Férias em Matosinhos

Matosinhos

A escassos quilómetros do centro do Porto, Matosinhos, um destino onde os moradores do Porto vêm para relaxar e jantar, é uma excelente opção como destino de férias no norte de Portugal, praticamente às portas da Cidade do Porto.

Belas praias, excelente gastronomia, muitas e excelentes atrações a curta distância fazem de Matosinhos um excelente destino para passar uns dias de férias no litoral do norte de Portugal.

 

Como chegar a Matosinhos

Situado na margem direita da foz do Rio Douro, a opção mais pratica para aqui chegar de qualquer ponto do país é de carro, já que irá necessitar de veículo próprio para se deslocar na maior parte do tempo.

Poderá igualmente viajar de avião caso viva fora de Portugal ou prefira uma viagem mais comoda. O Aeroporto Francisco Sá Carneiro situa-se a pouco mais de 10 quilómetros de distância do centro de Matosinhos. Poderá alugar então um carro, caso pretenda.

  

Onde Ficar em Matosinhos

Matosinhos conta com uma vasta e variada oferta de alojamento turístico.

 

A melhor seleção de Hotéis com desconto e promoções de Férias em Matosinhos

banner 320x50 pt

 

 

 

O que fazer em Matosinhos

Com um mercado bastante movimentado e vários restaurantes de peixe e frutos do mar da cidade, Matosinho tem sido como um íman, atraindo os moradores do Porto que aqui vinham para relaxar e jantar, mantendo-se a tradição até aos dias de hoje, actualmente com mais turistas.

Matosinhos também conta com uma das melhores praias da região do Porto, com excelentes condições para a pratica do surf durante todo o ano.

A orla marítima “ainda é defendida” por fortalezas do século XVII, numa cidade onde existem e várias igrejas barrocas e medievais.

Existem imensas atrações, belos locais para visitar e explorar ao pormenor e imenso para fazer em Matosinhos, deixamos aqui alguns exemplos:

 

Igreja do Bom Jesus de Matosinhos

Igreja do Bom Jesus de Matosinhos

Esta igreja remonta a meados do século XVI, posteriormente redesenhada em estilo barroco do século XVIII.

Essa expansão foi feita pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni e financiada por emigrantes que fizeram fortuna no Brasil. A fachada é magistral, com janelas e pilastras com curvas sinuosas.

Existem três portais e uma massa de granito esculpido, moldado em frontões e alcovas, com estátuas de São Pedro e São Paulo. O interior irradia com madeira dourada, tanto nas capelas laterais quanto no altar principal. Reserve um momento para conferir o órgão, que foi produzido em 1685 no estilo Hamburgo pelo holandês Michael Hensberg.

 

 

 

Praia de Matosinhos

Praia de Matosinhos

A maior praia de areia da região do Porto possui um amplo e atraente arco de areia clara.

Durante muito tempo, a atividade industrial no litoral impediu Matosinhos de ganhar a Bandeira Azul, mas finalmente, nos últimos anos a Praia de Matosinhos passou a ser merecedora desta distinção de limpeza, qualidade e acessibilidade.

Como se trata de uma praia do Atlântico, a água é intensa e as correntes podem ser um pouco fortes para nadadores inexperientes, mas os areal espaçoso, o amplo passeio e a vasta escolha de bares e restaurantes compensam.

 

 

 

She Changes – Anemona

She Changes - Anemona

Uma das grandes atrações e símbolos da cidade de Matosinhos, She changes” – “Ela Muda” ou  a “Anémona”, como é popularmente conhecida, é composta por três postes metálicos, um dos quais com 60 metros de altura, e por uma rede suspensa num anel com 42 metros de diâmetro.

Esta instalação escultórica constitui uma metáfora das redes de pesca, em homenagem à comunidade piscatória de Matosinhos.

O movimento do vento vai criando, virtualmente, nas redes, a cada minuto que passa, novas e surpreendentes coreografias. Á noite, a iluminação evidencia várias densidades de cores e formas.

A escultura foi concebida no âmbito do Programa Pólis por Janet Eccelman, artista norte-americana, que aqui realizou a sua primeira grande e famosa instalação escultórica pública.

Tornou-se desde logo símbolo patrimonial de Matosinhos, sendo reconhecida nacional e internacionalmente.

