Quedas de água incríveis do Brasil

Foz Iguaçú

Famoso por suas praias incríveis, pelas alegria do seu povo e pela cultura fanática por futebol, samba e carnaval, o Brasil também é um país selvagem e exótico, com muito a oferecer em termos de belezas naturais.

Lar do Rio Amazonas e das florestas tropicais, que, juntamente com a frequente pluviosidade e mudanças dramáticas na altitude, tornam o Brasil lar de inúmeras quedas de água verdadeiramente fantásticas. Deixamos aqui alguns exemplos.

 

 

Cataratas do iguaçu

    Iguazu

Localizadas na fronteira entre o Brasil e a Argentina no Parque Nacional do Iguaçu, as Cataratas do Iguaçu, uma das novas 7 Maravilhas da Natureza da New7Wonders desde 2012,  são compostas por quase 300 quedas individuais, que supostamente têm o fluxo de água mais volumoso de todas as quedas do mundo.

Localizadas nas proximidades da cidade de Curitaba - capital do Paraná, as cataratas são acessíveis de ambos os países, embora a maioria esteja do lado argentino.

Designado como um local reconhecido pela UNESCO por sua magnificência e importância ecológica, as cataratas e o parque nacional são destinos populares para turistas nesses dois países sul-americanos.

 

 

 

 

Cachoeira das Almas

Cachoeira das Almas

Localizada no Parque Nacional da Tijuca, entre o Rio de Janeiro e a Freguesia, a Cachoeira das Almas fica no centro da Floresta da Tijuca. A área é conhecida pelas suas cachoeiras, esplendor natural e a formação rochosa denteada, que é uma das mais altas da região e objeto de muitas tradições nativas.

Há um centro de visitantes perto da entrada do parque que lhe dará uma visão geral da topografia, trilhas e coisas que você vai querer ver e fazer enquanto estiver lá. Para aquelas almas aventureiras que querem queimar algumas calorias, escalada, natação e exploração de cavernas estão disponíveis, assim como um ótimo museu.

 

 

 

Cachoeira do Tabuleiro

Tabuleiro

Considerada por muitos aficionados por cascatas e quedas de água como a mais atraente e deslumbrante das muitas cachoeiras do Brasil, a Cachoeira do Tabuleiro situa-se no estado de Minas Gerais, na parte centro-leste do país na costa do Atlântico Sul.

Classificada como a terceira maior cachoeira do Brasil, é encontrada ao longo da Serra do Espinhasso e é melhor alcançada com um guia profissional, muitos dos quais podem ser contratados nas cidades vizinhas ou na sede do parque.

Com uma queda de quase 700 pés, grande parte da água se dissipa em um belo jato antes de atingir a piscina abaixo.

 

 

 

Cachoeira do Buracão

Buracão

Com quase 300 pés de altura, a Cachoeira do Buracão é outra das cachoeiras impressionantes num país repleto delas.

Localizada na serra de Diamantina, próximo à cidade de Ibicoara, no estado da Bahia, que fica no nordeste do país, ao longo de sua costa atlântica.

Embora as cataratas sejam uma das principais atrações da área, também há cavernas acessíveis e outras cachoeiras na área, algumas das quais oferecem oportunidades para nadar, explorar e fotografar. É melhor ir com um guia profissional; o ponto de partida mais comum é a cidade de Ibicoara.

 

 

 

 

Salto São Francisco

    Salto Sao Francisco

Com quase 300 metros de altura e caindo em cascata sobre a alta saliência de rocha semicircular acima, a Cachoeira do Salto São Francisco é outra paragem obrigatória no estado brasileiro do Paraná.

Devido à sua altura impressionante e aos ventos que rasgam a água que cai, grande parte da água se atomiza antes de chegar à piscina abaixo, envolvendo a área em uma névoa dramática e pitoresca.

As cataratas são mais facilmente alcançadas com um guia local experiente, porque as estradas para a área do parque são traiçoeiras e não são bons lugares para turistas com carros de aluguer.

Há também uma caminhada da área de estacionamento até as cataratas, o que é moderadamente difícil, mas oferece várias áreas de observação de onde você pode ver as cataratas em todo o seu esplendor.

 

 

 

Garganta del Diablo

Garganta del Diablo Waterfall

Parte das Cataratas do Iguaçú,  conhecida como  "Grande Diabo" ou "Garganta do Diabo", as quedas de Garganta del Diablo ganham pontos pelo nome mais colorido e sinistro.

Distinto por seus três fluxos de água que se juntam para formar as cataratas, há trilhos amplos que levam a diferentes áreas de visualização e até mesmo uma ponte de cabos de onde você será borrifado com a névoa espumosa da queda e ficará ensurdecido por seu rugido.

As cataratas e o parque podem ser vistos do lado brasileiro e argentino, e é melhor visitá-los de março a maio ou de setembro a novembro, se possível.

 

 

 

Quedas de Santo Izidro

Santo Izidro

Com quase 260 pés de altura, a Cachoeira do Santo Izidro está localizada no Parque Nacional da Serra da Mantiqueira, na Serra da Mantiqueira, que abrange três estados brasileiros.

Localizada aproximadamente a meio caminho entre entre São Paulo e Paraty, a viagem pode ser feita num dia, mas é melhor vivida durante a noite, já que Paraty é um lugar que provavelmente vai querer ver devido à sua atmosfera pitoresca e arquitetura colonial que a tornam um lugar perfeito e relaxante.

