Férias em Viana do Castelo

Férias em Viana do Castelo

Férias em Viana do Castelo é embarcar numa viagem encantadora pela beleza natural, riqueza cultural e tradições únicas desta cidade costeira no norte de Portugal.

Férias em Viana do Castelo / Férias no Norte de Portugal

Situada nas margens do rio Lima, Viana do Castelo oferece uma combinação perfeita entre o encanto da paisagem marítima e a arquitetura histórica. O centro da cidade é marcado por praças pitorescas, ruas de paralelepípedos e edifícios tradicionais, como a imponente Basílica de Santa Luzia, que proporciona vistas deslumbrantes da cidade e do oceano Atlântico. A 65 km a norte do Porto e a 50 da fronteira de Valença, Viana do Castelo é um dos mais espetaculares destinos de férias na região norte de Portugal e no Minho.

Aqui encontra a melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de férias em Viana do Castelo

Férias em Viana do Castelo

Uma cidade moderna com raízes antigas, Viana do Castelo fica no norte de Portugal, espremida entre o estuário do Rio Lima e as ondas selvagens do Atlântico. Fundada no séc. XIII por Afonso III, rei de Portugal, com o nome de Viana da Foz do Lima, o mar foi sempre a sua razão de ser de Viana do Castelo.

A Praça da República, as suas belas fontes e a Igreja da Misericórdia - uma mescla de arquitetura românica e renascentista de três andares - formam o coração medieval da cidade. Juntamente com a catedral do século 15, as praças antigas e mansões manuelinas contrastam nitidamente com a moderna marina à beira-mar.

Mas Viana é mais conhecida por seu Santuário de Santa Luzia, uma igreja no topo de uma colina com vista para o Atlântico. Ela é acessível por um funicular do centro da cidade, que sobe os 250 metros da colina. A elaborada construção desta igreja Neobizantina começou em 1903, com base em um projeto de Miguel Ventura Terra, que foi inspirado na Sacré Coeur, de Paris.

 

O porto de Viana do Castelo chegou a ter 70 navios mercadores e, na época dos Descobrimentos (sécs. XV e XVI), dos estaleiros de Viana saíram naus e caravelas para as rotas das Índias e das Américas, que regressavam carregadas de açúcar, pau preto, marfim e outras preciosidades exóticas.

Um vianense, João Álvares Fagundes, foi o pioneiro da navegação na Terra Nova, no Atlântico norte. Viria, sem o saber, a abrir o caminho ao culto das muitas maneiras de comer bacalhau em Portugal.

Em meados do séc. XX viria a ser construída uma frota bacalhoeira nos estaleiros de Viana do Castelo para a pesca do bacalhau nas águas frias dos mares do norte. O túmulo de João Álvares Fagundes encontra-se na capela do Santo Cristo, no interior da Igreja Matriz de Viana do Castelo.

Até ao séc. XVI, o burgo foi exclusivo do povo, não podendo instalar-se aqui a nobreza. Abrindo-lhe, por fim, as portas, Viana enriqueceu-se com palácios brasonados, igrejas e conventos, chafarizes e fontanários que constituem uma herança patrimonial notável, digna de visita.

Em 1848 a rainha D. Maria II elevou Viana a cidade com o novo nome de Viana do Castelo. Cidade bonita, extrovertida e alegre, Viana do Castelo tem sabido conservar a riqueza das suas tradições de raiz popular.

As festas da Senhora d´Agonia, uma das mais belas romarias de Portugal, são uma explosão de alegria que ninguém deve perder.

Viana do Castelo é um dos quatro municípios que integram o Vale do Lima. Nesta região, percorrer a Rota dos Gigantes é uma forma de conhecer os locais onde nasceram quatro grandes figuras históricas que levaram Portugal aos quatro cantos do mundo.

 João Alvares Fagundes (o Descobridor), de Viana do Castelo, explorou e descobriu Terra Nova no Atlântico Norte, importante zona de pesca do bacalhau.

 Fernão de Magalhães, o Navegador, de Ponte da Barca, comandou a primeira viagem de circum-navegação provando que a Terra é redonda.