 

 

 

Sea Life Porto

Sea Life Porto

Sea Life Porto, o maior aquário do norte de Portugal fica em Matosinhos, a poucas centenas de metros da praia.

Existem 5.800 habitantes aqui, de mais de 100 espécies em mais de 30 tanques.

O maior deles, o Reino do Neptuno, possui um túnel subaquático pelo qual você pode caminhar. Os tubarões são frequentemente as estrelas do espetáculo, e o Sea Life Porto tem pontas negras e variedades menores, como tubarões-enfermeira e tubarões-zebra de aparência estranha. Juntam-se a elas criaturas locais e exóticas, como polvos, raias, cavalos-marinhos, águas-vivas e espécies de água doce do rio Douro, como carpas e trutas.

 

 

 

Porto e Vila Nova de Gaia

Porto

Matosinhos pode parecer uma cidade independente fazendo com que qualquer visitante se esqueça facilmente que está apenas a 15 minutos de metro do centro do Porto.

O ponto de partida ideal para explorar a principal Cidade do Norte de Portugal é o bairro da Ribeira, na margem norte do Douro, que fica sob a Ponte Dom Luís I, um marco duradouro construído por um dos fundadores da Companhia Eiffel. Se subir a colina, chegará a monumentos como a Catedral, a Torre dos Clérigos e o extraordinário Palácio da Bolsa.

Na Na margem sul de Gaia, estão as veneráveis ​​caves do vinho do Porto. Apenas algumas das muitas coisas que poderá ver e fazer não apenas numa cidade, mas em duas.

 

 

 

Mosteiro de Leça do Balio

Mosteiro de Leça do Balio

Há uma igreja neste trecho no rio Leça desde os anos 900.

Reconstruído no século XIV pelos Cavaleiros Hospitalários, este mosteiro foi o local de um edifício religioso que remonta aos romanos.

É um exemplo robusto de arquitetura religiosa fortificada, com contrafortes, merlões cobrindo todas as paredes e uma torre quadrada de granito de aparência robusta, equipada com torres e flechas.

Se é adepto da arquitetura medieval, pode se ocupar em descobrir quais elementos são românicos e góticos. Procure as esculturas manuelinas do século XVI do escultor Diogo Pires, o Moço, do século XVI, na fonte batismal e no túmulo de Frei João Coelho.

 

 

 

Casa-Museu Abel Salazar

Casa Museu Abel Salazar

Uma das figuras culturais mais reverenciadas de Portugal do século XX passou os últimos 30 anos de sua vida numa casa próxima.

O multi-talentoso Abel Salazar era um cientista biomédico conhecido que se ramificou para a literatura e a arte neo-realista.

Sua casa foi inaugurada como museu em 1975 e tem lembranças de cada uma de suas vocações.

Sua arte, incluindo ilustração, pinturas a óleo, esculturas e desenhos, está nas paredes.

E no primeiro andar pode visitar sua área de estar, exatamente como ele a deixou em 1946. No andar de cima, seus equipamentos e documentos de pesquisa estão onde estavam há 60 anos.

 

 

 

Parque da Cidade

Parque da Cidade

O maior parque urbano de Portugal faz fronteira com Matosinhos ao sul e possui 83 hectares de campos relvados e bosques, começando em frente à praia.

Foram nove anos de construção, entre 1993 e 2002, e idealizados pelo arquiteto paisagista Sidónio Pardal. Há um tema vago e antigo nos jardins, com pequenos pavilhões, pérgulas apoiadas em pedras de granito.

No canto nordeste, encontrará o Pavilhão da Água, uma exposição sobre a água, seu ciclo, função e importância para a humanidade.

 

 

 

Jardim da Foz

Jardim da Foz

Para uma agradável caminhada à beira-mar, vá até a Avenida Montevideu, que é atravessada por um longo jardim ao lado de uma extensão escarpada da costa atlântica.

Existem relvados, e a vegetação densa oferece muita sombra no verão.

A magia da caminhada vem da visão do Atlântico das suas ondas batendo contra as rochas, assim como algumas obras públicas instaladas aqui na década de 1930.

Estas são no estilo Art Deco e foram criados por algumas das principais ilustres do período, como Irene Vilar, Henrique Moreira e Manuel Marques.

Há uma homenagem aos exploradores marítimos locais, uma estátua do escritor do século XVI Luís de Camões e uma bela fonte monumental.

