, a coleção esplêndida no Museu Oub Kham é imperdível.

Testemunhe todas as diferentes vertentes que se juntam, tecidas na linda tapeçaria do Reino Lanna, desde regalia real e figurino até uma variedade de antiguidades raras, cerâmica, imagens antigas de Buda, artefactos e fantasias tribais. As coleções estão distribuídas em cinco salas de exposições e uma caverna artificial. Não perca a magnífica peça central: o trono dourado de Chiang Tung, formado a partir de nove peças de teca ornamentada, banhadas a ouro.

Horário: Diariamente da 08:00 - 17:00

Localização: Na Khai Road, a cerca de 3 km a sudoeste do centro da cidade

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

 

Naval City Pillar

Combinando os conceitos antigos do Khmer e Lanna do universo e a posição do homem em relação a eles, o Pilar da Cidade Naval é uma série de pilares esculpidos em pedra, com cerca de 1 metro de altura colocados no topo do Monte Jom Thong.

O pilar principal - colocado sobre um pedestal de mármore e um pouco maior do que o resto - está rodeado por 108 pilares de satélite que ocupam os círculos concêntricos de seis níveis que irradiam em torno dele, representando os seis níveis inferiores do céu. O conjunto dá a este local um ar sobrenatural. Enquanto estiver aqui, vislumbre do centro de Chiang Rai, o rio Kok, ou visite Wat Phra That Doi Chom Thong localizados nas proximidades.

Localização: Doi Thong, Arj-Amnuay Road

Como chegar: contratar uma songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

 

 

Wat Klang Wieng

Este é um templo imperdível, por sua impressionante arquitetura e decorações de relevo ornamentado. Localizado no epicentro da cidade de Chiang Rai, Wat Klang Wieng abriga o santuário original do pilar da cidade, bem como um espetacular complexo de templos construído em um estilo Lanna contemporâneo. Construído em 1432, o templo possui grelhas ornamentados, acabamentos de telhado e decorações douradas que , em conjunto com as suas vívidas fachadas vermelhas - dão um aspeto peculiar ao templos.

Nem sempre o Wat Klang Wieng teve esta aparência tão peculiar,  no entanto, o templo sofreu uma extensa renovação após uma tempestade derrubou várias estruturas principais em 1903, incluindo a capela principal (ubosot) e o salão de montagem (wiharn). Um stupa (chedi) foi então adicionado ao composto do templo; Baseia-se numa base octogonal de três camadas, guardada em todos os lados por elefantes. Em cada nível, existem pequenos nichos que abriram imagens douradas de Buda ou amuletos - uma característica típica dos chedis do norte.

Localização: Canto de Rattanaket e Uttarakit Roads, a três quarteirões a nordeste da Torre do Relógio.

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

728x90 Ferries

 

 

 

Wat Phra Kaew

Wat Phra Kaew é o nome do templo original onde o Budda esmeralda foi consagrado, na cidade de Bangkok. Era conhecido pelo nome de Wat Pa Ya (Templo da Floresta de Bamboo), até 1434, altura em que durante uma noite de tempestade, um raio atingiu a "estupa dourada" principal, destruindo-a e revelando o Buda esmeralda no interior.

O Buda foi então deslocado para Lampang, Chiang Mai, Luang Phra Bang, Vientiane e, eventualmente, Wat Phra Kaew (Templo do Buda Esmeralda) em Banguecoque.

Hoje, uma réplica do Buda Esmeralda - esculpida por um escultor chinês a partir de um bloco de jade canadiano, vestido com roupas reais está alojada dentro do pavilhão carmesim de estilo Lanna atrás do chedi. Guardada por duas serpentes, a capela principal (ubosot) abriga a principal imagem de Buda, Phra Jao Lan Thong, em bronze e cobre, ao estilo Chiang Saen.

Acredita-se que há cerca de 700 anos, Phra Jao Lan Thong foi deslocado do templo do mesmo nome na cidade velha de Chiang Saen. À esquerda da capela principal está um requintado pavilhão de dois andares construído no antigo estilo Lanna com acabamentos de telhado dourado. Dentro é um museu com exposições permanentes sobre a cultura Lanna e antigas relíquias budistas.

Localização: Canto de Trairat e Saeng Kaew Roads, a quatro quarteirões a noroeste da Torre do Relógio

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

 

 

Wat Phra Singh

Com a exceção do portão da frente elaboradamente esculpido - que atrai a atenção de qualquer visitante, levando-o a entrar no templo, a fachada despretensiosa de Wat Phra Singh desmente um mundo fascinante da arte Lanna e uma história que remonta ao século XIV.

O viharn principal (capela) foi usado para consagrar a sagrada imagem de Phra Singh Buddha, até que se mudou para Chiang Mai e foi substituída por uma réplica exata.

Ao olhar mais de perto, você verá que o próprio viharn é adornado com intrincados detalhes esculpidos à mão, fretworks dourados, decorações espelhadas e esculturas de animais míticos.

 Antes de entrar, dê uma vista de olhos atenta à porta da frente do viharn. Projetado pelo bem sucedido artista de Lanna, Tawan Duchanee, conta a história dos quatro elementos - vento, fogo, água, terra - através de quatro criaturas míticas: o Garuda, o leão (singh), a serpente naga e o elefante.

Localização: Singha Klai Road, perto do Hospital Overbrook, a quatro quarteirões ao norte da Torre do Relógio.

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 

 

 

Wat Phra That Doi Chom Thong

Situado no topo de uma colina baixa - o ponto mais alto do centro da cidade - Wat Phra That Doi Chom Thong tem vista para toda a área da cidade e um panorama panorâmico do rio Kok.

Construído no século X, o templo foi fundado muito antes de o rei Mengrai estabelecer a nova capital de Lanna em Chiang Rai.

O destaque deste templo é o chedi dourado, baseado em hexágonos (stupa), construído no estilo do antigo birmanês e Lanna. No interior, abriga as relíquias do Senhor Buda e é um importante lugar de culto para os habitantes locais.

Enquanto aqui estiver, aproveite para visitar o Pilar da Cidade Naval, localizado a curta distância  do templo.

Localização: Doi Thong, Arj-Amnuay Road

Como chegar: contratar um songtaew ou alugar uma motocicleta

 
Promoções
 
Hotéis

 

ref-booking-large
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Excurses

 

 

Online

Temos 46 visitantes e 0 membros em linha

Voos

 

My Hotelbooking