Sobre o Chile

 Aqui encontra algumas informações uteis sobre o ChileChile

O Chile é um dos países da América Latina mais estáveis e prósperos. Tem boas condições em termos de desenvolvimento humano,competitividade, qualidade de vida, estabilidade política, globalização, liberdade económica, baixa perceção de corrupção e índices comparativamente baixos de pobreza, ainda que exista um alto nível de desigualdade de rendimentos.

Em maio de 2010, o Chile tornou-se o primeiro país sul-americano a aderir à OCDE. É um dos membros fundadores das Nações Unidas e da União de Nações Sul-Americanas.

O Chile estende-se ao longo da vertente ocidental dos Andes, tendo 4230 km de comprimento e entre 100 km a 350 km de largura. Divide-se em 15 Regiões administrativas que correspondem a 3 regiões naturais: o norte, que é sobretudo desértico e rico em minérios (primeiro produtor mundial de nitrato de sódio e segundo maior de cobre); o centro, caracterizado pela agricultura de cereais, batata, beterraba, vinhos e frutas, em grande parte para exportação; o sul, a zona de florestas e pastagens onde predominam a silvicultura e as indústrias ligadas aos lacticínios e lanifícios. Dada a extensão da costa, o Chile é um dos países com maiores recursos piscatórios. No extremo sul do país, existem, ainda, jazidas significativas de petróleo e gás natural. Integram também o país a Ilha da Páscoa e uma extensão do território Antártico.

Em razão da sua localização no hemisfério Sul, o ano escolar decorre de Março a Dezembro, sendo Janeiro e Fevereiro os meses de férias de Verão.

O Clima no Chile

O Chile abriga pelo menos sete subtipos climáticos - deserto no norte, tundra alpina no leste e sudeste, subtropical húmido na Ilha de Páscoa, oceânico no sul e o mediterrânico no centro, onde o clima é semelhante ao português.

As estações climáticas são bem marcadas: a Primavera ocorre entre Setembro e Dezembro, o Verão entre Dezembro e Março, o Outono entre Março e Junho, e o Inverno entre Junho e Setembro.

 

Línguas

A língua oficial é o espanhol, embora ainda se fale no seio de alguns grupos étnicos línguas ancestrais como o mapudungún (povo Mapuche) e o aimara (povo denominado da mesma forma).

 

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é o peso chileno (CLP), cuja taxa de câmbio para o Euro e o dólar americano (USD) é muito variável. No final de 2014, um euro equivalia a 740 pesos chilenos e um dólar a 607 pesos. Note-se que o dólar americano é a base de todas as cotações, pelo que é a única moeda aceite em todos os bancos, casas de câmbios e hotéis do país e o câmbio das restantes moedas é sempre desfavorecido.

São aceites os principais cartões de crédito (Visa, American Express, Master Card, Dinners Club). Os bancos funcionam de 2.ª a 6.ª feira, das 9h00 às 14h00. As casas de câmbio funcionam de 2.ª a 6.ª feira, das 9h00 às 17h30, e aos sábados até às 13h00 e costumam oferecer condições mais favoráveis do que os bancos.

Não é fácil abrir uma conta corrente no banco, sendo necessário obter previamente a autorização de residência e o “RUN” (número de identificação nacional).

 

Regime de entrada e estada no Chile

 

Vistos

Os portugueses que pretendem visitar o Chile até um máximo de 90 dias estão isentos de visto. No caso de pretenderem entrar no país para outra atividade que não seja turística, devem solicitar o respetivo visto junto da Secção Consular da Embaixada do Chile em Lisboa.

Saída de menores

- Se um menor estrangeiro entrar no Chile como turista acompanhado por um dos pais, poderá sair do país, dentro do prazo legal de 90 dias, com o mesmo adulto e sem ser necessária a autorização do outro progenitor;

- Em qualquer outra situação, a polícia nas fronteiras chilenas exige, para deixar sair um menor de idade não-acompanhado ou acompanhado por só um dos pais, independentemente da nacionalidade e do tipo de passaporte ou visto, a exibição de uma autorização por ato notarial comprovando que o(s) pai(s) que não acompanha(m) a criança autoriza(m) expressamente a viagem.

