Sobre a Argentina

 Argentina

Aqui encontra algumas informações úteis para a sua viagem e estada na Argentina.


Argentina em números

Designação oficial do país: República da Argentina

Capital: Buenos Aires

Localização: No continente americano, limitado a norte pelo Paraguai e Bolívia, a este pelo Chile e a oeste pelo Brasil e Uruguai

Forma de Governo: República

Superfície: 2780.400 km2

População: 41 milhões de habitantes

Línguas: A língua oficial é o Espanhol

Religião: 92% Católicos, 2% Protestantes, 2% Outros

Grupos étnicos: Brancos (maioritariamente Espanhóis e Italianos) 97%, Mestiços 3%

PIB: US $ 568 Biliões

PIB per capita: US $ 13,900

Crescimento anual: 0,9%

Inflação: 7,7%

Principais sectores de atividade: Agricultura, Extração de Minérios, Metais e Petróleo

Principais parceiros comerciais: Brasil, Estados Unidos, China, Alemanha

Documentação necessária para a Viagem de Férias: Passaporte (com validade mínima de 6 meses).

Idioma: A língua oficial é o espanhol

 

O Clima na Argentina

As estações estão diametralmente opostas em relação a Portugal.

Na área da capital, o clima é temperado, com quatro estações, semelhante ao de Lisboa, embora o Inverno tenda a ser mais frio e o Verão mais quente e húmido. Dada a extensão do país, registam-se grandes variações climáticas entre regiões, com temperaturas mais altas no Norte e muito mais baixas no Sul ou nas montanhas andinas.

É preciso lembrar que no hemisfério austral as estações são opostas às do hemisfério boreal, e o clima da Argentina é muito variado e influenciado quer pela latitude, quer pela cordilheira dos Andes. Enquanto na Terra do Fogo praticamente não há verão e chove todos os dias, na zona da Patagónia atlântica praticamente não chove. Buenos Aires desfruta de um clima ameno, tipicamente mediterrâneo, com verões quentes e invernos frescos e chuvosos. O

Noroeste do pais (zona de Salta e Jujuy) desfruta de um Inverno seco e um verão quente e húmido.

Temperatura Média em ºC

Buenos Aires

Jan Fev. Mar Abr. Mai Jun. Jul. Ago. Set. Out Nov. Dez

  23  22   21   17  13      9    10   11    13    15   18    22

Roupa: Tanto a imensidão do país como a sua variação geográfica em termos de clima, torna

ineficaz qualquer aconselhamento específico. O norte é mais aprazível, de clima mais temperado e temperaturas superiores, enquanto que o sul é mais frio,onde durante todo o ano é necessário usar roupa quente e um casaco

Hora Local: + 4 Horas (Abril a Outubro)

+ 2 Horas (Novembro a Março)

Tempo de viagem: Não existem voos diretos de Portugal. O tempo previsto para o voo

Lisboa – Buenos Aires é cerca de 14 horas, com escala em Madrid

Saúde: Não são necessárias vacinas

Corrente elétrica: A corrente eléctrica é de 220V (50Hz) e as tomadas são do tipo

americano pelo que é necessário adaptador e transformador

 

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é o peso.

A moeda internacional de referência é o dólar americano, normalmente aceite nos bancos e casas de câmbio locais. Os bancos e casas de câmbios atendem de segunda a sexta-feira das 10 às 15 horas. São aceites os cartões de crédito reconhecidos internacionalmente como, por exemplo, American Express, Diners, Master Card ou Visa. Existe uma numerosa rede de caixas ATM.

 

Compras: Os casacos em pele e artesanato em prata, artigos em couro (casacos e jaquetas, contos de couro cru com ornamentações, bolsas, malas, carteiras, “cuentaganados” (uma espécie de porta chaves) e botas e sapatos de couro feitos artesanalmente).

 

 

Regime de entrada e estada na Argentina

Existe um apertado controlo de segurança nos aeroportos, portos e fronteiras terrestres que têm provocado a detenção de cidadãos argentinos e estrangeiros que se preparavam para abandonar a Argentina transportando droga.

 

Regime de vistos

Isenção de visto para permanências não superiores a 90 dias.

Restrições aduaneiras / sanitárias à importação de produtos

A importação de animais só pode ser feita mediante prévia autorização. É estritamente proibida a importação de sementes, alimentos lácteos e fruta, bem como de explosivos, artigos inflamáveis, narcóticos e material pornográfico.

 

 

 

 

 

 

Condições de segurança na Argentina

As condições de segurança são razoáveis. É recomendável a adoção de algumas precauções por parte de quem viaja para a Argentina. Têm-se verificado recentemente, com alguma frequência, incidentes de pequena criminalidade. Verifica-se ainda um aumento da criminalidade violenta na periferia de Buenos Aires (não se trata, contudo, de áreas turísticas). Assim, recomendam-se as seguintes precauções:

- não circular com elevadas quantias em dinheiro ou com objectos cujo valor possa chamar a atenção, em particular nas áreas de maior afluxo turístico;

- circular munido de cópias dos documentos de identificação, guardando os originais no cofre do hotel ou, pelo menos, evitar circular simultaneamente com os dois principais documentos de identificação (bilhete de identidade / cartão do cidadão e passaporte);

- evitar circular a pé durante a noite em locais com reduzido movimento e tomar autocarros à noite. Para deslocações poderá utilizar táxis ou "rádio táxis", facilmente disponíveis e mais seguros;

- não perder de vista malas e sacos mesmo que por momentos. Tem-se assistido a um aumento de roubos em que se criam distrações para que os turistas não se apercebam da ação de um outro elemento que tem como tarefa furtar os bens.

Outras informações importantes

Contactos:

-Polícia: 101 / 911;

- Bombeiros: 100;

- Emergência Médica: 107.

Desaconselha-se o consumo de alimentos adquiridos a vendedores ambulantes

O território argentino é muito susceptível à ocorrência de terramotos. O último sismo de grandes proporções (7,4 Richter) verificou-se na província de Caucete, em 1977. De realçar que no dia 01 de Fevereiro de 2011, ocorreu um terramoto de magnitude 7 na província de Santiago del Estero. Para mais informações sobre a actividade sísmica argentina, consulte o seguinte site: www.inpres.gov.ar.

Transportes na Argentina

Quadro com a definição do tempo médio de percurso entre Buenos Aires e outras cidades do país, segundo o meio de transporte utilizado

Destino Aéreos Rodoviários Ferroviários

Bariloche 2h10m 22h00m 36h00m

Cataratas Iguaçu 1h30m 17h00m 24h00m

Córdoba 1h10m 09h00m 12h00m

Mar del Plata 0h40m 04h00m 04h00m

Rosário 0h50m 04h00m 04h00m

Salta 2h00m 15h00m 20h00m

Ushuaia 3h45m 30h00m

Viajar de avião

Aeroporto Internacional de Ezeiza, Buenos Aires; Aeroportos nacionais de Buenos Aires (Aeroparque), Córdoba, Mar del Plata, Mendoza, Rosario, Bariloche, Calafate e Ushuaia.

Procura e reserva de Voos

 

Viajar de carro

O número de autoestradas não é muito elevado e a circulação nas mesmas deverá ter em atenção o estado do piso e o elevado tráfego de veículos pesados. Fora da cidade de Buenos Aires deverá circular com precaução devido ao estado do asfalto das estradas, à possibilidade de cruzamento de animais e ao elevado fluxo de veículos pesados de mercadorias que circulam.

Sugere-se, quando verificar que o tanque de combustível está a metade, que ateste o depósito na primeira oportunidade possível, face á reduzida rede de estações de serviço e á ocasional ocorrência de falta de combustíveis em algumas estações.

Cuidados de saúde na Argentina

Para quem decidir visitar zonas onde o dengue é endémico (províncias do norte da Argentina), recomenda-se o uso de substâncias repelentes e de roupa clara que cubra a pele, bem como estar atento aos primeiros sintomas da doença - febres altas, dores de cabeça, musculares ou das articulações, erupções na pele, náuseas, ou cansaço intenso.

Os riscos de propagação da doença declinam com as temperaturas.

Não é exigido qualquer certificado de vacinação, excepto contra a cólera e a febre-amarela aos passageiros procedentes de países onde aquelas doenças sejam endémicas.

Em Buenos Aires existem hospitais e clínicas privadas onde se podem obter cuidados de saúde de bom nível, mas a preços relativamente elevados. É aconselhável fazer um seguro de saúde antes de viajar.

 

Telecomunicações na Argentina

A rede telefónica local é de boa qualidade. Existem várias empresas de serviços de comunicação por telemóvel.

Na cidade de Buenos Aires existem também, para além dos "cyber-cafés" em quantidade apreciável, "locutórios" com serviço telefónico internacional e de acesso à Internet.

Os viajantes portugueses deverão consultar, antes da sua deslocação, a empresa portuguesa prestadora de serviço telemóvel. Normalmente os telefones móveis "triband" portugueses têm "roaming" na Argentina.

 

Antes de marcar qualquer viagem de férias não deixe de conferir as informações e alertas mais recentes sobre cada país / destino, no Portal das comunidades portuguesas.
COVID-19 - Viagens ao estrangeiro e deslocações e a Portugal

Mantenha-se a par das últimas noticias aqui!

Mais Informao

 

Antes da partida:

1. Verifique se dispõe de passaporte válido. Alguns países exigem um prazo de validade que poderá ir até 6 meses após a conclusão da viagem e outros não aceitam passaportes temporários, se possível deixe a familiares fotocópia do passaporte e do contacto do hotel onde ficará instalado. Verifique também se os seus cartões de crédito/débito são aceites no país de destino;

2. Adquira atempadamente o bilhete e garanta as condições e os meios necessários para a viagem. Assegure-se de que dispõe dos meios suficientes para a sua permanência no país e para regressar, no caso de o seu bilhete de regresso perder a validade;

3. Verifique, junto do seu agente de viagens ou nas Embaixadas e Consulados, se necessita de um visto para entrar no país de destino. Em caso afirmativo, não parta sem obter o visto;

4. Informe-se sobre quaisquer acordos de assistência médica que possam existir com os países do seu destino;

5. Obtenha o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença - CESD, caso se desloque para um país da União Europeia. Informe-se nos serviços ou no site da Segurança Social ou do seu subsistema de saúde;

6. Informe-se, com antecedência, quanto à necessidade de cuidados de saúde especiais (vacinas ou precauções especiais). Aconselha-se a realização de uma Consulta do Viajante (atentos a que alguns países exigem a apresentação do certificado internacional de vacinação contra a febre amarela).

Nesta consulta é informado sobre medidas preventivas (ou curativas) a adotar antes, durante e depois da viagem, em função do destino, da viagem e de quem viaja. Esta consulta é extremamente importante para todos os viajantes, em particular para grávidas, crianças, idosos e indivíduos com doenças crónicas.

Esta consulta inclui vacinação ou toma preventiva de medicação contra múltiplas doenças de risco baixo ou inexistente em Portugal, informação sobre higiene individual e cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, aconselhamento e prescrição da farmácia do viajante que pode ou deve levar consigo e informação sobre assistência médica e riscos nos destinos para que viaje.

A consulta do viajante deve ser marcada um a dois meses antes da realização da viagem. O paciente deve levar consigo o seu documento de identificação (com número de utente de serviço de saúde), o boletim individual de saúde/vacinas e o certificado internacional de vacinação (caso já tenha).

As consultas do viajante e os centros de vacinação internacional encontram-se disponíveis em todo o país. Pode localizar o mais próximo da sua área de residência no site do Serviço Nacional de Saúde.

Em complemento à informação aqui disponibilizada, recomenda-se a consulta dos portais da União Europeia (UE), com recomendações para quem se prepara para viajar no Espaço Europeu, e da Direção-Geral da Saúde.

7. Faça um seguro de viagem que inclua, preferencialmente, assistência médica, roubo, furto e despesas de repatriação. Verifique as condições contratuais e os dados mais importantes: idade e limites territoriais, notificação de queixas e prazos de validade;

8. Informe algum familiar ou amigo da data de partida e da previsível hora de chegada. Indique o país ou países de destino, moradas e números de telefone de contacto.

9. Se vai viajar para países com condições de segurança precárias, procure obter o máximo de informação possível antes da sua partida e informe a(s) Embaixada(s) e/ou o(s) Consulado(s) de Portugal do país ou países que pretende visitar, da data de inicio da viagem, dos locais onde irá permanecer e dos respectivos contactos telefónicos;

10. Registe-se na aplicação móvel gratuita “Registo Viajante”, disponível para dispositivos Android e IOS, permitindo ser imediatamente localizado e contactado em caso de emergência, como catástrofes naturais, acidentes ou atentados. Pode igualmente registar-se no Formulário Registo Viajante.

 

 

No destino:

1. A fim de evitar o extravio da documentação, é aconselhável o depósito dos originais e dos bilhetes de viagem nos cofres do hotel. É suficiente, na maior parte dos países, a exibição de fotocópia dos documentos, autenticada com selo a óleo do hotel;

2. Qualquer que seja o país de destino, deverá evitar a exibição de joias e objetos de valor. Os pequenos furtos são uma constante e toda a precaução é recomendável;

3. Evite frequentar ruas mal iluminadas de noite e não resista a uma tentativa de roubo violento;

4. Não transporte malas ou embrulhos que não lhe pertençam e mantenha sempre sob vigilância a sua bagagem;

5. Não conduza veículos de outras pessoas através de fronteiras;

6. Recuse e evite qualquer tipo de contacto, manipulação ou consumo de drogas. Poderá enfrentar, consoante a lei de cada país, multas pesadas, longas penas de prisão em condições difíceis, ou mesmo a pena de morte;

7. Nos países muçulmanos e orientais, o viajante irá deparar-se com culturas muito diferentes da ocidental, devendo observar as regulamentações locais relativas ao vestuário e formas de comportamento. O consumo de drogas e de bebidas alcoólicas é geralmente punido com pesadas penas de prisão.

8. Tenha também sempre presente que as suas atitudes poderão beneficiar ou prejudicar a imagem de Portugal.

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionando apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento.

Mais Informao