 Em Ponte de Lima nasceu o Beato Francisco Pacheco (O Santo), Mensageiro da Companhia de Jesus e um dos primeiros missionários jesuítas no Japão.

 Originário de Arcos de Valdevez era o Padre Himalaya, o inventor, estudioso científico das energias renováveis que representou Portugal na Exposição Universal de St. Louis, nos Estados Unidos.

 

O que fazer em Viana do Castelo / O que visitar:

 

 Onde o Rio Lima desemboca no Oceano Atlântico, Viana do Castelo é uma encantadora cidade histórica.

No centro histórico, especialmente na Praça da República, há arquitetura manuelina e renascentista do século XVI para conquistar o seu coração.

Atrás da cidade surge o Monte de Santa Luiza, ao qual se chega através do funicular mais longo de Portugal. No topo encontra-se uma majestosa basílica, bem como um castro da Idade do Ferro e panoramas de morrer.

Os banhistas têm tudo o que desejam na Praia de Cabedelo, uma baía gigantesca e intocada, com areias douradas, traçadas por dunas e banhadas por ondas.

Vamos explorar o que há de melhor para fazer em Viana do Castelo:

 

 

Praça da República / Férias em Viana do Castelo

Praça da República / Férias em Viana do Castelo

Esta longa praça no centro da cidade velha é um lugar para onde você retornará, seja em um passeio turístico ou apenas para aliviar o peso por alguns minutos com um café ou cerveja gelada. É totalmente pedonal e tem muitos edifícios centenários.

Será atraído para a antiga Câmara Municipal, construída no século XVI: este edifício em granito tem uma arcada no piso inferior e é rematado por merlões, enquanto logo acima da janela central está o brasão de Viana do Castelo.

A poucos passos da antiga Câmara Municipal fica uma maravilhosa fonte renascentista, também feita de granito na década de 1550.

 

 

Santa Casa da Misericórdia / Férias em Viana do Castelo

Santa Casa da Misericórdia / Férias em Viana do Castelo

João Lopes, o mesmo artesão renascentista que esculpiu a fonte, também trabalhou na fachada da igreja e no complexo hospitalar em frente.

É um espetáculo para saborear desde os degraus da fonte, com uma arcada veneziana e uma loggia de dois andares. A quantidade de esculturas irá mantê-lo extasiado por alguns minutos, seja o relógio de sol, os pilares das cariátides na loggia ou o extravagante portal à direita da arcada.

O interior da igreja é barroco de 1714, e é igualmente surpreendente graças aos seus maravilhosos azulejos do século XVIII que transmitem cenas bíblicas, ao longo das paredes e na abóbada.

 

 

 

Navio Gil Eannes / Férias em Viana do Castelo

Navio Gil Eannes / Férias em Viana do Castelo

Esta embarcação nas docas comerciais de Viana do Castelo foi lançada ao mar em 1955 e como nau capitânia da “Frota Branca” é um memorial convincente ao regime do Estado Novo.

O Gil Eannes era um navio-hospital que navegaria para o oceano ao largo da Terra Nova e da Groenlândia e apoiaria os arrastões que pescavam bacalhau nessas águas.

Muitos dos equipamentos médicos originais a bordo, como máquinas de raio X e a sala de cirurgia, ficam próximos ao casco para minimizar a oscilação.

Nos seus 20 anos de serviço o Gil Eannes também foi utilizado para partir gelo, transportar correspondência e como rebocador.

 

 

 

Santuário de Santa Luzia / Férias em Viana do Castelo

Santuário de Santa Luzia / Férias em Viana do Castelo

Erguendo-se ao norte da cidade velha está o Monte de Santa Luzia, que na viragem do século XX foi coroado com um santuário inspirado no Sacré-Cœur de Paris.

Demorou algumas décadas para ser concluído e foi projetado em estilo eclético, misturando os estilos neogótico e bizantino.

As rosáceas deste edifício são as maiores da Península Ibérica e foram contratados artesãos de renome para trabalhar nos afrescos, na escultura e no altar, esculpidos em mármore de Vila Viçosa.

