Férias na China: Informações úteis

Shantou

Com uma área total de 9.6 milhões de quilómetros quadrados, a República Popular da China é o quarto maior país em área e o país com maior população, com cerca de 1.35 biliões de habitantes, dos quais 92% pertencem à etnia Han, sendo os restantes 8% pertencentes a cerca de 60 minorias étnicas como a mongol e a tibetana.

As principais religiões na china são o budismo, o taoísmo e o cristianismo, embora o país seja oficialmente ateu.

O rio mais longo da China é o Yangzi, estendendo-se ao longo de 6.275 quilómetros e o pico mais alto é Qomolongma no Everest (8850 m) - na fronteira com o Nepal.

O Partido Comunista Chinês é a única organização política e está dividido em ramos Executivo, Legislativo e Judiciário. O chefe de estado (presidente) e o chefe de governo (premier) são eleitos para mandatos de cinco anos no Congresso Nacional do Povo.

Depois de décadas de planeamento estatal, a economia agora está misturada, com empresas de propriedade nacional sob o princípio do declínio e do livre mercado onipresentes.

A República Popular da China está localizada na Ásia. A capital é Pequim (Beijing) e a população é de 1,2481 mil milhões habitantes (no final de 1998).

O Clima na República Popular da China

A maioria do território chinês tem clima continental com quatro estações bem definidas. Em Pequim, na Primavera a temperatura é agradável, com chuvas ocasionais. O Verão é muito quente e húmido. No Outono, os dias são soalheiros e frescos. O Inverno é rigoroso com temperaturas abaixo de 0ºC e mínimas que podem descer até aos -15ºC.

Nas outras cidades a norte, como Xi’na, o Inverno é também rigoroso, com temperaturas mínimas normais até -15ºC. No norte da China (Harbin), as temperaturas descem até aos -35ºC.

O sul da China (zonas de Cantão, Macau, etc.) tem um clima quente com duas estações: a das chuvas e a seca. Chove nos meses quentes (julho e agosto). No sul é ainda frequente a ocorrência de chuvas e tufões (junho, julho e agosto).

 

 

Onde ficar na China:

Aqui encontra a melhor seleção de Hoteis com desconto e promoções de Férias na China. Vale a pena estudar bem este magnífico destino, planear tudo ao pormenor, reservar voos e hotéis diretamente e partir à aventura na eterna "Terra dos Dragões".

 

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias na China

banner 320x50 pt

Excursões e Actividades na China

 

Língua Oficial

A língua oficial usada na China é o mandarim (putonghua). Para além do mandarim, algumas áreas da China têm também o seu próprio dialecto, como o cantonês (falado no Sul da China - Macau, Hong Kong e Guangdong).

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é o Renminbi (RMB), sendo a sua unidade standard o yuan (CNY) e o jiao e o fen unidades subsidiárias. Para obter a taxa de câmbio, consulte o portal do Banco de Portugal.

 

Roupa: recomenda-se roupa de algodão, e um bom agasalho para os dias mais frios.

 

Hora Local: + 7 Horas (Abril a Outubro) / + 8 Horas (Novembro a Março)

 

Tempo de viagem: Não existem voos directos de Portugal. O tempo previsto para o voo Lisboa – Pequim é cerca de 12 horas, com escala numa capital europeia.

 

Saúde: Não são necessárias vacinas, mas recomenda-se a profilaxia da malária, para visitar certas regiões do sudoeste da China.

 

Corrente eléctrica: A corrente é de 220V, 50Hz e para os hotéis da maioria das cadeias internacionais é necessário o adaptador porque as tomadas são do tipo americano com dois pinos, mas existem outros locais com diferentes tipos de tomadas, pelo que é conveniente possuir um adaptador universal.

 

Regime de Entrada e estada na Républica Popular da China

A regra geral é a de que o visto é obrigatório e pode ser obtido em qualquer representação diplomática da República Popular da China no estrangeiro. Existem oito categorias de vistos:

L – Viagem turismo

F – Negócios, estágios, intercâmbios culturais ou científicos

D – Residentes permanentes na China

X – Estudo

Z – Trabalho

G – Trânsito

C – Tripulações (companhias aéreas, marinheiros,...)