Note-se que em nenhuma circunstância é aceite a autorização presencial, verbal ou sob outra forma escrita que não a referida anteriormente;

- Aconselha-se ainda às famílias que viajam com os filhos a munirem-se do assento de nascimento dos mesmos de maneira a poder ser comprovada a sua ascendência.

Restrições Aduaneiras e Sanitárias à Importação de Produtos:é proibido entrar no país com produtos vegetais ou animais, sendo o seu controlo especialmente rigoroso nos aeroportos e fronteiras terrestres. Para mais informações, consultar www.aduana.cl.

 

Condições de segurança no Chile

O Chile é um país relativamente seguro, sendo raros os casos de violência urbana que frequentemente se associam aos países latino-americanos. No entanto, haverá que tomar algumas precauções como:

- deixar os documentos mais importantes e objetos de valor no cofre do hotel (guardar consigo uma fotocópia do passaporte e, se possível, uma cópia em formato eletrónico facilmente consultável de maneira a agilizar os serviços a prestar pela Secção Consular na Embaixada de Portugal em Santiago do Chile se for necessária a emissão de novos documentos de viagem);

 - ter atenção aos carteiristas no centro de Santiago (especialmente no Metro) e nas zonas mais turísticas de Valparaíso (sobretudo Cerro Concepción e Cerro Alegre), San Pedro de Atacama e Pucón;

- prudência ao circular a pé pelo centro de Santiago à noite, nomeadamente nos bairros Suécia, Bellavista e Providencia;

- vigiar malas e sacos, nomeadamente nos restaurantes, esplanadas e nos transportes públicos;

- trocar dinheiro apenas nos bancos e casas de câmbio;

- deslocar-se de táxi à noite dentro da cidade, exigindo que estes tenham o taxímetro ligado se não for o caso;

- é cada vez mais frequente o uso da bicicleta para circular nas grandes cidades. Aconselha-se o uso do capacete e uma vigilância acrescida ao partilhar as vias de circulação com carros e autocarros.

Em certas regiões do sul, e possivelmente na Ilha da Páscoa, podem ocasionar-se tensões entre as forças da polícia e as comunidades indígenas.

Devido a estar situado no Círculo de Fogo do Pacífico, perto da placa tectónica de Nazca, todo o país regista uma frequente atividade vulcânica e sísmica, pelo que a maioria das construções são antissísmicas. No caso de se registar um sismo superior a 5 graus Richter, o sistema elétrico regional desliga-se automaticamente.

Aconselhamos o viajante a contactar a Embaixada de Portugal em Santiago do Chile, ou outra Embaixada de um Estado-Membro da União Europeia, em caso de ocorrência grave como sismo ou maremoto.

Números de emergência

- Não existe um número de emergência nacional. Cada serviço tem o seu:

- Ambulâncias: 131

- Bombeiros: 132

- Polícia (“Carabineros”): 133

- Polícia de Investigações: 134

 

Transportes no Chile

O sistema de transportes é bastante desenvolvido, sobretudo o aéreo e rodoviário.

 

Transporte aéreo

A companhia aérea nacional (LAN) opera voos diários para praticamente todos os pontos do território.

 

Transporte rodoviário

Há carreiras regulares de autocarros modernos a partir de Santiago para todas as cidades do país e países vizinhos.

As estradas estão geralmente em bom estado sendo que a Panamericana (Ruta 5) atravessa o país de norte a sul e boa parte do seu traçado tem já 4 faixas de circulação. Fora das estradas principais, o pavimento é de terra e cascalho (“rípio”), mas normalmente em condições satisfatórias. Durante o Inverno, as chuvas são abundantes no sul podendo as estradas ficar intransitáveis durante longos períodos.

O código da estrada é geralmente respeitado. É necessário no entanto ter atenção às ultrapassagens pela direita e à reduzida utilização do “pisca”.

Em Santiago, o sentido de circulação nas grandes avenidas pode, em função das horas e com o intuito de facilitar a fluidez do trânsito, mudar várias vezes por dia.

