As melhores coisas para fazer no Porto

Porto

Situada nas encostas acima do estuário do Douro, o Porto é uma cidade mercantil histórica, com negócios e comércio escritos no seu próprio nome.

Férias no Porto

Porto

Como chegar ao Porto

De carro, de comboio, autocarro ou avião, existem várias formas de chegar à cidade do Porto.

Aeroportos em destaque na Cidade do Porto:

Aporto Francisco Sá Carneiro (OPO)

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro também chamado Aeroporto do Porto (antigamente Aeroporto das Pedras Rubras) situa-se no Grande Porto, na zona de confluência entre os concelhos da Maia, Matosinhos e Vila do Conde.

Procura e reserva de Voos

Procurar Voos baratos para o Porto

 

 

 

Onde ficar no Porto

Existe uma vasta e variada oferta de alojamento para férias no Porto e nas redondezas. Se não pretender ficar no centro da Cidade poderá optar por uma das cidades situadas nas redondezas e utilizar a eficiente rede de transportes públicos para se deslocar para o centro do Porto.

Localidades como Vila Nova de Gaia, Gondomar, Maia, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde ou Azurara são, entre outras, excelentes opções para ficar alojado no grande Porto.

 

Porto

A melhor seleção de Alojamento de férias no Porto

Hotéis Baratos no Porto

 

Os melhores locais para ficar no Porto:

 

Bonfim

Bomfim

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Bonfim, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Sé

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Sé, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Boavista

Boavista

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Boavista, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Centro / Baixa do Porto

Centro - Baixa do Porto

A melhor seleção de Hotéis com desconto no Centro / Baixa do Porto

banner 320x50 pt

 

 

Paranhos

Paranhos

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Paranhos, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Cedofeita

Cedofeita

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Cedofeita, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Campanhã

Campanhã

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Campanhã, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Santo Ildefonso

Santo Ildefonso

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Santo Ildefonso, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

São Nicolau

São Nicolau

A melhor seleção de Hotéis com desconto em São Nicolau, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Miragaia

Miragaia

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Miragaia, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Ribeira

Ribeira

A melhor seleção de Hotéis com desconto na Ribeira, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Avenida dos Aliados

Avenida dos Aliados

A melhor seleção de Hotéis com desconto na Avenida dos Aliados, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

Rua de Santa Catarina

Rua de Santa Catarina

A melhor seleção de Hotéis com desconto na Rua de Santa Catarina, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

União de Freguesias do Centro

A melhor seleção de Hotéis com desconto na União de Freguesias do Centro, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Lordelo do Ouro e Massarelos

Lordelo do Ouro e Massarelos

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Lordelo do Ouro e Massarelos, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Aldoar - Foz do Douro – Nevogilde

Aldoar - Foz do Douro - Nevogilde

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Aldoar - Foz do Douro – Nevogilde, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Ramalde

Ramalde

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Ramalde, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

Lapa

Lapa

A melhor seleção de Hotéis com desconto em Lapa, Porto

banner 320x50 pt

 

 

 

 

 

Como se deslocar no Porto

Metro do Porto

Com uma rede de Metro com um total de 82 estações distribuídas por 70 km, o metro do Porto é uma das excelentes opções para se deslocar no centro urbano da cidade.

Existe também uma rede de autocarros bastante abrangente e de fácil acesso.

 

O que Fazer no Porto

Patrimônio mundial UNESCO, o Centro Histórico do Porto impressiona pela sua riqueza e variedade: desde muralhas medievais, igrejas barrocas, ruas compactas do distrito da Ribeira, uma incrível catedral românica… e muito mais.

O vinho do porto ainda é armazenado em armazéns na margem sul do Douro, e se você acompanha o rio até o oceano, chega ao elegante bairro da Foz do Douro com praias e restaurantes modernos.

A atmosfera e charme da cidade do Porto e do seu centro histórico é algo de único e genuino, uma cidade onde qualquer visitante nacional se sente verdadeiramente portugueses e ninguém deixa de sentir aquele orgulho de ser português e, mesmo aqueles que não são do Porto, aqui sentem orgulho desta bela cidade.

