Sobre o Cazaquistão

Astana, Cazaquistão

Aqui encontra alguns conselhos e informações úteis para a sua viagem e estadia no Cazaquistão

Mudança do nome da capital – desde março de 2019 a capital do Cazaquistão passou oficialmente a designar-se Nur-Sultan e já não Astana, como sucedia até então.

 

O Clima no Cazaquistão

O clima é continental, com Verões quentes e Invernos muito frios. São de esperar temperaturas negativas entre outubro e abril, que podem atingir picos inferiores a -30 C na região de Nur-Sultan, sobretudo entre dezembro e fevereiro. Os nevões são frequentes. Encontram-se no Cazaquistão diversos tipos de zonas climáticas: estepe, floresta, montanha, deserto e regiões semidesérticas.

 

Línguas Oficiais no Cazaquistão

As línguas oficiais são o cazaque (da família das línguas turcomanas) e o russo. A língua russa constitui o principal meio de comunicação na maior parte do país, com a exceção das regiões do Sul e Oeste, onde o cazaque desempenha o papel dominante. O domínio da língua inglesa pela população local é reduzido, embora se note uma tendência para o aumento progressivo do número de falantes, nomeadamente entre a população jovem dos principais centros urbanos.

 

Principais centros urbanos

Capital: Nur-Sultan, 1,1 milhão de habitantes, situada no centro do país, em plena estepe.

Maior cidade: Almaty, 1,9 milhões de habitantes, situada no Sudeste, próximo da fronteira com o Quirguistão.

Outros núcleos urbanos de maior dimensão: Shymkent, 1 milhão de habitantes (maior cidade do Sul do Cazaquistão); Karaganda, 500 000 habitantes (situada a 200kms a Sudeste da capital); e Aktobe, 490 000 habitantes (Noroeste).

 

 

Moeda local /sistema bancário

A moeda local é o Tenge (KZT). É possível utilizar os cartões de crédito mais comuns nas principais estruturas hoteleiras e turísticas, bem como em muitas lojas e centros comerciais das principais cidades. 

 

Regime de entrada e estada no Cazaquistão

Regras de exceção no quadro da luta contra a epidemia de Covid-19

Encontra-se temporariamente interdita a entrada de cidadãos portugueses com exceção dos residentes no Cazaquistão.

A faculdade de entrada e estadia sem visto, até 30 dias, para viagens de turismo ou negócios (que era concedida a todos os nacionais de países da OCDE, incluindo Portugal) encontra-se suspensa até ao final de abril de 2021.

Os estrangeiros residentes no Cazaquistão apenas podem atravessar a fronteira uma vez em cada 90 dias. Excetuam-se os casos dos que trabalhem para empresas ou organizações oficialmente consideradas de especial interesse social.

O acesso de estrangeiros a zonas (nem sempre demarcadas) onde se situam infraestruturas consideradas sensíveis, carece de autorização prévia.

Exemplos de zonas deste tipo: Gvardeyskiy, na região de Almaty; Baykonur (estação espacial); distritos de Karamchi e Kazalinsk, em Kyzylorda.

É igualmente necessária uma autorização especial para viajar para zonas situadas numa faixa de 30 Kms a partir das fronteiras. Neste caso, no entanto, estão previstas numerosas exceções, que permitem o acesso sem autorização prévia a todos os principais pontos de interesse turístico situados nessa faixa.

Convém estar sempre de posse do seu passaporte (sendo aconselhável igualmente tirar cópias do mesmo) para provar a sua identidade caso seja abordado(a) pela Polícia.

Deverá sempre abandonar o território cazaque dentro do prazo estipulado no visto (ou dentro de trinta dias se entrou ao abrigo da facilidade de entrada e estadia sem visto). Salienta-se que o dia da chegada (ainda que chegue próximo da meia-noite) e o da partida (ainda que parta logo após as 00:00) contam como dias inteiros para a determinação do tempo efetivo de estada.

Para informação mais completa e atualizações sobre as condições de entrada e de saída deverá consultar as autoridades cazaques.

Embaixada do Cazaquistão em Lisboa:

Rua Pêro da Covilhã, nº 20, 1400-297 Lisboa

Telefone:  +351 211 621 690

Fax:  +351 211 621 680

Email:  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Secção Consular: + 351 211 621 691; Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Ministério dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão: www.mfa.gov.kz/en

 

 

Condições de segurança no Cazaquistão

As condições de segurança são boas em termos gerais. A ocorrência de atos de pequena criminalidade é reduzida e a presença policial muito intensa. Em zonas mais remotas verifica-se um ligeiro decréscimo das condições de segurança, que fatores como as grandes distâncias e a barreira linguística podem facilmente agravar. Aconselha-se que, como em qualquer outro ambiente que lhe não seja familiar, se mantenha vigilante e adote cuidados elementares de segurança.