J – Jornalistas

 

 

ISENÇÃO DE VISTO NA PROVÍNCIA DE HAINAN PARA ESTADAS ATÉ 30 DIAS

Entrou em vigor a isenção de vistos para 59 países, incluindo Portugal, para estadas até 30 dias na província de Hainan.

 

ISENÇÃO DE VISTO PARA VIAGENS DE TURISMO OU NEGÓCIOS PARA ESTADAS ATÉ 144 HORAS

A Isenção de visto para viagens de turismo ou negócios para estadas até 144 horas vigora nos municípios de Pequim, Xangai e Tianjin e nas províncias de Hebei, Jiangsu, Zhejiang e Liaoning. Este regime abrange apenas deslocações para fins de turismo ou negócios para estadas até um máximo de 144 horas (i.e. 6 dias), incluí 53 países, entre os quais Portugal, e apenas se aplica nos seguintes postos de fronteira:

    Aeroporto Internacional de Pequim – Capital;

    Estação Ferroviária Oeste de Pequim;

    Aeroporto Internacional de Tianjin Binhai;

    Porto Internacional de Cruzeiros de Tianjin;

    Aeroporto Internacional de Shijiazhuang Zhengding (Província de Hebei);

    Porto de Qinhuangdao (Província de Hebei);

    Aeroporto Internacional de Shenyang Taoxian (Província de Liaoning);

    Aeroporto Internacional de Dalian Zhoushuizi (Província de Liaoning);

    Aeroporto Internacionalde Pudong (Xangai);

    Terminal Internacional de Cruzeiros do Porto de Xangai;

    Terminal Internacional de Cruzeiros do Porto de Wusongkou (Xangai);

    Estação Ferroviária de Xangai;

    Aeroporto Internacional de Nanjing Lukou (Nanjing, Província de Jiangsu)

    Aeroporto Internacional de Xiaoshan (Hangzhou, Província de Zhejiang).

Os visitantes necessitam de ter um título de viagem internacional válido e bilhetes indicando datas e destinos confirmados para um outro país ou região.

 

ISENÇÃO DE VISTO PARA ESTADAS ATÉ 72 HORAS

Fora dos casos acima mencionados, os viajantes que pretendam beneficiar do regime de isenção de visto para estadas até 72 horas nos municípios de Pequim, Xangai e Chongqing e em Cantão (Província de Guangdong), Kunming (Província de Yunnan), Chengdu (Província de Sichuan), Dalian e Shenyang (Província de Liaoning) e Guilin (Província de Guangxi) devem cumprir determinadas condições, nomeadamente, serem portadores de um visto válido para um país terceiro e possuir o correspondente bilhete de avião com lugar marcado e data de partida no espaço de 72 horas.

Note-se que, ao abrigo deste regime de isenção, os viajantes não estão autorizados a deslocar-se a outros locais do território chinês. Sugere-se a consulta à Embaixada da China em Lisboa para eventuais esclarecimentos adicionais nesta matéria, caso necessário.

A Lei chinesa em vigor sanciona quem se encontre a residir ilegalmente na China, seja pelo facto de ter deixado caducar o visto de residência ou por exercer uma atividade profissional não compatível com a categoria do visto que lhe foi concedido ou por não possuir um passaporte válido. Nestes casos, a legislação chinesa prevê o pagamento de um valor diário, detenção até 10 dias, expulsão e proibição de regressar à China durante um período de vários anos.

 

Recolha de dados biométricos

Ao abrigo da legislação local, os cidadãos estrangeiros podem ser sujeitos ao levantamento das impressões digitais ao chegar a território chinês.