Deixamos aqui apenas algumas das melhores coisas para fazer na “Invicta”:

 

 

 

Cais da Ribeira

Cais da Ribeira

O Cais da Ribeira, onde a animação é uma constante, é o ponto de partida ideal para partir à descoberta do Porto. Foi aqui, na ligação comercial com o Rio Douro que a cidade começou. Pode passear pelas ruas estreitas, desfrutar das vistas sobre a cidade de Gaia e os seus armazéns do Vinho do Porto, visitar alguns dos museus e igrejas desta zona (Casa do Infante, Palácio da Bolsa, Igreja do Convento de S.Francisco e Museu dos Transportes e das Comunicações), fazer um passeio de barco (adaptados dos antigos barcos Rabelos que transportavam o vinho do Porto) ou então comer num dos muitos tradicionais restaurantes existentes. Existe um posto de turismo nesta área onde pode recolher todo o tipo de informação.

De aparência um pouco caótica, mas ao mesmo tempo, extremamente divertida de explorar, a área ribeirinha do Porto é uma praça muito pitoresca, onde turistas e moradores se misturam.

Com bares e restaurantes em praticamente todas as esquinas, também alinhadas à beira do rio, aqui poderá tirar aquela foto perfeita da icônica Ponte Luís I. Caso passe pelas arcadas, encontrará um labirinto confuso de ruas e escadas íngremes entre casas pintadas em tons pastel em diferentes estados de conservação.

O Cais da Ribeira foi alvo de melhorias nos últimos anos e foram inclusive colocados painéis de informações que explicam um pouco acerca dos personagens e negócios deste distrito, na altura em que era a colméia do comércio do Porto.

 

 

 

 

Jardim Joao Chagas (Antigo Jardim da Cordoaria, Campo dos Mártires da Pátria)

Jardim João Chagas

Mais conhecido por Jardim da Cordoaria, este jardim é denominado de Jardim João Chagas desde 1924. O nome por que é mais conhecido, deve-o à atividade dos cordoeiros que estiveram instalados neste lugar - na cordoaria nova - durante cerca de 200 anos.

Jardim João Chagas

No século XIX a Câmara decidiu transformar a Praça da Cordoaria num passeio público. O projeto, da autoria do paisagista alemão Emile David, foi executado em 1865/1866. No jardim estão as estátuas de Ramalho Ortigão e de António Nobre, um conjunto de esculturas de Juan Muñoz de 2001, assim como "O rapto de Ganímedes". No âmbito do Porto 2001, Capital Europeia da Cultura, este jardim sofreu uma remodelação.

 

 

 

Casa e Museu Serralves

Museu Serralves

No lado oeste da cidade, existem vários bons motivos para visitar Serralves.

Primeiro, a casa, Casa de Serralves, uma graciosa propriedade Art Deco construída entre 1925 e 1944 e com designers como Charles Siclis e René Lalique recrutados para criar os interiores.

A vila tem vista para sumptuosos terraços com avenidas arborizadas, topiárias, relvados e pérgulas.

No outro lado do parque, fica o Museu de Arte Contemporânea, num edifício da autoria do arquiteto Siza Vieira, inaugurado em 1999 para exposições temporárias de alto nível. Normalmente, existem quatro ou cinco imagens ao mesmo tempo para luminárias presentes e passadas da arte moderna e contemporânea, de Joan Miró a Liam Gillick.

 

 

 

Ponte D. Luís I

Ponte Luís I

Um símbolo industrial do Porto, esta ponte em arco de metal de dois níveis foi aberta em 1886. Foi concebida pelo engenheiro alemão Théophile Seyrig, que foi cofundador da Eiffel Company. A ponte atravessa as margens íngremes e rochosas do Douro e sobe para quase 45 metros.

Há uma vista aérea do Cais da Ribeira a partir do nível superior, que também é usado pela linha férrea do Porto.

Depois disso, pode embarcar no Funicular dos Guindais para descer à beira da água.

E se você ainda não viu o suficiente, atravesse o andar inferior para pedestres e tráfego rodoviário local.

