Sobre o Perú

Férias no Peru

Aqui encontra algumas informações úteis para a sua viagem e estada no Perú.

Uma viagem de Férias ao Peru é algo altamente recomendável e imperdível, uma viagem inesquecível.

Peru em números

Designação oficial do país: República do Peru

Capital: Lima

Localização: limitado a norte pelo Equador e Colômbia; a leste pelo Brasil e Bolívia; e a sul pelo Chile

Forma de Governo: Republica Constitucional

Superfície: 1285.216 km2

População: 29 milhões de habitantes

Línguas: a língua oficial é o espanhol, apesar de existir uma percentagem de população que usa o Quechua ou o Aymara

Religião: 81,31% Católicos, 12,5% Evangélicos, 3,3% Outros

Grupos étnicos: 45% Índios, 37% Mestiços, Brancos 15%

PIB: US $ 251 Biliões

PIB per capita: US $ 8,500

Crescimento anual: 0,9%

Inflação: 2,9%

Principais sectores de atividade: Agricultura, Extração de Minérios, Metais e Petróleo

Principais parceiros comerciais: Estados Unidos, China, Canadá, Japão, Chile, Alemanha

 

 

Informações úteis

 

Documentação: Passaporte (com validade mínima de 6 meses).

Idioma: a língua oficial é o espanhol, apesar de existir uma percentagem de população queusa o Quechua ou o Aymara

 

O Clima no Perú

 No período que vai de Outubro a Abril existe sempre possibilidade de ocorrerem grandes intempéries, particularmente nas zonas montanhosas que provocam chuvas torrenciais, inundações e debilitação nas encostas das montanhas, criando perigo de grandes derrocadas de pedras e deslizamento de terras (conhecidas como "huaicos").

 Selva: quente e húmido e chuvas tropicais; serra: frio e seco;zona costeira: húmido e temperado.

O Clima do Peru é muito influenciado pela altitude. A cordilheira dos Andes funciona também como uma barreira à passagem dos ventos húmidos da Amazónia para o litoral que é extremamente seco devido á corrente marítima fria do Chile. Sendo assim toda a costa do país é caracterizada por escassas chuvas e temperaturas amenas. Á medida que se vai subindo na cordilheira Andina, as temperaturas descem vertiginosamente podendo atingir, durante o Inverno, os -20ºC em Puno (a 4000 metros de altitude). Na vertente Andina virada para a Amazónia, bem como toda a bacia do Amazonas e Madre de Dios, chove com abundância durante os meses de verão (de Novembro a Março).

 

 

Temperatura Média em ºC

Lima

Jan Fev. Mar Abr. Mai Jun. Jul. Ago. Set. Out Nov. Dez

   23   23   23   22  20    17    17  16    17  18  19    20    

Roupa: os dias são normalmente soalheiros e quentes pelo que recomendamos o uso de roupa ligeira, mas no entanto arrefece muito durante a noite, em especial nos locais mais elevados, pelo que aconselhamos bons agasalhos para as noites e em especial durante os meses frios de Inverno

 

Hora Local: - 6 Horas (Abril a Outubro)

- 5 Horas (Novembro a Março)

 

Tempo de viagem: Não existem voos diretos de Portugal. O tempo previsto para o voo Lisboa – Lima é cerca de 14 horas, com escala em Madrid.

 

Regime de entrada e estada no Perú

 É exigida, nos passaportes, uma validade mínima de 6 meses a contar desde o dia que entram.

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para entrada na República do Perú, para estadas de curta duração até 180 dias em períodos de 90 dias.

 

Condições de segurança no Perú

A criminalidade comum (roubo, furtos) é elevada nos locais mais frequentados por turistas como os núcleos históricos de Lima, Cusco, Trujillo e Arequipa, em Machu Pichu e noutros centros arqueológicos.

 Aconselham-se os nacionais a evitarem o recurso a guias informais em zonas turísticas, contratando somente guias oficiais. É recomendável vigiar e assegurar bolsas, mochilas, câmaras e outros pertences pessoais.