As cataratas ficam a uma caminhada de dois quilómetros da entrada do parque e não há taxa de entrada.

 

 

 

Cataratas Caracol

Caracol

Localizada num parque com o mesmo nome na idílica cidade de Canela, a Cachoeira do Caracol está entre os locais mais visitados da região.

Com quase 120 metros de altura, as quedas estão entre as maiores do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

Devido à magnitude das cataratas, para vê-las em toda a sua glória, os visitantes devem subir escadas mais íngremes do que o necessário para escalar a Torre Eiffel; se você tiver energia e determinação, seu esforço valerá a pena.

Para quem não quer suar, há áreas de visualização muito mais fáceis ao longo da trilha.

 

 

 

Cataratas da Fumaça

Fumaça

As Cataratas da Fumaça são encontradas na região da Chapada Diamantina, no estado da Bahia, na costa centro-leste do Atlântico Sul.

A “Cachoeira da Fumaca” eleva-se a quase 250 metros no céu brasileiro antes de cair de volta na terra abaixo. Devendo o seu nome às nuvens que muitas vezes envolvem as quedas, conforme a água cai, a área é muitas vezes fustigada por ventos fortes que dão origem a uma névoa fina como nevoeiro, dando às quedas uma aparência mística.

 

 

 

Cachoeira Prumirin

    Prumirim Waterfall

Localizada perto da cidade costeira de Ubatuba, algumas centenas de quilômetros a leste de São Paulo, a Cachoeira Prumirin pode ser vista como um passeio de um dia saindo de qualquer lugar.

Outra das cachoeiras de vários níveis do Brasil, o fluxo de água pode ser forte e perigoso na estação chuvosa e, no verão, pode estar completamente lotado.

A área abriga inúmeras cachoeiras, algumas das quais só podem ser vistas após uma longa caminhada, enquanto outras são mais acessíveis e adequadas para famílias.

Áreas de natação e piquenique são abundantes e há amplo estacionamento perto da entrada do parque.

 

 

 

 

Salto do Rio Preto

Salto Rio Preto

Uma das principais atrações do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, a Cachoeira Salto do Rio Preto não é das mais fáceis de encontrar.

A trilha para as cataratas tem quase seis quilómetros de extensão, embora existam outros pontos pitorescos do rio mais perto, onde você poderá fazer uma paragem para um lanche ou dar um mergulho.

Com quase 120 metros de altura e cercado por florestas em grande parte intocadas, as quedas farão a caminhada valer a pena; provavelmente você não terá que lutar contra multidões, mesmo se for durante a alta temporada.

 

 

 

Salto Yucumã

    Salto Yucuma

Enquanto algumas cachoeiras são famosas por sua altura, a Cachoeira Salto Yucumã é conhecida pela sua amplitude.

Medindo cerca de 1.500 metros de lado a lado, é a maior cachoeira do mundo. Você nem notará sua altura modesta de 15 metros quando estiver lutando para ver de uma ponta a outra.

Localizada próximo ao município de Derrubadas, no estado do Rio Grande do Sul, as cataratas devem estar em seu roteiro se você estiver em qualquer lugar da região.

O fluxo de água pode ser perigoso durante a estação das chuvas, então tome cuidado.

 

 

 

Cachoeira do Pé da Serra

Péda Serra

A quase 500 quilómetros da capital do país, Brasília, a Cachoeira Pé da Serra pode muito bem estar num mundo diferente.

Localizadas perto da cidade de Ubatuba, as cachoeiras são modestas, mas lindas e estão convenientemente próximas de muitos hotéis e restaurantes que serão agradáveis paragens ​​após um dia lutando na floresta.

Há muitos outros atrativos naturais e históricos na área, incluindo a estátua do Cristo Mirante, abrindo os braços de um pico da Serra da Mantiqueira; um espetáculo que se tornou um ícone do Brasil reconhecido internacionalmente.

 

 

 

Veu da Noiva

Véu da Noiva

Com quase 250 metros de altura, a Cachoeira Véu da Noiva, no estado de Mato Grosso, é imperdível se você estiver por perto. Localizadas dentro de um parque nacional repleto de belezas naturais, as cachoeiras abriram caminho através da rocha circundante ao longo de incontáveis ​​eras, formando um grande lago que é um ótimo lugar para dar um mergulho.

As cataratas e a lagoa ficam no rio Coxipo e há trilhas que vão do escritório do parque a várias áreas de visualização e acesso. Se você preferir não sujar os pés, há uma área de visualização não muito longe do estacionamento.

 

 

 

Boca da Onça

Boca da Onça

Localizada perto da cidade de Bonito, no Mato Grosso, a cachoeira da Boca da Onca com quase 150 metros de altura está entre as mais altas da região.

Caso reserve um passeio na cidade, com um guia local, terá a oportunidade de visitar mais de uma das 10 cachoeiras da área.

Existem trilhos de dificuldade variável para todas as cataratas e, embora sejam todas lindas, apenas algumas são adequadas para nadar. A área é conhecida pela sua vida selvagem, beleza acidentada e aldeias indígenas espalhadas pela floresta, algumas das quais são visitadas em diversos passeios.