Em caso de acidente, recolher sempre a matrícula do outro veículo assim como o nome e RUT (número de identificação nacional) do condutor, e dirigir-se à esquadra mais próxima.

 

Transporte ferroviário

Na cidade de Santiago, o metro é eficaz, seguro e abrange grande parte da cidade facilitando a deslocação dentro da mesma.

A rede ferroviária sofreu um forte desinvestimento nos últimos 30 anos, cobrindo de forma fiável e confortável apenas a parte sul do país, entre Santiago e Chillán. A conhecida linha entre Arica e La Paz (Bolívia) está desativada desde o ano 2000 devido à destruição de grande parte do seu trajeto pelas chuvas altiplânicas.

 

Transporte marítimo

No sul do país, devido ao condicionalismo geográfico, o transporte baseia-se em “ferries” semi-regulares totalmente sujeitos à instabilidade climática daquela zona.

 

 

Alojamento hoteleiro no Chile

Existem diversos hotéis e pousadas nas principais cidades do Chile, mas aconselha-se a marcação com alguma antecedência para evitar inconvenientes, especialmente em cidades mais pequenas ou em parques nacionais mais afastados. 

banner 320x50 pt

Aqui encontra a melhor seleção de hotéis com desconto e promoções de Férias no Chile

 

As seguintes cadeias hoteleiras estão presentes no Chile: Intercontinental, Radisson, NH, Regal Pacific, Marriott, Plaza El Bosque Park & Suites, Starwood - Sheraton, San Cristobal Tower, Four Points, W e Plaza San Francisco.

 

Cuidados de saúde no Chile

O Chile possui um dos sistemas de saúde privada mais desenvolvidos da América Latina, sendo os seus custos muito elevados. É por isso aconselhável subscrever um seguro de saúde e/ou dispor de um cartão de crédito.

Não existem riscos assinaláveis de doenças infecto-contagiosas no país, embora seja aconselhável cautela nas zonas florestais do sul (casos de vírus Hanta), Ilha da Páscoa (Febre de Dengue), e nas áreas rurais (aranha de Rincón).

Deve ser tomado especial cuidado com as águas locais, devendo consumir-se apenas água engarrafada, assim como com a ingestão de mariscos e saladas cruas.

Em razão da poluição em Santiago e do pólen de certas plantas, algumas pessoas podem desenvolver alergias.

 

Endereços dos principais hospitais e clínicas

Santiago

- Hospital Clínico da Universidade Católica: Marcoleta 367 - Tel. (0056-2) 3543000;

- Hospital Clínico da Universidade do Chile: Av. Santos Dumont 999 - Tel. (0056-2) 6788000;

- Clínica Alemana: Av. Vitacura 5951 - Tel. (0056-2) 2101111;

- Clínica Las Condes: Lo Fontecilla 441 - Tel. (0056-2) 2104000.

- Clínica Santa Maria - Santa María 500, Providencia – Tel: (0056-2) 2913 0000

- Clínica Indisa -  Santa María 1810, Providencia – Tel: (0056 -2) 2362 5555

Iquique

- Clínica Iquique: O’Higgins 103 - Tel.(0056-57) 393200.

Calama

- Nueva Clínica: Pasaje Better 1631 - Tel (0056-55) 342170.

Viña del Mar

- Clínica Reñaca – Anabaena 336, Tel. (0056-32) 658000.

Puerto Montt

- Clínica Los Andes: Av. Bellavista 123 - Tel. (0056-65) 289142.

Punta Arenas

- Clínica Magallanes: Av. Bulnes 01448 - Tel. (0056-61) 211527.

Farmácias: Ahumada, Cruz Verde, Salcobrand, Dr. Simi entre outras.

 

Telecomunicações

A rede telefónica é de boa qualidade e funciona razoavelmente bem, mesmo em pontos mais recônditos do país. A rede telemóvel (“celular”) é incompatível com a rede portuguesa só funcionando os telemóveis com “tri-band”.

Para ligar de Portugal para o Chile:

- para telemóveis: 0056 + 9 + número;

- para a rede fixa: 0056 + código de cidade (2) + número.