 

Restrições Aduaneiras/ Sanitárias à Importação de Produtos:

Não têm permissão de entrada no território chinês os seguintes produtos:

1- Armas, imitação de armas, munições, explosivos;

2- Vários tipos de venenos;

3- Drogas;

4- Animais, plantas e outros produtos que possam estar contaminados com certas doenças, vírus, parasitas, etc;

5- Produtos alimentares;

6- Medicamentos;

7- Certo tipo de produtos oriundos de áreas que tenham estado sujeitas a epidemias;

8- Artigos cujo conteúdo contenha alguma indicação desfavorável relativamente à política, economia, cultura e moralidade do povo chinês (por ex. livros, filmes, fotografias, CD, VCDs, DVDs, etc).

 

A utilização de cartões de credito está generalizada, bem como a existência de ATM’s.

 

 

Condições de Segurança na Républica Popular da China

A China é considerada um país seguro. Actualmente a maior parte do país está aberto a turistas estrangeiros, com excepção de algumas áreas sensíveis e fronteiriças. As visitas às áreas restritas deverão ser autorizadas por uma delegação do Gabinete de Segurança Pública (Public Security Bureau - PSB). Os viajantes que desejam ir ao Tibete deverão igualmente solicitar uma autorização especial.

Recomenda-se aos cidadãos nacionais que estejam atentos a tentativas de furtos por parte de carteiristas, situação frequente nos mercados e estabelecimentos comerciais com maior afluência de turistas. Sempre que possível, é conveniente que os viajantes guardem o seu passaporte nos cofres ou recepção dos hotéis, circulando apenas com fotocópia do seu passaporte.

Alerta-se ainda os viajantes para exercerem alguma cautela com abordagens espontâneas de cidadãos chineses (frequentemente duas pessoas jovens) com intuito de prestar auxílio a turistas ou sugerindo visitas a “casas de chá” ou semelhantes, tendo-se vindo a verificar serem esquemas para extorquir dinheiro a turistas.

Números de telefone de emergência

Polícia: 110

Bombeiros: 119

Ambulância/ Emergência Médica: 120 ou 999

Acidente rodoviário: 122

Directório telefónico local: 114

Operador de chamadas telefónicas de longa distância: 115

A cidade de Xangai dispõe de um número gratuito durante 24 horas para todo o tipo de informação aos visitantes: 96228

 

 

Transportes da República Popular da China

Transporte aéreo

A China tem cerca de 489 aeroportos, dos quais 324 com pistas pavimentadas. Os principais aeroportos ficam geralmente nas capitais das províncias. O contacto do serviço de informação do principal aeroporto de Pequim Beijing Capital Airport é (00 8610) 64563604. O serviço de informação dos aeroportos de Xangai é 96990.

 

 

Transporte rodoviário

A rede de transportes rodoviários cobre cerca de 1.4 milhões de km, sendo 271,300 km pavimentados incluindo cerca de 16,000 km de auto-estradas.

 

 

Transporte ferroviário

A rede de transportes ferroviários cobre cerca de 68.000 km. Pequim tem duas estações ferroviárias de onde partem diariamente comboios para várias cidades da China. O contacto do serviço de informação da Beijing Railway Station é (008610) 65129525 e o contacto do serviço de informação da West Beijing Railway Station é (00 8610) 63216253. Pequim tem também uma rede de metro que está aberta entre as 05.00 e as 22.30 horas. O serviço de informação ferroviário de Xangai é 12306.

 

 

Transporte marítimo

A vasta costa marítima chinesa que se estende a Este desde o Mar de Bohai até ao Mar Sul da China permite a existência de vários portos marítimos, como o porto de Xanghai, Tianjin, Guangzhou, Yantai, Qingdao, Dalian, Hong Kong, etc. Para além dos portos marítimos costeiros, a China tem cerca de 226,800 km de rios sendo 136,000 km deles abertos à navegação interna.

 

Cuidados de saúde

As condições sanitárias fora das grandes cidades e outras zonas mais desenvolvidas são por vezes rudimentares. Houve um esforço estes últimos anos para melhorar a limpeza de espaços públicos, passeios e parques mas que, na maioria dos casos, fica ainda muito aquém dos padrões ocidentais.