A paisagem da cúpula (e da plataforma abaixo) vai deixá-lo sem palavras, apresentando o centro histórico de Viana do Castelo, o Atlântico, o Rio Lima e as paisagens montanhosas cobertas de pinheiros em três direções.

 

 

 

Funicular de Santa Luzia / Férias em Viana do Castelo

Funicular

A forma mais agradável de chegar ao santuário e miradouro de Santa Luzia é através do “elevador”. Está em vigor desde 1923 e com 650 metros é o mais longo de Portugal, mais do dobro do comprimento do seu rival mais próximo na Nazaré.

Com 160 metros, a subida também é maior do que qualquer outra no país, o que não é pouca coisa, dada a variedade de funiculares em Lisboa, por exemplo.

A viagem até o topo leva sete minutos, e a última viagem no verão é às 20h.

 

 

 

Citânia de Santa Luzia

Citânia de Santa Luzia  Hotelbooking

A um rápido passeio do santuário no topo do Monte de Santa Luzia encontra-se um povoado fortificado da Idade do Ferro, habitado desde o século VII a.C. até à época romana.

Desse ponto elevado, ele teria comandado o estuário do Lima e teria uma posição privilegiada por quilômetros ao redor.

As pessoas já conheciam esta cidade perdida há centenas de anos, antes do início das escavações no final do século XIX. Hoje, apenas um terço deste vasto sítio foi descoberto.

Através de um calçadão, você atravessará esta antiga cidadela e se maravilhará com a habilidade técnica necessária para construir as paredes de pedra seca para as casas circulares perfeitas.

 

 

 

Arquitetura de Viana do Castelo

Arquitetura de Viana do Castelo

O centro de Viana do Castelo é um tesouro de arquitetura requintada.

Existem fachadas manuelinas, renascentistas e barrocas na Praça da República, assim como nas ruas paralelas à margem do rio.

Todos têm paredes caiadas de branco, com portais e janelas esculpidas em granito, enquanto alguns serão revestidos com azulejos geométricos.

Fora do centro histórico também existem muitos edifícios notáveis ​​do século XX: a Avenida dos Combatentes da Grande Guerra tem casas Art Déco e comodidades das décadas de 1920 e 1930.

Para uma arquitetura vanguardista, visite a Praça da Liberdade, projetada por Fernando Távora, e a biblioteca municipal de Álvaro Siza Vieira.

 

 

 

Praia do Cabedelo / Férias em Viana do Castelo

Praia do Cabedelo

Nos meses de verão, há uma balsa que atravessa o estuário do Lima até esta praia paradisíaca.

A Praia do Cabedelo é imensa, estendendo-se ao longe sem nenhum sinal de desenvolvimento ao lado de algumas cabanas.

Mesmo que o rio esteja na largura da cidade, você se sentirá como se estivesse no meio do nada.

A praia fica à beira de uma reserva natural, com dunas e pinhais num delicado ecossistema que pode ser avistado de um calçadão, mas é isolado para proteger as plantas.

A praia é muito suave, por isso, mesmo que haja ondas, há uma grande área rasa onde as crianças podem brincar com bastante segurança.

 

 

 

Museu do Traje / Férias em Viana do Castelo

Museu do Traje

Em elegantes galerias modernas, este museu conta a história dos trajes tradicionais desta zona da região Norte.

Existem itens que abrangem centenas de anos, mas a época em foco é o século XIX.

Nesta época as roupas cerimoniais para as jovens eram coloridas e carregadas de filigranas de ouro, e o museu irá ajudá-lo a decifrar o código que cada peça de roupa comunicaria (idade, estado civil e assim por diante). Há também trajes usados ​​por agricultores, pescadores e trabalhadores que cultivavam algas marinhas nas praias de Viana do Castelo.

Aproxime-se das vitrines para ver a precisão do bordado.

 

 

 

Catedral de Viana do Castelo / Férias em Viana do Castelo

Catedral

De aspeto militar, a Sé de Viana do Castelo é ao mesmo tempo gótica e românica.

A fachada é do século XV, altura em que as duas torres quadradas eram coroadas com ameias.

É também desta época a talha que se pode ver nas arquivoltas com imagens da Paixão e dos apóstolos junto ao portal. Isto indica a influência da arquitetura galega, já que este portal é quase idêntico ao da Sé Catedral de Tui, do outro lado da fronteira.