 Recomenda-se precaução no uso, evitando a exibição em público, de dinheiro, cartões de crédito, objetos de valor, bem como de passaportes, documentos de identificação ou passagens aéreas.

 Não é aconselhável viajar sozinho, sendo também de evitar viagens rodoviárias durante a noite. Recomenda-se que longas deslocações ao interior do país sejam feitas via aérea e não em autocarro ou automóvel.

 O Peru está situado numa região de risco sísmico elevado. Os tremores de terra são frequentes em todo o País, especialmente ao longo da costa e da cordilheira andina.

Outras informações importantes

Números de telefone de emergência:

- Polícia: 105;

- Bombeiros: 116;

- Defesa civil: 115 (Cruz Vermelha).

 

 

Cuidados de saúde no Perú

 Alerta-se para a possibilidade de contrair dengue (aedes aegypt) através de picada de mosquito. Os sintomas são febre muito alta, dores de cabeça, dores nos olhos, dores musculares e articulares e erupções cutâneas. Pode também ser acompanhado de dores abdominais e pequenas hemorragias. Os casos mais graves podem causar risco de morte. As áreas mais atingidas são a selva amazónica e regiões irrigadas da costa. A prevenção, não completamente eficaz, consiste no uso de repelentes, mangas compridas, calças, chapéu, meias, sapatos fechados e, sempre que possível, dormir sob uma rede mosquiteira.

A rede sanitária é boa na capital e razoável no resto do país. A água deve, no entanto, ser fervida. O tratamento médico poderá ser caro e não estar disponível em todas as regiões do país. Em Lima existem boas clínicas e hospitais privados. O sistema público de saúde apresenta carências.

 Sendo a hepatite, a disenteria e o dengue endémicos, não é aconselhável a ingestão de água corrente ou de legumes ou frutas por desinfetar.

 São recomendáveis as vacinas contra a hepatite, a febre tifoide, o tétano e a pólio. É também recomendável a proteção contra as queimaduras dos raios solares, que são muito fortes em virtude da proximidade do equador.

 Os cuidados a observar variam ainda de acordo com as três regiões naturais em que se divide o Peru: Na selva é recomendável a vacina contra a febre amarela e a proteção contra a malária - uso de repelentes, vestir roupas de mangas compridas, especialmente ao amanhecer e anoitecer. Poder-se-á fazer a profilaxia contra a malária.

 Na serra, a altitudes superiores a 3000 metros de altitude, como por exemplo em Cusco, pode ocorrer nos primeiros dias o soroche, ou "mal da altura", caracterizado por dificuldade em respirar, cansaço e dores de cabeça. As pessoas com problemas cardíacos deverão consultar o seu médico antes de viajar para estas zonas.

 É aconselhar o descanso e a ingerência moderada de sólidos e líquidos, nas primeiras horas após a chegada, para permitir a adaptação e evitar o mal-estar.

 Na Costa não existe recomendação em particular, com exceção do uso de proteção solar adequada.

 O tratamento médico poderá ser caro e não estar disponível em todas as regiões do país. Em Lima existem boas clínicas e hospitais privados. O sistema público de saúde apresenta carências. É pois aconselhável a subscrição de uma apólice de seguro de viagem e de saúde com cobertura neste país.

 Para obtenção de informações adicionais relacionadas com a saúde neste país, os cidadãos nacionais poderão contactar este Ministério da Saúde através do número de telefone 0800 10828 ou consultar página do Ministério da Saúde no seguinte endereço eletrónico: www.minsa.gob.pe.

Endereços dos principais hospitais e clínicas

- Hospital de Emergências Casimiro Ulloa: Av. Roosevelt, 6355, Miraflores, Lima – Tel. (00511) 2040900;

- Hospital Loyaza: Av. Alfonso Ugarte, 848, Cercado de Lima – Tel. (00511) 6144646;

- Clínica Anglo Americana: Alfredo Salazar 350, San isidro, Lima – Tel. (00511) 6168900 / 2;

- Clínica Ricardo Palma: Av. Javier Prado Este, 1066, San Isidro, Lima – Tel. (00511) 2242224 / 6;

- Clínica San Felipe: Av. Gregorio Escobar, 650, Jesus Maria, Lima – tel. (00511) 2190000.

 

Corrente elétrica: A corrente é de 220V, 60Hz e as tomadas são do tipo americano com dois pinos, pelo que é necessário adaptador

 

Moeda local / sistema bancário

 Moeda local: Novo sol. O dólar dos EUA é também usado de forma corrente.

Utilização generalizada dos cartões de crédito nas principais cidades e áreas turísticas, nomeadamente em hotéis, restaurantes e comércio.

 

 

Compras: o Peru é um delicioso e extenso paraíso para os amantes de compras. Entre os artigos mais procurados destacam-se as famosas chompas, os ponchos e os Chullos (gorros) feitos em lã de alpaca ou de mistura de lãs de ovelha e de lama. Entre os artigos eleitos destacam-se também as peças de cerâmica e as de joalharia com motivos incas ou de Nazca, bem como as imitações das mascaras rituais. Existem também uma variedade de instrumentos musicais, dos quais os charangos, as flautas de pan e as quenas são as mais. As pinturas peruanas são autênticas obras de arte e primam pelas suas cores.

 

Transportes no Perú

 A possibilidade de ocorrerem manifestações e greves pode criar o caos nas estradas e aeroportos.

 

Transporte aéreo

Transporte aéreo de boa qualidade para todas as regiões do país. O sobrevoo das linhas de Nazca em aeronaves ligeiras tem suscitado questões relacionadas com a segurança e a manutenção desses aviões, devido a diversos incidentes que se têm registado. Entre 2008 e 2010 houve mesmo acidentes envolvendo vítimas mortais.

Procura e reserva de Voos

 

Transporte rodoviário

Infraestruturas e transportes rodoviários de qualidade aceitável na região costeira. A rede rodoviária é mais precária na serra e quase inexistente na selva.

Atenção à elevada percentagem de táxis informais em todas as cidades.

 

Segurança rodoviária

A sinistralidade é elevada devido quer a um parque automóvel muitas vezes envelhecido e degradado, quer, sobretudo, a hábitos de condução que não respeitam os padrões comuns de segurança.

 

Limites de velocidade

O limite de velocidade no Peru varia entre 30 e 60 km7h nas localidades e entre 60 e 100 km/h nas estradas.

 

Transporte ferroviário

Rede ferroviária escassa, com infraestrutura e equipamento antigos que, em geral, não permitem condições mínimas de conforto. As exceções são as linhas Cusco – Águas Calientes (perto de Machu Pichu) e Cusco – Puno, frequentadas essencialmente por turistas, que têm condições de conforto aceitáveis.

 

Transporte marítimo

O transporte por via fluvial é frequente na selva (muitas vezes é o único meio possível). As embarcações destinadas ao transporte de turistas reúnem, em geral, condições adequadas.

 

 

Alojamento no Perú

Em Lima a oferta hoteleira é abundante e muito diversificada. Noutras grandes cidades (ex: Arequipa, Trujillo) e em áreas turísticas (ex: Cusco, Águas Calientes) a oferta, embora mais limitada, permite um leque de escolha. Fora das áreas referidas a oferta poderá ser escassa e de baixa qualidade, pelo que se recomenda aos viajantes que se informem previamente sobre as condições de alojamento.

banner 320x50 pt

Telecomunicações no Perú

 As redes fixa e móvel funcionam relativamente bem.

 

Antes de marcar qualquer viagem de férias não deixe de conferir as informações e alertas mais recentes sobre cada país / destino, no Portal das comunidades portuguesas.
COVID-19 - Viagens ao estrangeiro e deslocações e a Portugal

Mantenha-se a par das últimas noticias aqui!