 

 

 

Mercado municipal de Matosinhos

Mercado de Matosinhos

Terra de gentes que viveram e ainda vivem daquilo que o oceano tem de melhor, Matosinhos é destino de bom marisco e o lugar para entrar em contato com essa tradição situa-se na Rua França Júnior.

O Mercado Municipal de Matosinho está instalado num pavilhão em curva de côr branca, datado de 1944 e renovado nos últimos dois anos.

Como parte dessa renovação, foram criados escritórios e estúdios para jovens designers nas galerias acima do mercado, área digna de uma visita, apesar do espetáculo principal ser no piso de baixo com bancas repletas de peixe fresco e marisco.

É o melhor sestino para os madrugadores já que, a melhor hora para visitar é de manhã cedo.

 

 

 

Fortalezas do Mar

Fortalezas do Mar

Após a restauração da independência de Portugal em 1640, o Porto começou a fortalecer suas fortificações atlânticas para impedir ataques da marinha espanhola e de corsários.

Duas desssas fortaleza permanecem em Matosinhos e mostram poucos sinais de desgaste.

O mais bem preservado é o Forte de Nossa Senhora das Neves, do outro lado do rio Leça, e embora não seja aberto ao público, seus bartizans e sua configuração estelar são fotogênicos.

Mais abaixo fica o Forte de São Francisco do Queijo, ao mesmo tempo e repousando em um promontório ao sul da praia de Matosinhos. Este tem uma forma trapezoidal e um pequeno museu militar no interior.

 

 

 

Serralves

Serralves

A sudeste de Matosinhos, a caminho do centro do Porto, existe um espaço cultural que contém um parque, uma villa Art Déco e um museu de arte contemporânea.

Nada mais, nada menos que Serralves.

Primeiro, a casa, Casa de Serralves, uma graciosa propriedade Art Deco construída entre 1925 e 1944 e com designers como Charles Siclis e René Lalique recrutados para criar os interiores.

A vila tem vista para sumptuosos terraços com avenidas arborizadas, topiárias, relvados e pérgulas.

No outro lado do parque, fica o Museu de Arte Contemporânea, num edifício da autoria do arquiteto Siza Vieira, inaugurado em 1999 para exposições temporárias de alto nível. Normalmente, existem quatro ou cinco imagens ao mesmo tempo para luminárias presentes e passadas da arte moderna e contemporânea, de Joan Miró a Liam Gillick.

 

 

 

Museu da Farmácia

Museu da Farmácia

Este fantástico museu está escondido no bairro industrial do Porto, por isso não recebe tantos visitantes quanto deveria, mas fica a uma curta distância de Matosinhos e merece o esforço para chegar lá.

Existem vasos, argamassas e instrumentos da Grécia Antiga, Roma, Mesopotâmia, China, além de civilizações como os astecas e incas.

Os melhores momentos são as reconstruções de várias farmácias: há uma de Macau no Brasil colonial, uma farmácia do século XVIII que costumava estar no Porto, e uma das mais recentes adições é um boticário islâmico, trazido por Damasco, peça por peça .

 

 

 

Surfe

Surf

Outra das coisas que eleva a Praia de Matosinhos acima das outras praias ao redor do Porto é a ausência de rochas, sendo algo restrito ao extremo sul da praia de Matosinhos. Como a praia é muito exposta ao vento, poderá surfar aqui a qualquer época do ano, se as condições forem adequadas.

 

 

 

Gastronomia

Gastonomia

Os moradores do Porto vêm a Matosinhos propositadamente para comer peixe e marisco, que são diretamente do oceano e surpreendentemente acessíveis em termos de preço.

A quantidade de restaurantes existentes aqui fará sua cabeça girar.

Dependendo do seu apetite, pode optar por uma mariscada, que terá caranguejo, amêijoas, cracas de ganso (uma especialidade específica), camarão e lagosta.

Outros dos pratos tradicionais são as sardinhas assadas, servidas com batatas novas; e o tradicional bacalhau, nas suas inúmeras receitas tradicionais.

Junte tudo isso ao vinho verde e terá refeições perfeitas.

EasyCookieInfo

A nossa App Android

Hotelbooking QR

 
Promoções
 
 
 
 

money-icon

Como poupar nas férias
 
  Iberica360
Voos Baratos
Busca de Voos
flightradar
 
  Paper-Money-icon
Conversor de Moeda
 
 
 
 
 

Online

Temos 229 visitantes e 0 membros em linha