As capelas no seu interior estão decoradas nos estilos manuelino e renascentista e merecem uma rápida espreitadela.

 

 

 

Museu Municipal Viana do Castelo / Férias em Viana do Castelo

Museu Municipal

O museu municipal de Viana do Castelo está instalado em dois edifícios interligados.

A parte mais antiga fica em frente ao Largo de São Domingos e é um palácio do século XVIII da poderosa família Teixeira Barbosa Maciel.

Você pode ver o brasão na fachada, e os interiores são uma alegria com azulejos revestindo as paredes. As galerias irão dar-lhe a conhecer a consagrada indústria da faiança de Viana do Castelo e conter a maior coleção de cerâmica de Portugal.

Muito disto foi feito em fábricas na cidade, ou na fábrica da Meadela.

Há móveis, pinturas e artefactos da Idade do Ferro da cidadela de Santa Luzia.

 

 

Forte de Santiago da Barra

Forte de Santiago da Barra

Nas docas comerciais de Viana do Castelo encontra-se uma fortaleza do século XVI, que guarda o ancoradouro no Estuário do Lima e aquele que foi um dos principais portos marítimos de Portugal.

Este edifício substituiu um forte anterior e, nas últimas décadas de 1500, foi equipado com todos os elementos desenvolvidos para combater a artilharia.

As muralhas têm contorno trapezoidal de planta pentagonal, com bartisanos no ângulo dos baluartes.

O forte não transborda de interesse, mas é um espetáculo a ter em conta: para entrar é necessário atravessar o fosso seco e passar por um túnel abobadado, e das muralhas pode-se contemplar o Estuário do Lima ou o Monte de Santa Luzia .

 

 

 

Santuário de Nossa Senhora da Agonia / Férias em Viana do Castelo

Santuário de Nossa Senhora da Agonia

Numa adorável capela barroca perto do porto encontra-se um santuário à Virgem da Agonia erguido em 1674 para os pescadores que rezavam por boa sorte nas suas viagens.

A festa deste padroeiro é 20 de agosto, dia de procissão até a água.

Ao longo dos séculos esta celebração evoluiu para as festividades desenfreadas que acontecem hoje.

O festival acontece de 17 a 20 e envolve desfiles com bonecos cerimoniais gigantes (gigantones & cabeçudos), milhares de participantes e dezenas de carros alegóricos.

Há também festa à fantasia, fogos de artifício e programação de recitais de música folclórica.

 

 

Desportos Aquáticos

Desportos Aquáticos

Escondidas atrás da Praia do Cabedelo estão algumas empresas que ajudam você a tirar o melhor proveito do surf da praia e da brisa constante do oceano, escolhendo entre surf regular, bodyboard, windsurf e kitesurf.

A praia está tão exposta que as duas últimas podem ser feitas em quase qualquer época do ano.

Mesmo que você venha passear no inverno, haverá pipas dançando no ar por toda a praia.

No verão, a Praia do Cabedelo é espaçosa o suficiente para que surfistas e nadadores não precisem lutar por espaço.

 

 

 

Comida local

Cada cidade portuária do litoral da região Norte tem suas próprias formas de preparar peixes e frutos do mar.

Em Viana do Castelo há a pescada à Vianense, que é bacalhau, pescada ou outro peixe branco temperado com sumo de limão e alho, depois assado com batatas às rodelas e guarnecido com alho e cebola salteados.

A província do Minho, aqui no extremo noroeste do país, é o berço do caldo verde, a famosa sopa portuguesa de legumes feita com couve e batata.

É uma boa opção vegetariana mas também pode acompanhar carnes curadas como chouriço, linguiça ou paio.

 

 

 

 

plain BLUE   bed 2   Rental Cars   Seguro de Viagem

Voos Baratos

 

Reserva de Hotel

 

Aluguer de Carro

 

Seguro de Viagem

.cycloweb
 
Promoções
 
 Allianz Assistance
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
 
Voos Baratos
Busca de Voos
 
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
Find Penguins 
Allianz 
 
 Accuweather Onboarding Logo