Sobre a Malásia

Férias na Malásia

A Malásia é uma Democracia Parlamentar/Monarquia Constitucional, tendo o Rei como o governante supremo. Localizada no Sudeste Asiático, está dividida em 13 estados e três territórios federais e compreende dois territórios distintos: a parte sul da península Malaia e ilhas adjacentes, e uma porção do norte da ilha de Bornéu.

 

A capital do país é Kuala Lumpur, no entanto Putrajaia é a sede do governo federal.

Os principais destinos turísticos do país são Kuala Lumpur, Kota Kinabalu, Gombak, Malaca e George Town (Penang). Possui uma população estimada em cerca de 31 milhões de habitantes e tem como religião oficial o islamismo.

 

Línguas

Malaio, inglês, chinês, tamil.

 

 

Moeda local / Sistema Bancário

Moeda local: Ringgit.

Podem trocar-se euros em bancos, hotéis e agentes de câmbio autorizados.

A utilização de cartões de crédito está generalizada.

 

O Clima na Malásia

Tropical, quente e húmido.

O período de Outubro a Fevereiro é marcado pela ocorrência de monções a norte do território. Na zona sul, a monção inicia-se em Abril.

A Malásia tem um clima quente e húmido durante todo o ano. A zona peninsular costuma ser mais húmida, sendo de Setembro a Novembro mais atingida a costa oeste enquanto que de Outubro a Janeiro é a costa leste. No norte do Bornéu caem chuvas abundantes de Novembro a Janeiro, sobretudo na costa, devido à influência das monções. As chuvas costumam ser tormentosas, abundantes mas breves.

Temperatura Média em ºC

Kuala Lumpur

 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez

 27   27  28   29  29  28  28 28   27   27   26  26

Langkawi

Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez

 26  26  27   28  28  28  27 27   27   27   27  26

Roupa: Recomenda-se roupa ligeira e fresca, devido ao calor e à humidade, um agasalho para as noites mais frescas e uma protecção para quem vai na altura mais húmida.

Hora Local: + 7 horas ( Abril a Outubro ) / + 8 horas ( Novembro a Março )

Tempo de viagem: Não existem voos directos de Portugal. O tempo previsto para o voo Lisboa – Kuala Lumpur é cerca de 15 horas, com escala numa capital europeia.

Corrente eléctrica: A corrente é de 220V, 50 Hz, pelo que é necessário adaptador com terminal de terra padrão americano.

Compras: Na Malásia existe uma grande variedade de locais onde comprar e escolher onde o fazer pode ser um desafio. As máquinas fotográficas, os relógios, os produtos de cosmética e perfumaria e objectos electrónicos estão livres de imposto bem como as compras que forem efectuadas nas ilhas de Labuan e Langkawi.

As imitações de marcas como Lacoste, Hugo Boss, Cartier, Rolex ou Camel Trophy podem ser encontradas por toda a parte.

Dos artigos típicos da Malásia o sonket, um tipo de tecido feito à mão com materiais preciosos como o ouro e a prata, que é utilizado em xailes e vestidos de festa e o batik, um tecido obtido através de um processo de tintura indostânico praticado na Ásia há muitos séculos, são os mais procurados.

Mas a Malásia também é conhecida pelos trabalhos em prata, com a qual se fabricam broches, cintos e inúmeras jóias de uma delicada minuciosidade.

Turismo da Malásia: http://www.tourism.gov.my

 

Quando e como ir

A melhor altura para visitar a Malásia é entre os meses de Novembro a Fevereiro, altura que coincide com a época seca e relativamente fresca, evitando assim eventuais chuvas tropicais e temperaturas demasiadamente elevadas.

Várias companhias europeias voam semanalmente para a Malásia, e em cerca de catorze horas fazem a ligação Lisboa – Kuala Lumpur, com escala numa capital europeia.

 

Regime de entrada e estada na Malásia

Não é exigido um visto para períodos inferiores a 30 dias.

Os cidadãos portugueses que pretendam deslocar-se à Malásia devem ser portadores de passaporte cujo prazo de validade mínimo seja, à data de entrada no país, de 6 meses.