 

 

 

Avenida dos Aliados

Avenida dos Aliados

A Avenida dos Aliados é o centro e o coração da cidade do Porto. É o local, por excelência, onde os portuenses se reúnem para celebrarem ocasiões especiais. No topo desta avenida encontra-se a Câmara Municipal do Porto, obra do iniciada em 1920. Perto da Avenida dos Aliados não perca também a Estação de São Bento, a Sé Catedral, a Praça da Liberdade e a Igreja da Trindade.

 

 

 

Estação de S.Bento, Praça de Almeida Garrett

Estação de São Bento

Local de visita obrigatória onde poderá contemplar o seu magnifico átrio revestido com 20 mil azulejos, obra da autoria de Jorge Colaço.

 

 

 

Mercado do Bolhão, Rua Fernandes Tomás

Mercado do Bolhão

O Mercado do Bolhão é outro dos inúmeros pontos de paragem obrigatória no Porto. De segunda a sexta das 07:00 às 15:00, ou sábados das 07:00 às 13:00 o Mercado do Bulhão é ideal para tirar aquelas fotos bem genuínas da cidade do porto.

Exte Mercado da cidade, com peixe, carne, pão, ervas e flores é não só de beleza única como também algo do mais genuíno no Porto. Ima vez no Bulhão, aproveite para almoçar num dos Restaurantes mais pequenos e típicos onde o barato e o bom estarão certamente lado a lado.

Na zona do Bolhão pode apanhar o Metro (ou voltar ao circuito do Autocarro Porto Vintage) e ir até à Casa da Música, na Boavista. Há visitas guiadas ao edifício pelo que deve informar-se antecipadamente dos horários se pretender fazer uma destas visitas ou se quiser assistir a um espetáculo.

 

 

 

Igreja de São Francisco

Igreja de São Francisco

O último monumento gótico do Porto é esta igreja concluída em 1425.

Os interiores foram redecorados de 1500 a 1700 e têm algumas das peças de madeira douradas mais luxuosas que você poderia esperar ver.

As antigas abóbadas góticas, paredes e pilares são cobertos por painéis esculpidos representando pássaros, querubins e folhagens.

 

 

 

Palácio da Bolsa

Palácio da Bolsa

A antiga bolsa de valores do Porto foi construída ao lado da Igreja de São Francisco após a queima de seus claustros durante o cerco do Porto em 1832. O exterior foi finalizado em 1850 e tem um design neoclássico, enquanto os interiores ecléticos foram decorados até o início de o século XX.

Observe atentamente a riqueza da escultura, entalhes decorativos, gesso, afrescos, lustres e azulejos.

O Revival Mourisco, estuque, árabe, é quase avassalador, enquanto o monumental pátio do Pátio das Nações é iluminado por um teto octogonal de metal e vidro.

 

 

 

Torre e Igreja dos Clérigos

Igreja dos Clérigos

A imponente torre de 75,6 metros de altura desta igreja barroca que domina o horizonte na parte histórica do Porto era o edifício mais alto do país quando foi concluída.

A Igreja dos Clérigos com a sua imponente torre é um monumento de beleza única, com esculturas delicadas e um relógio tão alto que é necessário dar alguns passos para trás para poder lê-lo corretamente. Esta foi a última seção da igreja a ser concluída e data de 1763, com um design inspirado nos campanários da Toscana.

Caso não se importe com a fila ou com os 240 degraus, será recompensado com um panorama completo da cidade a partir do topo.

 

 

 

Praça da Liberdade

Praça da Liberdade

Os grandes espaços abertos desta praça e avenida em Santo Ildefonso parecem um mundo longe das ruas estreitas do Cais da Ribeira.

A Praça da Liberdade foi traçada como um novo layout urbano no século XVIII e delimitada ao sul pelo Neoclássico Palácio das Cardosas, um convento do século XVIII transformado em hotel. Há uma estátua equestre de Pedro I do Brasil, lembrada como reformadora democrática. As ruas ao redor são algumas das mais elegantes da cidade, com imponentes edifícios cívicos, butiques de designers e o Café Belle Époque Majestic, na Rua Santa Catarina.

