Booking.com

 
 
 

Óbidos

Em qualquer altura do ano, a vila medieval de Óbidos, uma das mais pitorescas e bem preservadas de Portugal, é um excelente destino para passar alguns dias de férias simplesmente inesquecíveis.

Óbidos

Possivelmente uma dos locais mais bonitos de Portugal, a Vila medieval de Óbidos é um daqueles locais da região centro cuja visita é obrigatória.

Óbidos já existe há séculos escondida dentro de suas paredes fortificadas, num labirinto de vielas ladeadas por casas de um branco reluzente, todas adornadas com varandas floridas, vívidos azulejos azuis e portas góticas.

Conhecida como a "Cidade Presente de Casamento" devido à tradição dos reis portugueses que deram Óbidos às suas esposas como parte do seu dote, a cidade tirou vantagem desse patrocínio real ao longo dos séculos. No seu coração fica a praça principal, de paralelepípedos, a Praça de Santa Maria, lar do antigo pelourinho da cidade, uma majestosa fonte e um pequeno museu na Prefeitura. A série de igrejas góticas, renascentistas e barrocas ao redor da Praça de Santa Maria foi fundada por vários monarcas, bem como o Aqueduto da Amoreira, fora das muralhas da cidade.

 

Relativamente perto da capital, Lisboa, e situada num ponto alto, próximo da costa atlântica, Óbidos teve uma importância estratégica no território.

 Óbidos

Já ocupada antes de os romanos chegarem à Península Ibérica, a vila tornou-se mais próspera a partir do momento em que foi escolhida pela família real.

 Óbidos

Desde que o rei D. Dinis a ofereceu a sua esposa D. Isabel, no séc. XIII, ficou a pertencer à Casa das Rainhas que, ao longo das várias dinastias, a foram beneficiando e enriquecendo. É uma das principais razões para se encontrarem tantas igrejas nesta pequena localidade.

 Óbidos

Dentro de muralhas, encontramos um castelo bem conservado e um labirinto de ruas e casas brancas que encantam quem por ali se passeia. Entre pórticos manuelinos, janelas floridas e pequenos largos, encontram-se vários motivos de visita, bons exemplos da arquitetura religiosa e civil dos tempos áureos da vila.

 

Onde Ficar em Óbidos:

 

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Óbidos

banner 320x50 pt

 

Hotéis em destaque em Óbidos

Casa Das Senhoras Rainhas
Exe Vila D'Óbidos
Josefa D Obidos - Hotel
Pousada Castelo de Obidos
Hotel Real d Obidos
The Literary Man Obidos Hotel

 

 

Quando visitar Óbidos

Qualquer altura é boa para visitar Óbidos. Pelas histórias de amor que aí se contam e pelo ambiente medieval, é uma sugestão inspiradora para um fim-de-semana romântico ou simplesmente tranquilo. E se incluir uma noite de alojamento no castelo, então o cenário será perfeito.


O que fazer em Óbidos / O que visitar em Óbidos

 

 

A Igreja Matriz de Santa Maria, a Igreja da Misericórdia, a Igreja de São Pedro, o Pelourinho e, fora de muralhas, o Aqueduto e o Santuário do Senhor Jesus da Pedra, de planta redonda, são alguns dos monumentos que justificam uma visita atenta. Assim como o Museu Municipal de Óbidos, onde se encontram as obras de Josefa de Óbidos. Foi, no séc. XVII, uma pintora de referência e uma mulher com uma atitude artística irreverente no seu tempo. Os seus quadros refletem a aprendizagem com grandes mestres da época como os espanhóis Zurbarán e Francisco de Herrera, ou os portugueses André Reinoso e Baltazar Gomes Figueira, seu pai.

 

 

Na gastronomia local, destaca-se a caldeirada de peixe da Lagoa de Óbidos, ainda melhor se acompanhada pelos vinhos da Região Demarcada do Oeste. Outra atração é a célebre Ginjinha de Óbidos, que se pode apreciar em vários locais, de preferência num copinho de chocolate.

 

Durante todo o ano, um programa de eventos traz alguma animação a esta pequena localidade, mas sem dúvida os mais concorridos são o Festival Internacional do Chocolate, o Mercado Medieval e o Natal, em que se decora a vila com motivos alusivos à época. De referir também, as Temporadas de Música Clássica Barroca, de Cravo e o Festival de Ópera que concedem uma atmosfera especial a Óbidos, com espetáculos ao ar livre nas noites quentes de verão.

 

Não muito longe, fica o extenso areal da Praia d’El Rey, onde os golfistas podem apreciar um campo de golfe com vista para o mar atlântico. Passando a cidade das Caldas da Rainha, cuja história também está ligada à Casa das Rainhas, encontra-se a praia da Foz do Arelho, ligando a Lagoa de Óbidos ao mar. Um bom local para um almoço de marisco e peixe fresco ou para um fim de tarde ao pôr-do-sol, à beira-mar.

 

Não deixe de…

subir às muralhas

beber uma Ginjinha num copinho de chocolate

 

 

 

Principais atrações de Óbidos

 

Castelo e Conjunto Urbano da Vila de Óbidos

Em todo o conjunto urbano é possível perspetivar o carácter medieval desta vila. Toda ela cercada por altas muralhas, tem uma estrutura urbana que se define a partir da alcáçova, entradas e praça de armas.