Seguros: Aconselha-se fortemente a aquisição de um seguro de viagem de saúde, tendo particularmente em conta que em situações de emergência os custos de cuidados de saúde poderão revelar-se elevados.

Existem riscos mínimos de contágio de Hepatite B e eventualmente encefalite japónica. Alguns médicos aconselham vacinação para ambas as doenças aos residentes.

Aconselha-se a não consumir refeições de rua e a não beber água da torneira.

 

Gripe aviária

As autoridades sanitárias competentes da República Popular da China têm vindo a confirmar a ocorrência de casos de infecções por vírus da gripe aviaria H7N9, detectados maioritariamente na região metropolitana e províncias limítrofes de Xangai. O Governo chinês está a investigar a situação e determinou condições de vigilância acrescida, o reforço dos laboratórios e a formação de profissionais de saúde aptos a detectar e a tratar pessoas infectadas por aquele vírus.

As investigações em curso revelam não existirem indícios de transmissão do vírus entre humanos, apesar de se continuar a pesquisar a origem da infecção, bem como as suas formas de contágio. O principal risco de contágio humano parece ser a exposição directa ou indirecta a aves infectadas ou ambientes contaminados. Não existe também evidência de que o vírus possa ser propagado através de alimentos cozinhados. Os viajantes deverão evitar o contacto com aves vivas ou carne crua das mesmas.

Tal como noutros tipos de gripe, a gripe aviaria pode ocasionar febre, diarreia, vómitos, dores abdominais e dificuldades respiratórias. Deverá ser procurada assistência médica logo que se detectem estes sintomas.

 

Níveis de poluição

Os níveis de poluição em Pequim e nas principais cidades do norte do país atingem frequentemente níveis considerados extremamente elevados e perigosos, com níveis superiores a 200 microgramas por metro cúbicos, bem acima do que é considerado seguro pela OMS (25 microgramas).

Níveis desta gravidade resultam, no curto prazo, em dificuldades respiratórias generalizadas, e não apenas na população mais sensível e podem levar à interdição implícita de circulação no exterior, obrigatória em escolas e estabelecimentos semelhantes.

Nestes dias, aconselha-se a toda a população, mas especialmente a pessoas com doenças cardiovasculares e pulmonares, crianças e idosos, a utilização de máscaras no exterior, a permanência em locais com circulação de ar controlada por equipamentos de filtragem do ar, e a manutenção de níveis baixos de atividade física no exterior.

 

Compras: Num país milenar como a China, não podiam faltar exemplares de um artesanato tão rico e apreciado, como as porcelanas e as cerâmicas, com desenhos esmaltados ou sem esmalte, das quais as mais apreciadas são as porcelanas de Jingdezhen, pela sua cor branca, e as cerâmicas tricolores ao estilo da dinastia de Tang. 

Também as sedas, famosas pela sua suavidade e delicadeza, os bordados e as lacas, sobretudo a de Fujuam, com uma história milenar, são exemplos típicos e bastante procurados.

O Jade, a pedra mais apreciada na China devido á sua cor e qualidade, é usada em inúmeras e belas peças de joalharia.

Em Pequim podem ser adquiridas antiguidades, pinturas chinesas e alguns produtos de medicina natural chinesa.

 

Telecomunicações na Republica Popular da China

Todo o território chinês está coberto por redes telefónicas. O uso e aluguer de telemóveis é corrente, cobrindo também todo o território. Para o aluguer de telefones portáteis recomenda-se a Phone Rent (Morada: Golden Bridge Building, 4th floor, Beijing – Tel. +8610 65866665/7 - Fax: +8610 – 65060820).

 

Turismo da China: http://www.turismodechina.org/

 

Tal como qualquer outra viagem para o estrangeiro não deixe de consultar o Portal das Comunidades Portuguesas antes de viajar para a China

Mais Informao

Os seus planos podem afetados pelo Coronavírus (COVID-19). Por favor, verifique as restrições de viagem antes de viajar ou reservar um alojamento. As viagens podem ser permitidas apenas em certas ocasiões e as viagens de turismo, em particular, podem ser proibidas.
Toggle Bar