O Sudeste do país apresenta caraterísticas de região de risco sísmico.

Números de telefone de emergência:

- Polícia – 101;

- Emergência médica – 103.

 

 

Transportes no Cazaquistão

 

Transportes urbanos e transporte rodoviário

Tanto Almaty como Nur-Sultan dispõem de extensas redes de transportes públicos em autocarro. As viaturas utilizadas são modernas e garantem condições mínimas de conforto. Em Nur-Sultan, no Inverno, as condições climatéricas desaconselham a utilização deste tipo de transporte, sobretudo tendo em conta o tempo de espera nas paragens e o facto de muitas destas não disporem de abrigos fechados.

Almaty dispõe de uma rede de metro, que oferece boas condições de utilização, mas tem uma cobertura limitada em função do número reduzido de linhas.

Estão disponíveis os mais diversos serviços de táxi , incluindo operadores locais devidamente identificados, empresas internacionais com reserva exclusivamente online e operadores informais (estes últimos naturalmente desaconselháveis para o viajante estrangeiro).

A rede viária nos principais centros urbanos é de qualidade e, regra geral, bem mantida.

A rede de estradas é vasta e geralmente de má qualidade. A manutenção é as mais das vezes insuficiente, resultando em largas extensões de via degradada. As condições climatéricas predominantes no Inverno contribuem para agravar de forma significativa as condições de segurança da circulação rodoviária.

Está em construção uma rede de autoestradas com pratagem, segundo padrões internacionais, mas a sua cobertura é ainda limitada (ainda não é possível fazer em autoestrada a totalidade do percurso entre as duas maiores cidades).

Não é tolerado qualquer grau de alcoolémia ao volante (tolerância zero).

 

 

Transporte ferroviário

Existe uma vasta rede de caminho-de-ferro ligando todos os principais centros urbanos e assegurando ligações com os países vizinhos. A velocidade média de circulação das composições é reduzida e as distâncias tendem a ser elevadas, pelo que há que prever longos tempos de viagem. A ligação noturna, em comboio-cama, entre Nur-Sultan e Almaty é efetuada em composições modernas e com boas condições de conforto.

 

 

Transporte aéreo

Para além dos aeroportos internacionais de Nur-Sultan e Almaty, os restantes núcleos urbanos principais dispõem também de aeroportos, em vários casos com algumas ligações internacionais. O transporte aéreo é uma das soluções mais procuradas nas deslocações no interior do país, dadas as grandes distâncias a percorrer.

Procura e reserva de Voos

 

 

Cuidados de saúde no Cazaquistão

A água canalizada não é potável.

A assistência médica disponível nos principais centros urbanos é de boa qualidade.

Nas zonas de montanha e de floresta (em especial na região de Almaty) verifica-se a presença da carraça potencialmente portadora do vírus da febre da carraça (tick fever), suscetível nomeadamente de provocar febre hemorrágica e encefalite. O risco de exposição à mordida da carraça é mais elevado na Primavera, no período compreendido entre o final de abril e o início de julho.

Aconselha-se que tenha o seu boletim de vacinas atualizado, independentemente do destino da viagem.

Seguros: é recomendável a subscrição de uma apólice de seguro de viagem e de saúde com cobertura neste país.

 

 

Informações úteis

Embaixada de Portugal em Nur-Sultan:

6, Saryarka, Business Center Arman, 10th floor, 010000 Nur-Sultan

Telefone: +7 7172 768 302

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Telefone de emergência consular (a utilizar exclusivamente em situações de emergência): +7 775 786 7682

Chefe de Missão: Encarregado de Negócios Adelino Silva ( Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Aconselham-se os viajantes de curto prazo a registar-se no Portal das Comunidades ou através da App do Viajante.

Formulário online: https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/registo-do-viajante

AplicaçãoAndroid: https://play.google.com/store/apps/details?id=pt.armis.appregistoviajante

Aplicação iOS: https://itunes.apple.com/pt/app/registo-viajante/id1194007356?l=en&mt=8

 

Antes de marcar qualquer viagem de férias não deixe de conferir as informações e alertas mais recentes sobre cada país / destino, no Portal das comunidades portuguesas.
COVID-19 - Viagens ao estrangeiro e deslocações e a Portugal

Mantenha-se a par das últimas noticias aqui!

Mais Informao

 

Antes da partida:

1. Verifique se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários, se possível deixe a familiares fotocópia do passaporte e do contacto do hotel onde ficará instalado. Verifique também se os seus cartões de crédito/débito são aceites no país de destino;

2. Adquira atempadamente o bilhete e garanta as condições e os meios necessários para a viagem. Assegure-se de que dispõe dos meios suficientes para a sua permanência no país e para regressar, no caso de o seu bilhete de regresso perder a validade;

3. Verifique, junto do seu agente de viagens ou nas Embaixadas e Consulados, se necessita de um visto para entrar no país de destino. Em caso afirmativo, não parta sem obter o visto;

4. Informe-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os países do seu destino;

5. Obtenha o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença - CESD, caso se desloque para um país da União Europeia. Informe-se nos serviços ou no site da Segurança Social ou do seu subsistema de saúde;

6. Informe-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (vacinas ou precauções especiais). Aconselha-se a realização de uma Consulta do Viajante (atentos a que alguns países exigem a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela).

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja. Esta consulta é extremamente importante para todos os viajantes, em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Esta consulta inclui vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal, informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo e informação sobre assistência médica e riscos nos destinos para que viaje.

A consulta do viajante deve ser marcada um a dois meses antes da realização da viagem. O paciente deve levar consigo o seu documento de identificação (com número de utente de serviço de saúde), o boletim individual de saúde/vacinas e o certificado internacional de vacinação (caso já tenha).

As consultas do viajante e os centros de vacinação internacional encontram-se disponíveis em todo o país. Pode localizar o mais próximo da sua área de residência no site do Serviço Nacional de Saúde.

Em complemento à informação aqui disponibilizada, recomenda-se a consulta dos portais da União Europeia (UE), com recomendações para quem se prepara para viajar no Espaço Europeu, e da Direção-Geral da Saúde.

7. Faça um seguro de viagem que inclua, preferencialmente, assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação. Verifique as condições contratuais e os dados mais importantes: idade e limites territoriais, notificação de queixas e prazos de validade;

8. Informe algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

9. Se vai viajar para países com condições de segurança precárias, procure obter o máximo de informação possível antes da sua partida e informe a(s) Embaixada(s) e/ou o(s) Consulado(s) de Portugal do país ou países que pretende visitar, da data de inicio da viagem, dos locais onde irá permanecer e dos respectivos contactos telefónicos;

10. Registe-se na aplicação móvel gratuita “Registo Viajante”, disponível para dispositivos Android e IOS, permitindo ser imediatamente localizado e contactado em caso de emergência, como catástrofes naturais, acidentes ou atentados. Pode igualmente registar-se no Formulário Registo Viajante.

 

 

No destino:

1. A fim de evitar o extravio da documentação, é aconselhável o depósito dos originais e dos bilhetes de viagem nos cofres do hotel. É suficiente, na maior parte dos países, a exibição de fotocópia dos documentos, autenticada com selo a óleo do hotel;

2. Qualquer que seja o país de destino, deverá evitar a exibição de joias e objetos de valor. Os pequenos furtos são uma constante e toda a precaução é recomendável;

3. Evite frequentar ruas mal iluminadas de noite e não resista a uma tentativa de roubo violento;

4. Não transporte malas ou embrulhos que não lhe pertençam e mantenha sempre sob vigilância a sua bagagem;

5. Não conduza veículos de outras pessoas através de fronteiras;

6. Recuse e evite qualquer tipo de contacto, manipulação ou consumo de drogas. Poderá enfrentar, consoante a lei de cada país, multas pesadas, longas penas de prisão em condições difíceis, ou mesmo a pena de morte;

7. Nos países muçulmanos e orientais, o viajante irá deparar-se com culturas muito diferentes da ocidental, devendo observar as regulamentações locais relativas ao vestuário e formas de comportamento. O consumo de drogas e de bebidas alcoólicas é geralmente punido com pesadas penas de prisão.

8. Tenha também sempre presente que as suas atitudes poderão beneficiar ou prejudicar a imagem de Portugal.

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionando apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento.

Mais Informao

plain BLUE   bed 2   Rental Cars   Seguro de Viagem

Voos Baratos

 

Reserva de Hotel

 

Aluguer de Carro

 

Seguro de Viagem

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda