Sobre Aruba

Aruba

Algumas informações úteis sobre Aruba que funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento.

Aruba é um território autónomo holandês nas Caraíbas situado ao largo da costa da Venezuela. Além da Venezuela, os seus vizinhos mais próximos são Curaçao, São Martinho e a Península de La Guajira (Colômbia). A Sua capital é Oranjestad.

 

Principais cidades de Aruba

Oranjestad (capital), Noord e São Nicolau.

Aruba é um país integrante do Reino dos Países Baixos.

Descoberta e ocupada em 1499 por exploradores espanhóis, o Território de Aruba foi adquirido pelos Países Baixos em 1636 tendo-se separado das Antilhas Holandesas a 1 de Janeiro de 1986, tornando-se uma dependência autónoma do Reino dos Países Baixos.

 

Geografia e Clima em Aruba

Aruba localiza-se no litoral da Venezuela, a 31 km da península de Maracaibo e aproximadamente a 130 km da Península de La Guajira, a oeste.

Aruba é uma ilha caracterizada por um clima tropical seco com temperatura anual de 28º C e com pouca variação na temperatura ao longo do ano.

Os meses mais frios são Janeiro e Fevereiro, com temperaturas entre os 24ºC e 30ºC, enquanto os mais quentes são Agosto e Setembro, altura em que a temperatura varia entre os 26º C e o 32ºC.

A estação chuvosa em Aruba é entre Outubro e Dezembro, mas mesmo nessa época as chuvas não são abundantes. A ilha encontra-se fora dos caminhos dos furacões. A temperatura do mar é excelente para nadar durante todo o ano, variando entre os 25ºC em Fevereiro e 28ºC nos meses entre Agosto e Novembro.

 

Política de Aruba

Como território dependente do Reino dos Países Baixos, Aruba pode considerar-se parte de uma monarquia constitucional, em que o monarca é representado na ilha por um Governador. No entanto, a ilha tem um governo próprio, dirigido por um Primeiro-ministro, nomeado de acordo com as eleições democráticas para o parlamento. As relações exteriores e a defesa estão a cargo do governo central holandês.

 

Economia

A economia da ilha é sustentada essencialmente pelo turismo, exportação de aloé, refinação de petróleo e operações financeiras offshore.

Aruba tem um dos mais altos padrões de vida na região das Caraíbas, com um PIB per capita estimado em US$ 37.500 em 2017. Seus principais parceiros comerciais são Colômbia, Estados Unidos e Holanda.

O turismo e atividades relacionadas representa mais de 50 % da receita do país, sendo seus visitantes em sua maioria da America do Norte.

 

 

Composição étnica

A maioria da população descende de europeus e indígenas caribenhos. Houve também imigração de países latino-americanos e norte-americanos. Deve ser incluído a ascendência africana dos povos de Aruba, com particularidade dos naturais de Cabo Verde na África Ocidental. Em algum tempo escravos da colónia portuguesa de Cabo Verde, que já falavam a sua língua o crioulo foram levados para essas ilhas pelos piratas holandeses ou espanhóis que invadiam regularmente a ex-colónia de Cabo Verde e roubavam bens e víveres das ilhas. Naquela altura quem produzia sal na costa de África era Cabo Verde que possuía e ainda possui salinas naturais onde os barcos que navegavam no atlântico em direção à África Ocidental, ao Brasil, às Antilhas e às Índias faziam o seu abastecimento antes de zarparem. Os piratas que não dispunham de dinheiro para comprarem os produtos, víveres, mantimentos, água doce, escravos para trabalharem durante a longa travessia, recorriam à ataques e roubavam tudo. Uma outra explicação para os descendentes de Cabo Verde terem chegado às Antilhas Neerlandesas tem a ver com as revoltas que produziam nas ilhas contra os portugueses que então vendiam e deportavam em grande quantidade os revoltosos.

 

 

Religião

Católica, em sua maioria. Há uma minoria protestante e pequenos núcleos judeus, muçulmanos e hindus.

 

 

Idiomas

O neerlandês e o papiamento são as línguas oficiais. Mas a população costuma utilizar predominantemente o papiamento, que é uma língua derivada do português (que era falado pelos judeus e escravos vindos do nordeste brasileiro e das colônias portuguesas na África e que constitui sessenta por cento do seu léxico), com influência do castelhano, do inglês, do holandês e de línguas africanas.

Antes de viajar para o seu destino escolhido, não deixe de consultar as recomendações ao viajante no Portal das Comunidades.

Mais Informao