 

Igreja de Santa Maria, matriz de Óbidos

A rua Direita leva à praça de Santa Maria onde domina a igreja matriz com a sua torre sineira branca e um lindo portal da Renascença. No tempo em que os mouros eram os senhores da região, seria neste mesmo local que se erguia a sua mesquita. Quando D. Afonso Henriques conquistou Óbidos em 1148, uma igreja cristã veio substituir o culto do Islão.

 

O templo que vemos hoje data do séc. XVI. No interior, as paredes revestidas de alto a baixo com azulejos setecentistas e o tecto de madeira pintada produzem um belo efeito decorativo. Merece ainda ser admirado o túmulo renascentista de D. João de Noronha, que foi alcaide de Óbidos no séc. XVI, obra-prima da escultura tumular renascentista, atribuída a João de Ruão. E sobretudo deixe-se seduzir pela pintura de Josefa de Óbidos (1634-1684), onde profano e sagrado se combinam em atmosferas de suave sensualidade e misticismo, como no retábulo representando o Casamento Místico de Santa Catarina, que se encontra na sacristia. Grande parte da obra desta notável pintora está guardada em museus, nomeadamente no de Óbidos. A artista está sepultada na igreja de S. Pedro, no largo do mesmo nome.

 

Nesta igreja casou a 15 de Agosto de 1441, o infante D. Afonso (mais tarde D. Afonso V de Portugal) com sua prima D. Isabel, tendo ele dez e ela 8 anos de idade.

 

No largo da igreja o pelourinho de pedra está decorado com uma rede de pesca. D. Leonor, mulher de D. João II quis assim prestar a sua homenagem aos pescadores que recolheram numa rede o corpo de seu filho D. Afonso, morto na sequência de uma queda de cavalo, junto da margem do Tejo.

 

Morada: Praça de Santa Maria 2510-001 Óbidos

Telefone: +351 262 959 138

 

 

Igreja da Misericórdia - Óbidos

Fundada pela Rainha D. Leonor no séc. XV, possui um importante espólio artístico. Apresenta uma antiga imagem da Virgem, de porcelana azul no pórtico de entrada.

 

O seu interior é todo revestido de azulejaria do último restauro importante (1678). De referir o túmulo da Condessa de Cavaleiros - D. Luiza Guerra. O tecto de berço, em madeira, tem pintados vários ornatos e a coroa Real.

 

Morada: 2510 Óbidos

Telefone: +351 262 959 138

 

 

 

Igreja de São Pedro - Óbidos

Edificada no séc. XIII-XIV, era uma basílica gótica de três naves, com alpendre e escadaria, no pórtico exterior principal. Foi Sede da Colegiada de S. Pedro.

 

Ruiu com o terramoto de 1755, restando apenas o altar-mor em talha dourada com trono (1690-1705) e a torre sineira com escadaria em pedra e formato caracol. A sua reconstrução posterior foi muito singela. Tem um óptimo retábulo de São Pedro do pintor João da Costa.

 

Aqui se encontra sepultada a pintora Josepha de Óbidos e o orador sagrado Beneficiado Rafael Silveira Malhão.

 

Morada: Largo de São Pedro 2510-086 Óbidos

Telefone: +351 262 959 633

 

 

Santuário do Senhor da Pedra

Santuário Senhor da Pedra

Fora das muralhas de Óbidos, não deixe de visitar este santuário, com a silhueta exterior recortando-se em forma hexagonal, coroada por uma grande pirâmide de telha vidrada de verde. Foi erigido entre 1740 e 1747, em plena época barroca, mas os pormenores não chegaram a ser terminados e talvez por isso algumas janelas parecem estranhamente invertidas.

 

É dedicado ao Senhor da Pedra e a romaria que lhe é dedicada realiza-se a 28 de Maio.

 

No largo do Santuário existe um lindíssimo chafariz azul e branco, graciosamente talhado em linhas barrocas.

 

Morada: Estrada Óbidos / Caldas da Rainha 2510-071 Óbidos

Telefone: +351 262 959 138

 

 

 

Museu Municipal de Óbidos

Óbidos é uma vila medieval muralhada, na qual as diversas igrejas e o emaranhado de ruas estreitas orladas de bonitas casas brancas induzem o visitante a recuar no tempo.

 

O museu exibe arte sacra, incluindo escultura e pintura, e possui um quadro assinado pela famosa pintora Josefa d´Óbidos (1630-1684).

 

Tem uma valiosa coleção de armas francesas e inglesas do tempo da Guerra Peninsular, mobiliário barroco, fragmentos arquitetónicos e arqueologia romana.

 

Morada: Solar de Santa Maria - Casa Malta Rua Direita 2510 Óbidos

Telefone: +351 262 955 500 - 262 959 299

 

Fax: +351 262 955 501

E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Website: www.cm-obidos.pt

Booking.com
 
Promoções
 
Hotéis

 

ref-booking-large
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Excurses

 

 

Online

Temos 53 visitantes e 0 membros em linha

Voos

 

My Hotelbooking