 

 

Condições de segurança na Malásia

Desaconselham-se visitas à parte oriental do Estado de Sabah, devido à insegurança.

Verifica-se a ocorrência de casos de dengue. Devem se adotadas as necessárias precauções.

A posse e consumo de drogas é severamente punida por lei.

A ocorrência de casos de pessoas infetadas com gripe aviaria, não se afigura, até ao momento, alarmante.

Recomendam-se cuidados gerais, como evitar o contacto com as aves ou de ingestão de carne mal cozinhada das mesmas.

Linha de emergência para a Polícia local: 999

Linha de emergência para os Bombeiros: 994

Linha de emergência para Ambulância: 999

Contato telefónico da Polícia para Turistas: 03-92354999

 

Transportes na Malásia

Aeroportos Internacionais:

 Kuala Lumpur, Langhawi, Kuching, Penang, Kota Kinabalu, Senai (Johor Bahru)

Procura e reserva de Voos

 

 

Cuidados de saúde na Malásia

Rede Sanitária: Satisfatória.

Verifica-se a ocorrência de casos de dengue. Devem ser adoptadas as necessárias precauções.

A ocorrência de casos de pessoas infectadas com gripe aviaria não se afigura, até ao momento, alarmante. Recomendam-se cuidados gerais, como evitar o contacto com as aves ou de ingestão de carne mal cozinhada das mesmas.

Seguro: é recomendável a subscrição de um bom seguro de saúde.

 

 

Telecomunicações na Malásia

As telecomunicações funcionam em boas condições.

O indicativo internacional é 60.

 

Cultura

A música tradicional malaia é fortemente influenciada por formas chinesas e islâmicas. A música baseia-se grandemente no gendang (tambor), mas inclui instrumentos de percussão (alguns feitos de conchas), o rebab (um instrumento de cordas com arco), o serunai (um instrumento de dupla palheta, semelhante a um oboé), flautas e trombetas.

O país tem uma forte tradição de dança e de tambores de dança, algumas de origem tailandesa, indiana e portuguesa.

Outras formas artísticas incluem o wayang kulit (fantoches de sombras), o silat (uma arte marcial estilizada) e o artesanato como o batik, a tecelagem e trabalhos em prata e latão.

 

 

Natureza

As exuberantes paisagens naturais da Malásia são tão diversificadas e magnificas como a mistura étnica e cultural existente neste magnifico país.

Ao longo de todo o país encontra selvas densas, picos ascendentes e florestas tropicais luxuriantes que abrigam uma flora e fauna abundante.

As ilhas tropicais recorrem a um interminável colorido devido às suas praias arenosas e águas límpidas, fazendo lembrar a qualquer visitante o paraíso.

 

 

Informações úteis

Não existe representação diplomática portuguesa na Malásia, sendo os assuntos deste país acompanhados pela Embaixada de Portugal em Banguecoque.

O Consulado Honorário em Kuala Lumpur encontra-se atualmente sem titular.

Embaixada de Portugal em Banguecoque:

- Endereço: 26 Bush Lane (Soi Chareokrung 30), Bangrak, Bangkok 10500 (nas imediações do “Royal Orchid Sheraton Hotel").

- Telefones: 00 66 (0) 2234 2123

- Fax: 00 66 (0) 26396113

- Endereço de correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Secção Consular

- Endereço: 26 Bush Lane (Soi Chareokrung 30), Bangrak, Bangkok 10500 (nas imediações do “Royal Orchid Sheraton Hotel").

- Telefones: 00 66 (0) 2234 2123

- Fax: 00 66 (0) 26396113

- Endereço de correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Antes de marcar qualquer viagem de férias não deixe de conferir as informações e alertas mais recentes sobre cada país / destino, no Portal das comunidades portuguesas.
COVID-19 - Viagens ao estrangeiro e deslocações e a Portugal

Mantenha-se a par das últimas noticias aqui!