Mais Informao

 

Antes da partida:

1. Verifique se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários, se possível deixe a familiares fotocópia do passaporte e do contacto do hotel onde ficará instalado. Verifique também se os seus cartões de crédito/débito são aceites no país de destino;

2. Adquira atempadamente o bilhete e garanta as condições e os meios necessários para a viagem. Assegure-se de que dispõe dos meios suficientes para a sua permanência no país e para regressar, no caso de o seu bilhete de regresso perder a validade;

3. Verifique, junto do seu agente de viagens ou nas Embaixadas e Consulados, se necessita de um visto para entrar no país de destino. Em caso afirmativo, não parta sem obter o visto;

4. Informe-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os países do seu destino;

5. Obtenha o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença - CESD, caso se desloque para um país da União Europeia. Informe-se nos serviços ou no site da Segurança Social ou do seu subsistema de saúde;

6. Informe-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (vacinas ou precauções especiais). Aconselha-se a realização de uma Consulta do Viajante (atentos a que alguns países exigem a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela).

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja. Esta consulta é extremamente importante para todos os viajantes, em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Esta consulta inclui vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal, informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo e informação sobre assistência médica e riscos nos destinos para que viaje.

A consulta do viajante deve ser marcada um a dois meses antes da realização da viagem. O paciente deve levar consigo o seu documento de identificação (com número de utente de serviço de saúde), o boletim individual de saúde/vacinas e o certificado internacional de vacinação (caso já tenha).

As consultas do viajante e os centros de vacinação internacional encontram-se disponíveis em todo o país. Pode localizar o mais próximo da sua área de residência no site do Serviço Nacional de Saúde.

Em complemento à informação aqui disponibilizada, recomenda-se a consulta dos portais da União Europeia (UE), com recomendações para quem se prepara para viajar no Espaço Europeu, e da Direção-Geral da Saúde.

7. Faça um seguro de viagem que inclua, preferencialmente, assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação. Verifique as condições contratuais e os dados mais importantes: idade e limites territoriais, notificação de queixas e prazos de validade;

8. Informe algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

9. Se vai viajar para países com condições de segurança precárias, procure obter o máximo de informação possível antes da sua partida e informe a(s) Embaixada(s) e/ou o(s) Consulado(s) de Portugal do país ou países que pretende visitar, da data de inicio da viagem, dos locais onde irá permanecer e dos respectivos contactos telefónicos;

10. Registe-se na aplicação móvel gratuita “Registo Viajante”, disponível para dispositivos Android e IOS, permitindo ser imediatamente localizado e contactado em caso de emergência, como catástrofes naturais, acidentes ou atentados. Pode igualmente registar-se no Formulário Registo Viajante.

 

 

No destino:

1. A fim de evitar o extravio da documentação, é aconselhável o depósito dos originais e dos bilhetes de viagem nos cofres do hotel. É suficiente, na maior parte dos países, a exibição de fotocópia dos documentos, autenticada com selo a óleo do hotel;

2. Qualquer que seja o país de destino, deverá evitar a exibição de joias e objetos de valor. Os pequenos furtos são uma constante e toda a precaução é recomendável;

3. Evite frequentar ruas mal iluminadas de noite e não resista a uma tentativa de roubo violento;

4. Não transporte malas ou embrulhos que não lhe pertençam e mantenha sempre sob vigilância a sua bagagem;

5. Não conduza veículos de outras pessoas através de fronteiras;

6. Recuse e evite qualquer tipo de contacto, manipulação ou consumo de drogas. Poderá enfrentar, consoante a lei de cada país, multas pesadas, longas penas de prisão em condições difíceis, ou mesmo a pena de morte;

7. Nos países muçulmanos e orientais, o viajante irá deparar-se com culturas muito diferentes da ocidental, devendo observar as regulamentações locais relativas ao vestuário e formas de comportamento. O consumo de drogas e de bebidas alcoólicas é geralmente punido com pesadas penas de prisão.

8. Tenha também sempre presente que as suas atitudes poderão beneficiar ou prejudicar a imagem de Portugal.

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionando apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento.

Mais Informao