 

 

 

Casa da Música

Casa da Música

A Casa da Música, uma sala de concertos inaugurada em 2005 é uma adição moderna e preciosa à paisagem urbana do Porto.

Com design a cargo do arquiteto holandês Rem Koolhaas, juntamente com empresas de cenografia e acústica de alta tecnologia, este é um dos raros locais de música que também vale a pena ver quando ninguém está tocando.

Poderá fazer um passeio pelo local de 1.300 lugares, que rasgou o livro de regras sobre design de auditórios e tem duas paredes compostas inteiramente de vidro.

Durante alguns dias poderá ouvir a orquestra ensaiando e, caso isso estimule seu apetite pela musica, não deixe de visitar a Casa da Música durante a noite para ouvir alguns solistas famosos e a orquestra sinfônica do Porto.

 

 

 

Foz do Douro

Foz do Douro

Uma vez na cidade do Porto é bastante difícil sair do emaranhado de ruas, ruelas, avenidas e praças espetaculares. Toda a arquitetura e atmosfera da cidade torna-se viciante e vai querer ver e descobrir sempre mais.

Caso se consiga afastar um pouco desta atmosfera viciante, aproveite e visita a Foz do Douro, uma área moderna da cidade onde Douro entra no oceano.

Há um longo passeio com palmeiras e pinheiros, e uma pérgola que você talvez reconheça se estiver em Nice.

A Pérgola da Foz foi instalada na década de 1930, quando a esposa do então Presidente da Câmara se apaixonou pela da Promenade des Anglais, a famosa avenida de 7 km, ao longo da costa da Baie des Anges, em Nice.

Destaca-se ainda o farol do Molhe do Douro que guiou embarcações na entrada e saída do Douro ao longo de 120 anos antes de ser desativado em 2009.

 

 

 

Sé Catedral do Porto

Catedral do Porto

Outro dos edifícios imperdíveis do Porto, a Sé Catedral destaca-se na parte mais antiga da cidade do Porto.

Você chegará ao Terreiro da Sé, uma esplanada que permite examinar os telhados e monumentos da cidade, como a Torre da Igreja dos Clérigos.

Apesar de passar por muitas mudanças ao longo do tempo, a catedral manteve grandes partes de sua arquitetura original do século XII.

Quando foi construída, teria tido um papel defensivo, como pode perceber pelos contrafortes, flechas e ameias. No interior, há uma nave e coro românicos estreitos, conduzindo-o até a abside, que sofreu um opulento redesenho barroco no século XVII.

 

 

 

Praias do Porto

Matosinhos

Com todas as atenções centradas no Douro e na Ribeira é relativamente fácil a qualquer visitante, passar ao lado das praias do Porto.

Nos dias quentes, nada como rumar até uma das belas praias do litoral da cidade para se refrescar nas águas do atlântico, onde encontrará muitas boas praias a poucos minutos da cidade, muitas delas galardoadas com bandeira azul todos os anos.

Uma das praias mais conveniente é a de Matosinhos, logo após o Parque da Cidade e com uma baía enorme que parece ilimitada quando a maré está baixa.

Se você gosta de viajar um pouco, não descarte Miramar, que tem uma bonita capela do século XVII nas rochas entre suas enormes praias de areia dourada.

 

 

 

Muralha Fernandina

Muralha Fernandina

Há uma extensão da muralha do século XIV do Porto, logo acima da ponte Luís I, quase paralela ao funicular e, apesar de pertencer ao Patrimônio Mundial, é uma atração pouco apreciada pelos turistas.

Pode entrar nas ameias no Largo 1º de Dezembro, numa entrada onde a parede é cercada por um lindo jardim com laranjeiras. Ao caminhar, as placas da UNESCO fornecerão um pouco de conhecimento sobre o Porto medieval, mas o melhor de tudo é que a vista do Douro aqui em cima é imbatível.

 

 

 

 

Jardins do Palácio de Cristal

Jardins do Palácio de Cristal

Projetados na década de 60 para envolver o Palácio de Cristal do Porto, em 1865, que foi demolido em 1951, dando lugar à construção do Pavilhão Rosa Mota, atualmente Pavilhão Super Bock – Rosa Mota.