Mais Informao

 

Antes da partida:

1. Verifique se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários, se possível deixe a familiares fotocópia do passaporte e do contacto do hotel onde ficará instalado. Verifique também se os seus cartões de crédito/débito são aceites no país de destino;

2. Adquira atempadamente o bilhete e garanta as condições e os meios necessários para a viagem. Assegure-se de que dispõe dos meios suficientes para a sua permanência no país e para regressar, no caso de o seu bilhete de regresso perder a validade;

3. Verifique, junto do seu agente de viagens ou nas Embaixadas e Consulados, se necessita de um visto para entrar no país de destino. Em caso afirmativo, não parta sem obter o visto;

4. Informe-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os países do seu destino;

5. Obtenha o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença - CESD, caso se desloque para um país da União Europeia. Informe-se nos serviços ou no site da Segurança Social ou do seu subsistema de saúde;

6. Informe-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (vacinas ou precauções especiais). Aconselha-se a realização de uma Consulta do Viajante (atentos a que alguns países exigem a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela).

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja. Esta consulta é extremamente importante para todos os viajantes, em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Esta consulta inclui vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal, informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo e informação sobre assistência médica e riscos nos destinos para que viaje.

A consulta do viajante deve ser marcada um a dois meses antes da realização da viagem. O paciente deve levar consigo o seu documento de identificação (com número de utente de serviço de saúde), o boletim individual de saúde/vacinas e o certificado internacional de vacinação (caso já tenha).

As consultas do viajante e os centros de vacinação internacional encontram-se disponíveis em todo o país. Pode localizar o mais próximo da sua área de residência no site do Serviço Nacional de Saúde.

Em complemento à informação aqui disponibilizada, recomenda-se a consulta dos portais da União Europeia (UE), com recomendações para quem se prepara para viajar no Espaço Europeu, e da Direção-Geral da Saúde.

7. Faça um seguro de viagem que inclua, preferencialmente, assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação. Verifique as condições contratuais e os dados mais importantes: idade e limites territoriais, notificação de queixas e prazos de validade;

8. Informe algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

9. Se vai viajar para países com condições de segurança precárias, procure obter o máximo de informação possível antes da sua partida e informe a(s) Embaixada(s) e/ou o(s) Consulado(s) de Portugal do país ou países que pretende visitar, da data de inicio da viagem, dos locais onde irá permanecer e dos respectivos contactos telefónicos;

10. Registe-se na aplicação móvel gratuita “Registo Viajante”, disponível para dispositivos Android e IOS, permitindo ser imediatamente localizado e contactado em caso de emergência, como catástrofes naturais, acidentes ou atentados. Pode igualmente registar-se no Formulário Registo Viajante.

 

 

No destino:

1. A fim de evitar o extravio da documentação, é aconselhável o depósito dos originais e dos bilhetes de viagem nos cofres do hotel. É suficiente, na maior parte dos países, a exibição de fotocópia dos documentos, autenticada com selo a óleo do hotel;

2. Qualquer que seja o país de destino, deverá evitar a exibição de joias e objetos de valor. Os pequenos furtos são uma constante e toda a precaução é recomendável;

3. Evite frequentar ruas mal iluminadas de noite e não resista a uma tentativa de roubo violento;

4. Não transporte malas ou embrulhos que não lhe pertençam e mantenha sempre sob vigilância a sua bagagem;

5. Não conduza veículos de outras pessoas através de fronteiras;

6. Recuse e evite qualquer tipo de contacto, manipulação ou consumo de drogas. Poderá enfrentar, consoante a lei de cada país, multas pesadas, longas penas de prisão em condições difíceis, ou mesmo a pena de morte;

7. Nos países muçulmanos e orientais, o viajante irá deparar-se com culturas muito diferentes da ocidental, devendo observar as regulamentações locais relativas ao vestuário e formas de comportamento. O consumo de drogas e de bebidas alcoólicas é geralmente punido com pesadas penas de prisão.

8. Tenha também sempre presente que as suas atitudes poderão beneficiar ou prejudicar a imagem de Portugal.

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionando apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento.

Mais Informao

plain BLUE   bed 2   Rental Cars   Seguro de Viagem

Voos Baratos

 

Reserva de Hotel

 

Aluguer de Carro

 

Seguro de Viagem

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda