Férias nas Comores

Comores

Localizado entre Madagascar e Moçambique, o Arquipélago das Comores oferece um clima quente o ano todo e calmas águas azul-turquesa.

Cada uma das três ilhas oferece algo diferente, mas as melhores atividades incluem caminhadas pitorescas, ciclismo panorâmico e mergulho em alto mar.

 A ilha de Grande Comore é o lar da capital Moroni e da sua encantadora medina.

 Para os mais aventureiros recomenda-se uma caminhada de dois dias até a cratera do vulcão Karthala, com parques de campismo noturnos nas encostas.

Na ponta sudoeste da ilha, o Trou du Prophète (Buraco do Profeta) é uma baía tranquila e protegida com águas cristalinas.

 A ilha de Mohéli é um paraíso para passear entre a vida selvagem, com morcegos frugívoros de Livingstone, tartarugas marinhas gigantes e um grande parque marinho ao longo da costa sul.

Anjouan é a ilha mais populosa e igualmente equipada para caminhadas na natureza e dias tranquilos na praia.

Uma ótima maneira de ver a ilha é alugar um 4x4 e apreciar as paisagens cénicas e as cidades antigas.

Próvavelmente as Comores não serão aquele destino típico onde recai a escolha para umas férias, no entanto se é daquele tipo de viajante que gosta de explorar destinos únicos e intocáveis (algo cada vez mais raro no planeta), começe já a planear uma viagem as Comores, um destino onde as marcas padrão do turismo são inexistentes, devido à localização algo remota do arquipélago.

Quem já visitou as Comores certamente dirá que este destino faz jus de forma exagerada ao conceito de paraíso: bananeira, palmeiras, ylang-ylang e o cheiro de cravo no ar. O povo é muçulmano, com forte influência suaíli, e a cultura é bastante tradicional. O que significa que não há álcool e as roupas são recatadas. Seu apelido estranho, Cloud Coup-Coup, vem de sua história de mais de 20 golpes de Estado desde que conquistou a independência em 1975.

Existem quatro ilhas desenvolvidas que oferecem praias de areia branca, caminhadas em florestas tropicais, morcegos frugívoros gigantes, vulcões e muito mais.

Devido à falta de infraestrutura turística, não espere deslocações fáceis nas Comores, no entanto a empolgante imprevisibilidade faz com que até mesmo os viajantes mais experientes e persistentes se sintam autênticos aventureiros nestas ilhas.

 

Como chegar às Comores

Aeroportos em destaque

Prince Said Ibrahim International Airport (HAH)

 

Onde ficar nas Comores:

Hotelbooking

A melhor seleção de alojamento para férias nas Comores

banner 320x50 pt

 

Os melhores locais para visitar nas Comores:

 

Mohéli

Mohéli

Mohéli é a menor e, no entanto, a mais fascinante das Ilhas Comores. Se procura um destino para desaparecer da face da terra, este é o local.

Existem muito poucos habitantes na ilha e, graças a isso, é em grande parte subdesenvolvida e completamente selvagem. A ponto de ficar um pouco para trás - um pouco preso ao passado. Você encontrará o único parque nacional do país aqui: Parc Marin de Mohéli. Os amantes da natureza vão querer explorar as ilhotas escarpadas que pontilham a ilha. Os locais chamam-nas de Mwali ou Moili e são excelentes locais para observar a vida marinha, como tartarugas marinhas, baleias e golfinhos. Há tanta beleza imaculada aqui que os visitantes geralmente não se importam com a falta de comodidades modernas. Mohéli é considerado por muitos o destaque das Ilhas Comores.

 

Fomboni

Fomboni

A maior cidade de Mohéli é Fomboni, um lugarzinho tranquilo e despretensioso. Há uma rua principal sem nome que atravessa a cidade, um mercado e um cais que vale a pena conferir.

Os habitantes locais tendem a ser mais reservados do que seus vizinhos em Anjouan e Grande Comore, mas são igualmente acolhedores. É um ótimo lugar para ver os moradores locais e ter uma ideia de como é a vida em Mohéli.

 

 

Anjouan

Anjouan

Os habitantes locais chamam-no de Ndzouani, e pode-se afirmar que esta ilha comoriana é literalmente a matéria de que são feitas as fantasias.

Anjouan é apelidado de “A Pérola das Comores” por causa de suas qualidades que fazem com que qualquer visitante se sinta um autêntico Robinson Crusoe.

Tudo o que há de remoto, intocado e lindo encontrará aqui. Encontrará antigas plantações árabes e o cheiro de cravo e ylang-ylang em cada brisa. Encontrará os habitantes locais trabalhadores e muito orgulhosos de sua pequena ilha. Viaje pelas terras altas para o ar mais fresco e observe a névoa a pairar pelas florestas tropicais.

 

 

Grande Comore

Grande Comore

Com 60 km de diâmetro e 20 km de largura, Grande Comore é a maior das Ilhas Comores.

É também a mais desenvolvida com a economia mais estável. Uma das cidades mais populares, Moroni, está localizada aqui. Conforme você viaja pela ilha, descobrirá repetidamente que a lava solidificada escura e intrigante e os contrastantes praias de areia branca formam uma paisagem de beleza deslumbrante. Grande Comore é um ótimo local para viagens de lua-de-mel ou simplesmente um destino para fugir ao ocupado dia a dia.

A maioria da população vive na costa oeste, mas se você viajar para o sul, encontrará uma linda paisagem agrícola repleta de plantações de baunilha, coco, banana e mandioca.

 

 

 

Mount Karthala

Mount Karthala

Monte Karthala é o maior vulcão ativo do mundo e situa-se em Grande Comore.

Tem pouco mais de 2300 metros e entrou em erupção de forma consistente a cada 11 anos desde o início do século XIX até 2005, altura em que se registou a última erupção que durou 14 dias! O vulcão causou muitos danos em 2005, mas o país se recuperou bem. Você vai adorar a paisagem bizarra, mas espetacular, que a lava cria e torna a caminhada bastante única. Você pode subir até a borda do vulcão, mas esteja avisado, é uma caminhada difícil de dois dias.

 

 

Moroni

Moroni

A capital de Comores é Moroni, localizada na Ilha Grande Comore. Há uma vibração romântica e distintamente árabe aqui e você vai se sentir como se estivesse em um mundo diferente em comparação com o resto das ilhas. As ruas estreitas estão repletas de lojas e cafés pitorescos e os moradores usam roupas tradicionais.

 Aproveite o Volvo Market e compre algumas ótimas lembranças, temperos e artesanatos de artesãos locais.

Confira a medina perto da Mesquita de Sexta-Feira e perca-se nos becos sinuosos. Como no resto das Comores, não há muitas atrações turísticas tradicionais, mas a beleza compensa.

 

 

Mayotte

Mayotte

Mayotte é o ponto turístico mais tradicional e popular das Comores. Ainda governada pelos franceses, muitos pensam que os preços na ilha são caros e fora de sincronia com a vibração de paraíso remoto que o resto da ilha tem. Mas você encontrará incríveis águas turquesa, areia branca e imensas oportunidades para snorkel, vela e mergulho aqui.

 Não surpreendentemente, há uma grande comunidade expatriada aqui e há um pouco de tensão entre os Mahorais e os outros ilhéus, mas graças ao domínio francês, há muita estabilidade e infraestrutura aqui.

Mais Informao

 

 

 

Petite Terre

Petite Terre

É aqui que você encontrará a maioria dos expatriados em Comores. A ilha tem duas aldeias: L'Abattoir e Pamandzi. Você pode visitar a cratera vulcânica de Dziani Dzaha, a rocha de Dzaoudzi (uma versão menos dramática do Rochedo de Gibraltar) e o sítio arqueológico conhecido como Bagamayo, onde artefatos de um assentamento Shirazi do século X continuam a ser descobertos. É um pouco sofisticado para mochileiros, mas se é capaz de fazer alarde, não pode errar com a incrível culinária francesa que encontrará na ilha.

 

 

Mamoudzou

Mamoudzou

Mamoudzou é onde você encontrará restaurantes, empresas e lojas em Mayotte. É uma cidade grande e muitas áreas estão negligenciadas, mas este ainda é o melhor lugar para fazer compras e comer na ilha.

 

 

Monte Ntingui

Mt Ntingui

A montanha mais alta de Anjouan é o Monte Ntingui. Tem quase 1.600 metros e é uma caminhada desafiadora até o topo. Por causa do clima, o pico costuma estar coberto de nuvens, mas se você for um dos sortudos e a nuvem clarear, você terá uma vista fenomenal das quatro ilhas do arquipélago. Para chegar ao topo, você caminhará pela floresta verdejante e terá a oportunidade de avistar algumas das espécies de pássaros exóticos aqui.