Os jardins foram criados para complementar o palácio e foram paisagísticos pelo alemão Émile David. Seu design original ainda está em vigor, com fontes e esculturas alegóricas para as estações do ano.

Os jardins foram plantados com gingko, pinheiros, camélias, rododendros e faias, e seu caminho pode ser atravessado por um pavão ou dois. No centro do parque, o antigo palácio foi substituído pelo pavilhão semi-esférico Rosa Mota, que já exibiu exposições no passado, mas aguarda renovação.

 

 

 

Igreja de Santa Clara

Igreja de Santa Clara

Construída ao lado da seção mais proeminente das muralhas medievais do Porto, esta igreja foi concluída em 1457 para substituir um convento medieval.

A Igreja de Santa Clara tem uma história semelhante a outros edifícios religiosos da cidade, passando por uma atualização extravagante na primeira metade do século XVIII.

Brilhando contra o mármore vermelho estão molduras douradas nos cofres e esculturas de madeira douradas nas paredes com detalhes tão meticulosos que é difícil absorver tudo.

Em Portugal, esse estilo é conhecido como "Barroco Joanino", proveniente do reinado de João V, quando o Império Português estava no auge de sua prosperidade.

 

 

 

Parque de Cidade

Parque da Cidade

Espalhando-se por 83 hectares e indo tão a oeste quanto o Forte de São Francisco Xavier do século XVII, junto ao Atlântico, o Parque da Cidade é o maior parque urbano de Portugal.

Destino ideal para fugir um pouco às multidões e caminhar um pouco ou andar de bicicleta entre pinhais frescos e relva abundante.

Destacam-se também as pilhas de pedras retangulares de granito que dominam o cenário do parque, mais parecendo fundações antigas. O Parque da Cidade também funciona como um desvio verde a caminho da Praia do Matosinhos.

 

 

 

Museu Nacional Soares dos Reis

Museu Nacional Soares dos Reis

Este museu foi fundado em 1833 como uma exposição de arte religiosa confiscada em conventos portugueses. Muitas dessas peças ainda estão em exibição, enquanto boa parte da arte anterior foi retirada de seguidores do deposto rei, Miguel I. É nomeado para António Soares dos Reis, em homenagem ao escultor do século XIX de Vila Nova de Gaia.

Aqui estão algumas obras de Soares dos Reis, além de outros pintores e escultores portugueses, como Silva Porto, Vieira Portuense, Domingos Sequeira e Miguel Ângelo Lupi.

 

 

 

Museu Romântico da Quinta da Macieirinha

Museu Romântico da Quinta da Macieirinha

Situado em Massarelos, ao lado dos jardins do Palácio de Cristal e com vista para o Douro, esta mansão do século XVIII foi lar de várias famílias nobres.

Seu morador mais venerado foi Charles Albert, da Sardenha, que passou os últimos meses de sua vida no exílio aqui em 1849. A casa foi mantida como um museu para abrir uma janela sobre a vida nobre do século XIX.

Essa atração foi inaugurada em 1972, e o tataraneto de Charles Albert foi chamado para ajudar a cidade a escolher móveis e decoração para torná-la a mais autêntica possível.

 

 

 

 

Passeio de Barco pelo Rio Douro

Passeio de Barco no Douro

O Douro extende-se ao longo de quase 900 quilómetros desde a sua nascente em Castela e Leão, até ao Atlântico no Porto, e todos os visitantes que passam algum tempo aqui, neste espetacular rio, são unânimes em concordar que há algo de especial neste rio.

Ao redor da Ribeira, existe uma considerável oferta de passeios de barco pelo Douro, com duração aproximada de uma hora, onde o guia lhe dará algumas informações sobre os armazéns portuários na margem sul, os pontos de referência do Porto e as várias pontes.

Se há actividades imperdíveis durante uma visita de férias no Porto, um passeio de Barco pelo Douro é uma delas.