No Chile:

- Para telemóveis a partir de uma linha fixa: é necessário marcar o 9 seguido do número do telemóvel, composto por 8 dígitos. Ex: 9 1234 5678

- Entre telemóveis, marca-se apenas o número do telemóvel. Ex: 1234 5678

- Entre linhas fixas: é sempre necessário antepor ao número de telefone o código de área (ver quadro infra), devendo sempre compor 9dígitos. Em Santiago, no caso de ter um número com 7 dígitos, deve ainda adicionar o 2 no início do número. Ex: 2 (código de área) +2 + número = 2 + 2123 4567.

- Para uma linha fixa a partir de um telemóvel, deve acrescentar um 0 ao número anterior. Ex: 02 2123 4567

 

Chile em números Designação oficial do país: República do Chile

Capital: Santiago do Chile

Localização: No continente americano, limitado a norte pelo Peru, a este pela Argentina e Bolívia, e a oeste pelo Oceano Pacífico.

Forma de Governo: República

Superfície: 756,102 km2

População: 17 milhões de habitantes

Línguas: O espanhol é a língua oficial, no entanto o Inglês é comummente usado.

Religião: Maioritariamente Católicos.

Grupos étnicos: Descendentes de Europeus e mestiços 95%, Índios (5%).

PIB: US $ 244 mil milhões

PIB per capita: US $ 14,900

Crescimento anual: 3.2%

Inflação: 8.7%

Principais sectores de actividade: Agricultura e industrias têxtil e mineral.

Principais parceiros comerciais: Estados Unidos, China e Japão.

Informações úteis

Documentação: Passaporte (com validade mínima de 6 meses).

Idioma: A língua oficial é o Espanhol.

Clima: Devido à sua geografia peculiar é difícil sumariar o clima chileno. No norte as temperaturas variam dos 15ºC aos 25ºC ao longo do ano, e as chuvas são muito raras, já que é uma das regiões mais secas do mundo. Na zona do centro as estações estão bem definidas, e a temperatura varia entre os 0 e os 13ºC no Inverno e os 35ºC no Verão. A zona austral é mais húmida e mais fria, com as temperaturas a descerem até aos -15ºC, no Inverno, na zona de Puerto Williams.

Temperatura Média em ºC

Santiago do Chile

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

20

20

18

15

11

8

8

11

12

14

17

19

Roupa: Na zona norte aconselhamos o uso de roupa fresca, mas aconselhamos também um agasalho já que durante as noites as temperaturas costumam descer bastante. Nas zonas mais altas e na Patagónia são aconselhados bons agasalhos.

Hora Local: - 5 horas (de Novembro a Março)

- 3 horas (de Abril a Outubro)

Tempo de viagem: Não existem voos directos de Portugal. O tempo previsto para o voo Lisboa – Santiago é cerca de 15 horas, com escala em Madrid.

Saúde: Não são necessárias vacinas.

Corrente eléctrica: A corrente é de 220V, 60 Hz, e as tomadas são do tipo europeu pelo que não é necessário adaptador.

Moeda: Peso Chileno

1 € = aprox. 784.65 CLP

Podem trocar-se euros em bancos, hotéis e agentes de câmbio autorizados. A utilização de cartões de crédito está generalizada, e a existência de ATM’s é comum, excepto nas cidades mais pequenas.

Compras: Devido à imensa extensão do país e às diferenças influências, os produtos artesanais chilenos são muito diversos, podendo encontrar-se peças em lápis-lazúli, cerâmica preta, trabalhos em cobre, exóticas esculturas moai em madeira da Ilha de Páscoa, diversos tecidos, cestaria, olaria, todos de excelente qualidade. Na realidade, o Chile é um paraíso para as compras e basta deixar-se seduzir pelos seus trabalhos.

Antes de marcar qualquer viagem de férias não deixe de conferir as informações e alertas mais recentes sobre cada país / destino, no Portal das comunidades portuguesas.
COVID-19 - Viagens ao estrangeiro e deslocações e a Portugal

Mantenha-se a par das últimas noticias aqui!

Mais Informao

 

Antes da partida:

1. Verifique se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários, se possível deixe a familiares fotocópia do passaporte e do contacto do hotel onde ficará instalado. Verifique também se os seus cartões de crédito/débito são aceites no país de destino;

2. Adquira atempadamente o bilhete e garanta as condições e os meios necessários para a viagem. Assegure-se de que dispõe dos meios suficientes para a sua permanência no país e para regressar, no caso de o seu bilhete de regresso perder a validade;

3. Verifique, junto do seu agente de viagens ou nas Embaixadas e Consulados, se necessita de um visto para entrar no país de destino. Em caso afirmativo, não parta sem obter o visto;

4. Informe-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os países do seu destino;

5. Obtenha o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença - CESD, caso se desloque para um país da União Europeia. Informe-se nos serviços ou no site da Segurança Social ou do seu subsistema de saúde;

6. Informe-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (vacinas ou precauções especiais). Aconselha-se a realização de uma Consulta do Viajante (atentos a que alguns países exigem a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela).

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja. Esta consulta é extremamente importante para todos os viajantes, em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Esta consulta inclui vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal, informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo e informação sobre assistência médica e riscos nos destinos para que viaje.

A consulta do viajante deve ser marcada um a dois meses antes da realização da viagem. O paciente deve levar consigo o seu documento de identificação (com número de utente de serviço de saúde), o boletim individual de saúde/vacinas e o certificado internacional de vacinação (caso já tenha).

As consultas do viajante e os centros de vacinação internacional encontram-se disponíveis em todo o país. Pode localizar o mais próximo da sua área de residência no site do Serviço Nacional de Saúde.

Em complemento à informação aqui disponibilizada, recomenda-se a consulta dos portais da União Europeia (UE), com recomendações para quem se prepara para viajar no Espaço Europeu, e da Direção-Geral da Saúde.

7. Faça um seguro de viagem que inclua, preferencialmente, assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação. Verifique as condições contratuais e os dados mais importantes: idade e limites territoriais, notificação de queixas e prazos de validade;

8. Informe algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

9. Se vai viajar para países com condições de segurança precárias, procure obter o máximo de informação possível antes da sua partida e informe a(s) Embaixada(s) e/ou o(s) Consulado(s) de Portugal do país ou países que pretende visitar, da data de inicio da viagem, dos locais onde irá permanecer e dos respectivos contactos telefónicos;

10. Registe-se na aplicação móvel gratuita “Registo Viajante”, disponível para dispositivos Android e IOS, permitindo ser imediatamente localizado e contactado em caso de emergência, como catástrofes naturais, acidentes ou atentados. Pode igualmente registar-se no Formulário Registo Viajante.

 

 

No destino:

1. A fim de evitar o extravio da documentação, é aconselhável o depósito dos originais e dos bilhetes de viagem nos cofres do hotel. É suficiente, na maior parte dos países, a exibição de fotocópia dos documentos, autenticada com selo a óleo do hotel;

2. Qualquer que seja o país de destino, deverá evitar a exibição de joias e objetos de valor. Os pequenos furtos são uma constante e toda a precaução é recomendável;

3. Evite frequentar ruas mal iluminadas de noite e não resista a uma tentativa de roubo violento;

4. Não transporte malas ou embrulhos que não lhe pertençam e mantenha sempre sob vigilância a sua bagagem;

5. Não conduza veículos de outras pessoas através de fronteiras;

6. Recuse e evite qualquer tipo de contacto, manipulação ou consumo de drogas. Poderá enfrentar, consoante a lei de cada país, multas pesadas, longas penas de prisão em condições difíceis, ou mesmo a pena de morte;

7. Nos países muçulmanos e orientais, o viajante irá deparar-se com culturas muito diferentes da ocidental, devendo observar as regulamentações locais relativas ao vestuário e formas de comportamento. O consumo de drogas e de bebidas alcoólicas é geralmente punido com pesadas penas de prisão.

8. Tenha também sempre presente que as suas atitudes poderão beneficiar ou prejudicar a imagem de Portugal.

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionando apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento.

Mais Informao