 

 

 

Visita às Caves do Vinho do Porto

Caves Vinho do Porto

Perante os vários armazéns (caves) das diferentes marcas que existem em Vila Nova de Gaia, vistar todas e provar o Vinho do Porto em todas elas seria uma ideia com consequências nefastas, no entanto é mais do que um dever para quelquer visitante, vistar um ou dois dos representantes deste vinho generoso que tornou esta cidade famosa e, claro, comprar algumas garrafas de Vinho do Porto.

Algumas companhias, como Real Companhia Velha, Caves Sandeman e Taylor's Port, têm histórias que remontam a centenas de anos e têm museus onde é documentada a sua história.

Quanto ao vinho, fortalece-se adicionando aguardente de uva, que interrompe a fermentação e ajuda o porto a manter seu sabor doce.

A partir deles, ele é armazenado em barris de carvalho por algo entre dois anos e quatro décadas, dependendo do estilo.

 

 

 

Museu do FC Porto

Museu FCP

Se é adepto de Futebol, independentemente de ser adepto de um rival, é imperdível uma visita ao reduto e museu do FC Porto, o segundo mais bem-sucedido clube do futebol português, tendo vencido 25 Campeonatos, 16 Taças de Portugal, duas Taças dos Campeões, 2 Taças UEFA, entre outros títulos.

Se você não a História do FC Porto, logo perceberá o que a equipa significa para a cidade. Se você já é um fã, pode fazer uma viagem pela memória, lembrando grandes nomes como Deco, Mário Jardel e Teófilo Cubillas, entre outros.

 

 

 

Casa-Museu Guerra Junqueiro

Casa Museu Guerra Junqueiro

Guerra Junqueiro foi um influente autor e poeta cuja escrita ajudou a definir o tom da Revolução Portuguesa em 1910, que aboliu a monarquia. Em 1940, sua propriedade no bairro medieval foi doada à cidade e se tornou um museu em sua homenagem.

Não precisa ser um especialista em literatura portuguesa para apreciar esta requintada casa e jardim barroco.

Guerra Junqueiro também gostava das coisas mais requintadas e acumulou pratos de cerâmica fina de Nuremburgo, faiança de Viana do Castelo, móveis luxuosos e uma variedade de arte religiosa, incluindo maravilhosas peças de prata.

 

 

 

Livraria Lello

Livraria Lello

Situada na Rua das Carmelitas, o Edificio da Livraria Lello remonta a 1906, embora o negócio real seja muito mais antigo, e a loja é frequentemente apontada como uma das melhores do mundo.

Muito disso se deve à arquitetura: o Livraria Lello tem um design Art Nouveau, com muitos acenos de cabeça para o gótico em suas rendilhas, murais e pináculos na fachada.

A escada de madeira sinuosa, a tubulação do teto e a clarabóia de vidro manchado no interior são impressionantes. E para o apoio de uma celebridade, J.K. Rowling era fã quando morava no Porto, na altura em que trabalhava aqui como professora de inglês.

 

 

 

Igreja do Carmo

Igreja do Carmo

Um pouco mais jovem que as elaboradas igrejas barrocas do Porto, a Igreja do Carmo tem arquitetura rococó entre 1750 e 1960. O que impressiona as multidões é a fachada lateral da Praça de Carlos Alberto.

Com exceção da cantaria que apara as janelas e o chão, esta parede é coberta inteiramente com azulejos azuis e brancos. Esses ladrilhos formam uma grande imagem transmitindo as origens da Ordem Carmelita e do Monte Carmelo, em Israel.

 

 

 

Festa de São João no Porto

São João no Porto

Curta, mas elecrizante, a Festa de São João do Porto dura apenas a noite no dia 23 de junho (véspera de São João). Para comemorar seu santo padroeiro, jovens e idosos saem às ruas batendo um no outro com martelos de plástico leves que fazem um rangido manso.

Então o ar fica cheio desse barulho quando estranhos se atacam, tudo em nome da diversão.

Para os adultos, a festa começa na tarde do dia 23 e não pode terminar até o nascer do sol na manhã seguinte, após fogos-de-artifício, sardinha assada, música ao vivo, bebida e muita dança.